Quarta-feira, 18 de julho de 2018

Programa Diário da Manhã


Ouvir a Rádio Diário Ao Vivo

Hérnia abdominal é agravada por obesidade. Veja como prevenir e tratar

Dor e desconforto na região abdominal, principalmente após um esforço físico, pode significar um sinal de alerta de que algo não vai bem com a saúde. O médico Márcio Cortez, especialista em Cirurgia do Aparelho Digestivo e Cirurgia Bariátrica, explica que a hérnia da parede abdominal em obesos está cada vez mais comum nos consultórios médicos. Aproximadamente 8% dos pacientes candidatos a cirurgia bariátrica apresentam hérnias da parede abdominal. A doença ocorre quando parte de um tecido ou órgão se desloca, através de um orifício, chamado de anel herniário, e invade um espaço indevido do organismo.

“Isso acontece devido ao enfraquecimento do tecido protetor dos órgãos internos do abdômen, resultado de um problema congênito, ou pode estar também associado à obesidade, que deixa a parede abdominal fragilizada”, explica o especialista amazonense, que irá falar sobre o melhor momento para tratar a hérnia da parede abdominal em um dos maiores encontros mundiais de profissionais de cirurgia bariátrica e metabólica, o Obesity Week, que acontecerá no dia 2 de novembro, em Washington (EUA).

O maior perigo da hérnia surge quando há a união de dois fatores: grande volume do órgão deslocado – aumentando o conteúdo no saco herniário – e anel herniário estreito, o que dificulta o vai-e-vem do órgão. Esta situação faz com que o conteúdo fique preso e sujeito a provocar o estrangulamento herniário, que implica na torção das alças intestinais. A torção pode provocar obstrução intestinal, que tem como sintomas as cólicas abdominais e a dificuldade para eliminar gases e fezes.

O médico alerta que o quadro é muito grave e exige cirurgia em caráter de urgência, pois a compressão dos vasos sanguíneos promove a gangrena da alça intestinal torcida e a sua ruptura. Consequentemente, ocorre uma infecção grave que se estende para a cavidade peritoneal, fazendo um quadro de peritonite aguda. Diante disso, a cirurgia é emergencial, pois há risco de morte.

Prevenção

A prevenção da hérnia da parede abdominal passa pelo hábito de ter uma postura ereta, principalmente sempre que for levantar pesos, pela manutenção de um peso saudável, alimentação saudável e a prática regular de exercícios físicos, ajudando a reforçar os músculos abdominais e, principalmente, controlando o peso.

O especialista em Cirurgia do Aparelho Digestivo e Cirurgia Bariátrica ressalta que a obesidade é, sem dúvida, um problema de saúde pública e que vem acompanhado de complicações graves que pioram a condição de vida e podem até matar, como diabetes, hipertensão e a esteatose, mais conhecida como gordura no fígado.

A obesidade atinge um em cada cinco brasileiros, segundo dados do Ministério de Saúde. Para se ter uma ideia, em dez anos, a população obesa no país passou de 11,8%, em 2006, para 18,9% em 2016.

Tratamento

Cortez aponta que, atualmente, não existe, na literatura e nem nos eventos especializados, um consenso sobre o melhor momento para tratar a doença em pacientes obesos, se é antes, durante ou após a cirurgia bariátrica. E, isso é algo que deve ser avaliado pelo médico, pois o paciente já sofre muitas limitações por causa da obesidade e da hérnia.

Durante a avaliação, o especialista deverá levar em conta diversos fatores, entre eles, as características da hérnia e o grau de obesidade. “O paciente pode apresentar uma hérnia pequena que no momento da cirurgia bariátrica posso operar e isso não afetará o tratamento para a obesidade. Entretanto, um procedimento num paciente com Índice de Massa Corpórea (IMC) acima de 50 não é aconselhável, principalmente, se o diâmetro do orifício herniário é maior de oito centímetros, tornando a cirurgia desfavorável e impactando no tratamento dele”, afirmou o cirurgião.

Veja também

Campanha de prevenção das hepatites virais tem início na sexta-feira Será oferecido o serviço de testagem rápida para hepatites B e C nas Unidades de Saúde do município. Foto: Arquivo A Campanha de Combate às Hepatites Virais da Prefeitura de Manaus  começará na próxima sexta-feira (20/7) e vai até 28 de julho e terá foco na intensificação ...
Pacientes do SUS vão receber notificações de consultas pelo celular Foto: Divulgação/ Susam Nova versão do sistema e-SUS Atenção Básica será disponibilizada aos gestores do SUS. Com a atualização, os pacientes irão receber notificações das consultas agendadas nas Unidades Básicas de Saúde (UBS), pelo aplicativo do Ministério da Saúde. ...
Quer economizar na cozinha? Aprenda 12 dicas espertas de especialista amazonense Foto: Reprodução Não é uma tarefa fácil economizar na cozinha diante de tantas opções encontradas na hora da compra. O valor gasto com alimentação representa uma boa parte do orçamento familiar e certos truques tornam-se necessários para encontrar meios de economizar. ...
10° dia: Buscas pela turista que caiu em uma cachoeira continuam em Presidente Figueiredo Foto: Divulgação Nesta quarta-feira (18), o Corpo de Bombeiros entra no 10° dia de buscas pelo corpo da carioca Michelle Moreno, de  22 ano. Ela caiu de uma altura aproximadamente de 12 metros, na cachoeira do Santuário, no Município de Presidente Figueiredo (distante 12...
E sobe de novo: Preço da gasolina volta a custar R$ 4,69 em postos de Manaus Encerrou o período de descontos e promoções nos postos de gasolina em Manaus, segundo o Sindicam. Foto: Arquivo PMS Por mais de um mês com preço da gasolina, em média, de R$ 3,90, voltou a subir para o valor de R$ 4,69, considerado normal pela rede de postos de combustív...

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Facebook