Sexta-feira, 20 de julho de 2018

Programa Diário da Manhã


Ouvir a Rádio Diário Ao Vivo

Oscarino será sepultado na tarde desta segunda, no São João Batista

Foto: Reprodução

O corpo do ventríloquo Oscarino Farias Varjão, 81 anos, criador do boneco Peteleco, considerado Patrimônio Cultural e Imaterial do Amazonas, falecido na noite de domingo (15), será sepultado às 16h30, nesta segunda-feira (16), no cemitério São João Batista, zona Centro-Sul de Manaus. O artista está sendo velado desde às 8h no Palácio Rio Negro, na Sete de Setembro, Centro da capital.

No local, está sendo exibido o documentário “Oscarino & Peteleco”; e uma exposição do acervo pessoal de Oscarino. Também estão previstas uma homenagem do pianista Felício Show e uma missa de corpo presente, realizada pelo padre Amarildo Luciano.

Foto: Reprodução SEC

O ventríloquo morreu após a segunda parada cardiorrespiratória. Ele sofria de câncer e estava internado desde o dia 13 no Hospital 28 de Agosto. A informação é da Secretaria de Saúde do Estado do Amazonas (Susam) e confirmada pelo filho dele, Rafael Varjão em uma rede social.

Fama

Em 14 de novembro de 2000 ele e seu boneco “foram entrevistados”no “Programa do Jô”, da Rede Globo.  E na época foi bastante elogiado pelo célebre apresentador.

Em 2016, Oscarino & Peteleco são Patrimônio Cultural Imaterial de Manaus. O ventríloquo chegou a receber uma homenagem e placa de reconhecimento no salão do Teatro Amazonas.

Personalidades do AM lamentam perda do artista

Centenas de pessoas lamentaram a morte de Oscarino, entre elas algumas personalidades. O secretário de Estado de Cultura, Denilson Novo falou ao Portal do Marcos Santos sobre essa perda irreparável do Estado.

” É com pesar e o coração apertado que compartilho meus sentimentos pelo falecimento, há pouco, de um dos nossos mais expressivos ícones da arte no Amazonas. Nosso querido Oscarino Varjão se foi. Seu talento atravessou gerações e permanecerá sempre presente em nossas vidas e memórias.Oremos pela partida desse grande artista para os palcos do plano superior e também por todos aqueles que ficam, principalmente seus familiares, amigos e fãs.”.

Raimundo Nunes Mahall, mais conhecido como Kid Mahall, produtor, jornalista e ator amazonense comentou em seu facebook a perda do artista:

“Quando um artista parte para o andar de cima é mais um refletor que se apaga, deixando a nossa cultura mais enfraquecida e sem o brilho do talento baré. Até um dia meu amigo Oscarino.”, disse Mahal.

Rosa Maria Malagueta, atriz, também comentou a morte do amigo e querido artista. “Muito difícil falar sobre a morte dele. Gravamos recentemente um programa para Sabrina Sato. Tô muito triste. Hoje mesmo falei com a filha dele sobre a saúde pedindo ajuda que ele tava internado. Tô arrasada. Que pena que nossos artistas não tem o respeito que merecem.Muita saudade, tristeza e revolta”, desabafou.

Odiney Aguiar, ventríloquo criador do Boneco Luizinho, lamentou não ter feito show com Oscarino.” Ele fez parte da minha infância . Não tive contato direto com ele. Gostaria muito de ter feito show com ele mas não tive a oportunidade.”.

Carla Canori, produtora cultural e amiga da família de Oscarino também fez uma homenagem e falou ao PMS.

“Em um momento em que se tentam a todo custo marginalizar a profissão Artista, afirmo que Oscarino Varjão é uma grande referência de persistência e resistência para todos nós que temos o ofício de trabalhadores da cultura. A perda caracteriza uma figura que será eterna na irreverência, no riso e na originalidade do artista que esteve à frente de sua época e que faz parte da estória e infância de muitas gerações. Oscarino & Peteleco para sempre!”

Dênis Thaumaturgo, músico e um dos organizadores do Festival do Pirão também compartilhou a perda do famoso ventríloquo. “Foi uma grande satisfação tê-lo presente na VII Edição do Festival Cultural do Pirão-AM, realizado no conjunto Santos Dumont em 2014. Agradeço imensamente o breve tempo que pude conviver com ele, que será sempre lembrado pelo profissionalismo, talento, sensibilidade e muita alegria!”.

Nota de pesar

A Prefeitura de Manaus, em nome do prefeito Arthur Virgílio Neto e da primeira-dama e presidente do Fundo Manaus Solidária, Elisabeth Valeiko Ribeiro, lamenta o falecimento do artista Oscarino Farias Varjão, 81, e solidariza-se, neste momento de dor, com familiares e amigos do ventríloquo.

O prefeito Arthur Virgílio Neto ressaltou que Manaus e o Amazonas perderam um de seus grandes talentos, dono de humor puro, simples e crítico, que traduzia em sua arte os costumes e valores da terra.

Veja também

Classe artística participa de encontro sobre Lei Municipal de Incentivo à Cultura Foto: Divulgação Uma reunião de esclarecimentos foi realizada na manhã desta quinta-feira (19), pelo Conselho Municipal de Cultura (Concultura), da Prefeitura de Manaus, no Les Artistes Café Teatro, Centro Histórico da capital, com artistas, agentes culturais, empresário...
Duplo homicídio próximo ao Comando Geral da PM, no Petrópolis Foto: Divulgação Aureo Gustavo, de 19 anos, Eduardo Paiva, de 35 anos, foram executados a tiros, na noite desta quinta-feira (19), nas proximidades do Comando Geral da Polícia Militar, na rua Danilo Corrêa, bairro Petrópolis, zona Sul de Manaus. Conforme informações d...
Saiu edital da UFAM com mais de 40 vagas para níveis médio e superior Foto: Arquivo Atenção concurseiros do amazonenses! Foi publicado o edital do concurso da Universidade Federal do Amazonas (Concurso UFAM 2018) nesta quinta-feira (19).  O certame visa o provimento de 42 vagas, 17  para nível médio e 25 para nível superior nos cargos de  ...
Forte odor e couro cabeludo indicam que corpo de turista esteja preso em fenda de caverna no AM Foto: Divulgação CBMAM Após onze dias de buscas, nesta quinta-feira (19), o Corpo de Bombeiros informou que possivelmente a equipe de mergulho tenha encontrado o local onde está preso o corpo da carioca Michelle Moreno, de  22 ano. Ela caiu de uma altura aproximadamente ...
Inpa abre inscrição de processo seletivo de sete cursos de mestrado com 104 vagas disponíveis Foto: Arquivo A Pós-Graduação do Instituto Nacional de Pesquisas da Amazônia (Inpa/MCTIC) abre inscrição para a seleção de sete cursos de Mestrado. Ao todo estão disponíveis 104 vagas. Os interessados devem ser acessar os editais para saber os detalhes dos certames. O ingr...

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Facebook