PM assaltado no Tarumã tem quadro grave após levar tiro no peito. Ele segue na UTI do 28 de Agosto

Cabo da PM Souza levou dois tiros e teve grave lesão no pulmão, passando por cirurgia. Ele está na UTI. Foto: Divulgação

O cabo da Polícia Militar (PM) Adalberto de Souza Oliveira, 30, que foi baleado na comunidade União da Vitória, no Tarumã, zona Norte, na noite desta quinta-feira (21), segue com quadro em estado grave e internado na Unidade de Terapia Intensiva (UTI), em pós-operatório.

As informações são da direção do Hospital e Pronto Socorro 28 de Agosto, para onde o PM foi transferido em emergência e passou por cirurgia em razão de ferimentos por arma de fogo no tórax.

Tentativa de latrocínio

Segundo a polícia, o PM estava chegando em casa, em uma moto, quando dois homens não identificados tentaram assaltá-lo. Eles atiraram no policial e roubaram a arma dele.

Conforme registro da ocorrência, os suspeitos queriam a moto do PM. O cabo Souza foi atendido por uma equipe do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) e encaminhado para 28 de Agosto.

O projétil ficou alojado na parede posterior do tórax, o que provocou uma hemorragia grave, seccionando uma artéria. O quadro é grave, mas estável. Não foi identificada lesão cardíaca, mas grave lesão no pulmão esquerdo.

Veja também
Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *