Quarta-feira, 20 de junho de 2018

Prefeito decreta Estado de Emergência em Manaus devido à crise do combustível

O prefeito Arthur Neto decretou Estado de Emergência por conta da falta de combustível em Manaus. Foto: Mário Oliveira/Semcom

O prefeito de Manaus, Arthur Virgílio Neto, decretou nesta sexta-feira, 25/5, Estado de Emergência por conta da crise de desabastecimento de combustível causada pela paralisação dos caminhoneiros no Brasil. O decreto fica em vigor até a normalização dos serviços de abastecimento de combustível.

As medidas de contingenciamento visam garantir a manutenção dos serviços essenciais no município, notadamente o atendimento médico de urgência e emergência por meio do Samu e da maternidade Moura Tapajóz, o transporte coletivo, a coleta de lixo, a infraestrutura, a Defesa Civil e a Guarda Municipal. Complementarmente às medidas inicialmente tomadas pela Prefeitura de Manaus, um Gabinete de Crise foi instalado pelo prefeito e todos os secretários municipais foram convocados para uma reunião de emergência na noite desta sexta-feira.

“Está decretado Estado de Emergência em Manaus. Agora nós podemos fazer uma requisição administrativa para mantermos os serviços essenciais do município”, disse o prefeito.

O Decreto de Emergência prevê a racionalização do uso de insumos no âmbito das secretarias e demais órgãos da administração pública municipal com objetivo de garantir a regular continuidade desses serviços. Além disso, pelo documento, a prefeitura possui legitimidade para adotar todas as medidas, administrativas ou judiciais necessárias, visando à manutenção destes serviços públicos essenciais, como requerer na hipótese de iminente perigo público a propriedade ou bem particular de terceiros, assegurando a indenização posterior a quem couber. A ação está prevista no art. 5º, XXV da Constituição Federal.

Sobre as atividades do Gabinete de Crise, estão a proposição e adoção de medidas administrativas e judiciais visando à manutenção desses serviços públicos essenciais.

Além das medidas no âmbito do município de Manaus, o prefeito Arthur Virgílio Neto manifesta preocupação em relação às medidas que ainda não foram tomadas pelo Governo do Estado com objetivo de prevenir e minimizar os impactos desta crise à população amazonense, tais como a redução dos serviços administrativos estaduais com vistas a não sobrecarregar os serviços essenciais da cidade. O prefeito ressalta ainda a necessidade de órgãos de controle e fiscalizadores, assim como as forças de segurança, atuarem juntos para coibirem o comércio clandestino de combustível.

“O decreto vai estar em vigor até a normalização dos serviços que não devem acontecer imediatamente após o fim da greve”, observou o prefeito.

Conversa com caminhoneiros

Nesta sexta-feira, o prefeito foi até à Refinaria Isaac Sabbá (Reman), na estrada do Marapatá, Distrito Industrial, zona Sul, onde conversou com os caminhoneiros que fazem o bloqueio no local.

De acordo com Arthur Neto, eles afirmaram que não faltará combustíveis para o transporte coletivo, ambulâncias e viaturas policiais, garantindo assim a manutenção dos serviços públicos essenciais.

“Eles já estão liberando combustível para serviços essenciais e ficamos de acrescentar novas placas de automóveis que desempenham um trabalho importante da cidade. Mantivemos um diálogo demorado, mas de maneira geral prevaleceu o bom senso”, salientou Arthur.

O prefeito declarou respeito a categoria dos caminhoneiros e  disse que espera que a paralisação acabe em breve e que o abastecimento volte a funcionar regularmente, trazendo a normalidade a vida dos brasileiros.

“Eu gosto e tenho muito respeito pelos caminhoneiros. Eu não gosto é dos donos das empresas transportadoras que não têm nenhum respeito pelo país e por esses trabalhadores”, finalizou.

 

 

Veja também

Cetam divulga resultado final da Seleção de instrutores do Pronatec Os candidatos classificados devem agora comparecer para a Capacitação Pedagógica. Foto: Arquivo O Centro de Educação Tecnológica do Amazonas (Cetam), por meio da Comissão Permanente de Concursos (Copec), divulga o Resultado Final da Seleção de instrutores do Programa Nacio...
Quatro juízes são promovidos para capital, por merecimento e antiguidade Quatro juízes são promovidos para capital, dois por merecimento e dois por antiguidade. Eles chegam à 2ª e última entrância da magistratura amazonense. Cid da Veiga Soares Júnior (na foto comandando audiência pública sobre pesca esportiva) troca Autazes por Manaus Os juí...
Presos na Operação Incautos usavam nome da Esbam no interior para enganar alunos desavisados Presos na Operação Incautos usavam nome da Esbam no interior e conseguiam arregimentar alunos para cursos sem autorização do MEC. Instituição está sob intervenção judicial A disputa pelo comando da Escola Superior Batista do Amazonas (Esbam) levou à Operação Incautos. Fo...
Zona Franca tem dia decisivo na Comissão de Constituição e Justiça do Senado O senador Omar Aziz disse que a Receita Federal apunhalou a Zona Franca, um modelo que serve de exemplo para o controle do desmatamento na Amazônia. Foto: Divulgação A Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) do Senado decide nesta quarta-feira (20/06) se os decretos leg...
‘Tubarão’ é preso na Comunidade Rio Piorini. Ele era procurado por homicídio cometido em... Foto: Divulgação Cleberton Bezerra Romano, de 24 anos, conhecido como “Tubarão” foi preso na tarde de segunda-feira (18) por homicídio que cometeu em dezembro de 2017, na rua Paxiúba, bairro Santa Etelvina, zona norte de Manaus. De acordo com a Polícia Civil, as equipes d...

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Facebook