Domingo, 15 de julho de 2018

Taxa de mortalidade do câncer de próstata é de 25% e preconceito ainda é o maior problema

A cada 36 minutos, um homem morre no Brasil vítima de câncer de próstata. Segundo dados do Ministério da Saúde, 14.484 homens morreram em decorrência da doença no país em 2015. Chamar a atenção para a necessidade de diagnosticar precocemente esse tipo de câncer, que é o segundo mais comum entre os homens brasileiros, é um dos objetivos da campanha Novembro Azul, realizada pela organização não governamental (ONG) Instituto Lado a Lado pela Vida, em parceria com a Sociedade Brasileira de Urologia (SBU). O mais comum é o câncer de pele não melanoma.

De acordo com a SBU, 20% dos pacientes são diagnosticados em estágios avançados da doença, o que faz com a taxa de mortalidade chegue a 25% dos pacientes. Segundo o coordenador da campanha contra o câncer de próstata no Novembro Azul, Geraldo Faria, o principal motivo para as altas taxas é o preconceito dos homens em fazer o exame de toque retal, fundamental para descobrir a doença.

“Temos dois exames que têm que ser realizados de maneira concomitante, que é o exame do toque, e a realização do exame de sangue, que é o PSA. Esses dois exames, quando associados, me dão uma segurança de mais de 90% em fazer um diagnóstico precoce da doença. Infelizmente, esse preconceito ainda existe. É lógico que ele está se tornando cada vez menor, graças ao trabalho de informação, mas ainda temos muitos homens que se recusam a fazer essa avaliação por conta do preconceito em relação ao exame de toque”, disse o urologista.

Além disso, é importante que haja mais ações governamentais voltadas para a saúde do homem. Uma ação simples, como deixar os postos de saúde abertos no horário noturno poderia ajudar bastante, disse Faria. O homem normalmente é o provedor, o indivíduo que trabalha o dia todo e sai do seu emprego lá pelas 17h ou 18h. E, nesses horários, as unidades básicas de saúde já estão fechadas. É exatamente no horário em que se poderia ter a população masculina procurando os serviços básicos de saúde.”

De acordo com a SBU, a hereditariedade é um dos principais fatores de risco para o câncer de próstata. Homens negros têm até 60% mais chances de ter a doença. A indicação é que os homens procurem um médico especializado para monitorar sua saúde e detectar a doença a partir dos 50 anos. Negros ou aqueles com parentes em primeiro grau com câncer de próstata devem começar aos 45 anos.

Na campanha Novembro Azul, estão previstas palestras e eventos em locais públicos, seminários no Congresso Nacional e divulgação de informação na imprensa e nas redes sociais.

 

Agência Brasil

Veja também

Homem é morto após tentar furar PM com tesoura Foto: Reprodução Um homem, de 24 anos, morreu ao ser atingido por um tiro no peito neste domingo (15),  na rua Paulo Sarmento, bairro Amazonino Mendes, zona Leste. Segundo a polícia, ele teria reagido a uma abordagem e atacou um policial com uma tesoura. O policial re...
Homem é morto durante troca de tiros com a polícia. Ele havia tentado assaltar três pessoas na Cidad... Com ele, a polícia apreendeu um revólver calibre 38. Foto: Divulgação Um homem, ainda não identificado, morreu na noite de sexta-feira (13) após uma troca de tiros com policiais militares, no bairro Cidade Nova, zona Norte de Manaus. Ele tentou assaltar três pessoas ante...
Vem aí: 11ª Mostra de Música Canção da Mata com entrada gratuita. Confira a programação Banda Luneta Mágica. Foto: Divulgação A cidade de Manaus vai receber a 11ª edição da Mostra de Música Canção da Mata, do Sesc Amazonas, nos próximos dias 16 e 17 de julho, a partir das 20h, no palco do Teatro Amazonas, situado na Rua Eduardo Ribeiro, Centro da cidade. O ...
Compras de vestuário a partir de R$ 5? ‘Varal Sustentável’ leva bazar para shopping na z... O Varal Sustentável é apresentado ao público no formato que dá nome ao projeto, ou seja, as peças de calças, bermudas, camisas, sapatos e outros objetos são expostos em um varal à espera dos consumidores.  Foto: Divulgação O fim de semana pode ser uma oportunidade para com...
Fies ofertará mínimo de 155 mil vagas para o segundo semestre, com 50 mil a juro zero Foto: Reprodução O Fundo de Financiamento Estudantil (Fies) ofertará, pelo menos, 155 mil vagas para o segundo semestre de 2018. Desse total, 50 mil oportunidades serão a juro zero. As inscrições para essa edição terão início na próxima segunda-feira, 16, exclusivamente ...

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Facebook