Sábado, 26 de maio de 2018

Polícia Civil investiga e monta operação para combater pesca ilegal no Lago do Rei, no Careiro da Várzea

No gigante Lago do Rei, polícia monta série de operações para combater pesca ilegal durante a época do defeso. Comunidade pode ter renda de até R$ 1 milhão este ano com pescado. Delegado Guilherme Torres com pescadores. Fotos: Divulgação

O gigantesco Lago do Rei, banhado pelas águas do rio Solimões, é alvo de operações da Polícia Civil para combater a pesca ilegal de peixes dentro do período do defeso.

Equipes de investigadores, sob o comando dos delegados Guilherme Torres e David Jordão, diretor e titular, respectivamente, do Departamento de Repressão ao Crime Organizado (DRCO) e da 34ª Delegacia Interativa de Polícia (DIP) de Careiro da Várzea, fiscalizaram nesta segunda-feira (5) o complexo, formado por 62 outros lagos com enorme potencial pesqueiro no Careiro (distante 25 quilômetros de Manaus).

Alegoria Proibida

De acordo com o diretor do DRCO, a ação fez parte da operação “Alegoria Proibida”, da Secretaria de Estado de Segurança Pública do Amazonas (SSP-AM), que está intensificando os trabalhos policiais na orla de Manaus, em toda a capital e interior do Estado.

“Fomos acionados após representantes da Secretaria Municipal de Meio Ambiente e Sustentabilidade (Semmas) e Secretaria Executiva de Pesca e Aquicultura (Sepa) de Careiro da Várzea receberem delação sobre pesca ilegal e, como estamos realizando operações nos rios, fomos dar suporte à 34ª DIP, no intuito de conscientizar os moradores daquela região sobre o período do defeso”, argumentou.

Conforme Guilherme Torres, do dia 16 a 18 de março será liberada a pesca no Lago do Rei e mais de 500 pescadores poderão sair para pescar durante esses três dias.

Redes de pesca

Quando termina o defeso, espécies como aruanã, matrinxã, sardinha, pirapitinga, pacu e em especial o mapará, voltam a ser fonte de renda da comunidade, que atira suas redes de pesca nas águas do lago.

A expectativa, segundo o diretor do DRCO, é que 300 toneladas de peixes, principalmente Mapará, por ser uma espécie mais abundante nesse período e, também de valor comercial, além de outras espécies protegidas pelo defeso. Com as 300 toneladas, as famílias que vivem da pesca poderão ter um faturamento de até R$ 1 milhão.

Renda

“O intuito da liberação da pesca é render cerca de R$ 1 milhão para a comunidade, superando a pesca do ano de 2017, que gerou lucro de R$ 400 mil com a venda dos peixes. Temos o apoio incondicional do vice-governador e secretário de Segurança Pública do Amazonas, Bosco Saraiva; do delegado-geral da Polícia Civil do Estado, Mariolino Brito, e do diretor do Departamento de Polícia do Interior (DPI), delegado Mateus Moreira, no suporte necessário para a missão”, ressaltou Torres.

A operação contou com o efetivo de policiais civis lotados no DRCO, 34ª DIP, além da presença dos secretários Raimundo José Bindá Passos, da Semmas de Careiro da Várzea, e Aldemir Procópio, titular da Sepa daquele município, visando a realização da pesca de forma sustentável e gerando maior qualidade de vida aos moradores do município.

O Lago

O gigantesco Lago do Rei é um dos maiores mananciais piscosos da região, por isso a euforia dos pescadores. Além do mapará e das outras espécies protegidas pelo defeso, o lago é rico em piranhas, jaraquis e diversas outras menos apreciadas para consumo.

Conta a história que o lago tem esse nome porque na época do império a Coroa Portuguesa mandava buscar nele os quelônios, considerados excelentes, para serem consumidos na Corte.

Veja também

Casal é preso com 5kg de drogas. Homem é braço do traficante “Velasques”, da FDN Durante revista na residência do casal, polícia encontrou 5 kg de drogas no Tancredo Neves. Fotos: Divulgação Após confrontos entre facções criminosas no Tancredo Neves, zona Leste, no último fim de semana, policiais da Secretaria Executiva-Adjunta de Operações (Seaop) i...
DRCO envia interrogatório para presidente de Câmara suspeito de fazer apologia à FDN em vídeo Vereador e presidente da Câmara será ouvido pelo vídeo onde aparece fazendo relação à FDN. Foto: Divulgação O Departamento de Repressão ao Crime Organizado (DRCO) enviou para a Delegacia especializada em Capturas e Polinter (DECP) uma carta precatória com interrogatório ...
Durante revista no CDPM são encontrados 25 estoques e 9 celulares em seis pavilhões. Veja fotos   Estoques artesanais e aparelhos celulares foram encontrados durante revista em seis pavilhões da unidade. Fotos: Aguilar Abecassis/Secom e Claudio Trindade/Seap Vinte e cinco estoques artesanais e 9 celulares foram apreendidos durante revista realizada no Centr...
Inscrições abertas para curso de inclusão digital para terceira idade A Secretaria de Segurança Pública do Amazonas (SSP-AM) está com inscrições abertas para o curso de Inclusão Digital para pessoas idosas. Realizada pelo Departamento de Prevenção à Violência, a qualificação inclui aulas de informática básica e avançada, palestras sobre o E...
Segurança é reforçada no sistema prisional para visitas e SSP-AM retoma Operação “CerberusR... Após a fuga de 35 detentos registrada no CDPM II, Seap e SSP-AM retomaram a Operação "Cerberus" no sistema prisional. Fotos: Divulgação As ações de vistoria e fiscalização no sistema prisional da capital foram reforçadas nos finais de semana, começando nos dias 19 e 20 d...

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Facebook