Pistoleiro da FDN, “Dandan” é preso pela DEHS. Ele é acusado de matar dezenas no bonde do Trem Bala, a mando de João Branco

Delegado Juan Valério e equipe fizeram a prisão de “Dandan”, apontado como um dos pistoleiros do bonde do Trem Bala, comandado por João Branco para eliminar rivais. Foto: Divulgação

Apontado como um dos pistoleiros da facção criminosa Família do Norte e preso por tráfico, Danrley Erik dos Santos, o “Dandan”, foi preso por equipe da Delegacia Especializada em Homicídios e Sequestros (DEHS), sob o comando do delegado titular Juan Valério.

A prisão aconteceu na última terça-feira (16) e “Dandan” será apresentado nesta sexta-feira (19) na DEHS, às 9h30, durante coletiva de imprensa.

Bonde

Segundo Juan Valério, Danrley é um dos pistoleiros integrantes do chamado bonde Trem Bala, ligado ao narcotraficante João Pinto Carioca, o João Branco, um dos líderes da FDN, que cumpre pena no presídio federal de Catanduvas (PR).

Ele é investigado em nove casos de homicídios de processos na DEHS. Conforme o delegado adiantou, “Dandan” é o sexto preso do bando do bonde detido que atuava especialmente na zona Leste.

Ao todo, o Trem Bala é apontado como responsável por mais de 30 mortes e execuções na capital. O grupo é conhecido como bando de extermínio de traidores e rivais da facção, a terceira maior do Brasil.

O infrator responde a processo no Tribunal de Justiça do Estado do Amazonas (TJAM), na 2ª Vara Especializada em Crimes de Uso e Tráfico de Entorpecentes (Vecute), de 2017.

Outros presos

Ano passado foram presos outros dois pistoleiros do bonde, Caio Monteiro Pinheiro, 25, e Everton Pereira de Souza, 24, o “Chulé”.

 

Os crimes seriam todos realizados sob encomenda dos chefes da facção. Em 2017, Danrley foi preso por tráfico de drogas e porte ilegal de arma de fogo de uso restrito, uma pistola calibre .40.

Campana

“Dandan” era o alvo da campana montada pela equipe da DEHS e o delegado Juan Valério no último dia 11, quando precisaram agir em auxílio a uma abordagem a dois infratores armados no bairro Nossa Senhora de Fátima, na zona Leste.

Ao perceber uma dupla armada, policiais do 27° (Distrito Integrado de Polícia) fizeram a interceptação dos suspeitos que fugiram trocando tiros. Como estava mais próximo, o delegado Juan Valério saiu em apoio à perseguição, conseguindo acertar um dos infratores e alcançá-lo pelas ruas do conjunto.

PUBLICIDADE
Veja também
Comentários

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.