Prefeitura consegue redução na cobrança da iluminação pública e expande LED em Manaus

A assinatura do Termo de Contrato de Redução do Percentual de Cobrança pela Prestação de Serviços vai representar uma economia de R$ 1,2 milhão até dezembro. Foto: Mário Oliveira/Semcom.

Prefeitura de Manaus e a Eletrobras Amazonas Energia assinaram nesta quinta-feira, 12/7, um Termo de Contrato de Redução do Percentual de Cobrança pela Prestação de Serviços. O documento se refere ao faturamento, arrecadação e cobrança da Contribuição para o Custeio de Serviço de Iluminação Pública (Cosip), que passa de 5% para 2,5%.

O termo assinado pelo prefeito Arthur Virgílio Neto, a secretária municipal de Parcerias e Projetos Estratégicos (Semppe), Maria Josepha Chaves, e pelo diretor-presidente Eletrobras Amazonas Energia, Tarcísio Estefano Rosa, em solenidade no auditório da Casa Militar, Compensa, zona Oeste, representa uma economia ao Município  em torno de R$ 1,2 milhão somente até dezembro.

Com a redução na taxa paga pelo Município à Eletrobrás aumenta o investimento na modernização do parque elétrico de Manaus. Ao final do mandato do prefeito Arthur Virgílio Neto, em 2020, a economia chegará a R$ 6,9 milhões, contribuindo para a ampliação de mais de 2 mil novos pontos de LED, além dos mais de 5 mil implantados anualmente.

De acordo com o prefeito, a Cosip na cidade de Manaus representa um montante muito bom, que reflete no investimento realizado na iluminação e segundo ele, essa economia vai possibilitar ampliar mais ainda a iluminação à LED em Manaus.

“Nós conseguimos, depois de muitas conversas e muitas negociações, diminuir a cobrança para 2,5% reduzindo pela metade. Significa que até o fim do meu mandato, nós teremos o suficiente em economia para fazer a iluminação completa de um bairro e meio do tamanho da Colônia Antônio Aleixo”, explicou o prefeito.

A instalação das luminárias a LED será intensificada seguindo o mesmo ritmo dos trabalhos do plano de Obras de Verão.

“O LED se tornou rotina nas nossas ações de urbanização, assim como a recuperação da malha viária. A partir dessa redução na Cosip temos a meta de avançar em 400 novos pontos por mês”, disse Arthur Neto, responsável por tornar Manaus a capital com maior percentual de LED instalados, proporcionalmente. Dos 127 mil pontos de iluminação pública existentes na cidade, mais de 46 mil são luminárias em LED, representando mais de 36% de cobertura em todas as zonas.

 

Iluminação pública

Conforme a secretária da Semppe, dos 66 bairros de Manaus, 64 já receberam melhorias no sistema de iluminação pública, com a instalação de lâmpadas LED em ruas, praças e academias ao ar livre. “A redução desse percentual vai gerar uma economia muito positiva para os cofres públicos e possibilitará que a modernização do parque elétrico avance nas áreas que ainda não dispunham de iluminação em LED, que são mais eficientes, garantem maior luminosidade ao passeio e dão maior sensação de segurança à população”, ressaltou Maria Josepha.

Para o diretor-presidente da Eletrobrás, Tarcísio Estefano, a diminuição da cobrança é uma forma de trabalhar lado a lado com a prefeitura na expansão da iluminação em novas áreas da cidade.

“Nós estamos juntando as mão com a prefeitura. Nós reduzimos a cobrança e a nossa contrapartida é trabalhar junto com o prefeito Arthur para que nós tenhamos acesso melhor nas áreas de ocupações irregulares, para fazer um trabalho conjunto e colocar energia segura e com qualidade”, enfatizou.

Veja também
Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *