Manifestantes fecham a Djalma Batista contra aumento do preço da gasolina.Veja vídeo

🚨AO VIVO🚨 “Grupo vem pra rua” paralisa a avenida Djalma Batista, para protestar contra o aumento abusivo do preço da gasolina.

Posted by Portal do Marcos Santos on Monday, May 21, 2018

Dezenas de motoristas de aplicativos de transporte em Manaus, pessoas ligadas a movimentos sociais e políticos fazem um protesto na avenida Djalma Batista, no fim da tarde desta segunda-feira (21), contra o aumento do preço do litro da gasolina.

A manifestação faz parte de uma mobilização nacional convocada pelas redes sociais. De acordo com a Polícia Militar, cerca de 150 carros fazem parte do protesto. O número de motoristas participantes ainda não foi levantado, mas a expectativa da organização é reunir 400 pessoas.

Foto: David Batista

Lucas Souza, um dos coordenadores do movimento “Vem pra rua”,  explicou que essa manifestação é nacional e eles estão esperando algum representante do Estado ir conversar com eles para tentar diminuir os aumentos abusivos do preço da gasolina.

“Essa mobilização é nacional e está acontecendo em 10 estados, entre eles São Paulo e Rio de Janeiro. Só vamos sair daqui quando o governador Amazonino Mendes ou algum representante vir falar com a gente”, contou Lucas.

Durante a ação, manifestantes fecharam a avenida no trecho com a rua Pará durante cerca de cinco minutos e, depois, liberaram uma das faixas para desafogar o trânsito. Trabalhadores que estão voltando para casa são a favor da manifestação, porém sem atrapalhar o direito de ir e vir das pessoas. “Não pode impedir  e prejudicar o trânsito dessa forma”, reclama Juliane Santiago, funcionária da saúde.

Foto: David Batista

Trânsito

O sentido bairro-Centro da via é o mais complicado e deve ser evitado. No local, motoristas fizeram um “buzinaço”. Um tumulto entre manifestantes e motoristas que aguardam a liberação da via foi registrado. Um carro chegou a avançar em um grupo que tentava bloquear a passagem. Em outro momento, durante o protesto, houve tentativa de assalto a uma linha de ônibus, mas foi impedida pela polícia.

O protesto no local foi até às 19h.  Segundo informações, eles estão a caminho do Aeroporto Internacional Eduardo Gomes para continuar a manifestação.

A Polícia Militar e agentes do Instituto Municipal de Engenharia e Fiscalização do Trânsito (Manaustrans) estão na via para controlar o trânsito.

 

Veja também
Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *