Parcerias públicas e privadas ampliam monitoramento de câmeras e integram serviços de segurança no Estado

A Secretaria de Segurança Pública do Amazonas (SSP-AM) lançou, nesta segunda-feira (30), um pacote inicial de projetos e parcerias que amplia os serviços integrados de órgãos do Estado e empresas privadas, voltados para as áreas de monitoramento de câmeras, reforço nas fiscalizações  dos portos da capital, controle de desastres naturais e do sistema penitenciário e sistema de pronta resposta a mulheres vítimas de violência.

O anúncio foi feito durante a programação do “4° Workshop de Entregas e Refinamento dos Produtos Jogos Olímpicos Rio 2016 – Amazonas”, que iniciou nesta segunda-feira (30) e segue até a quarta-feira (1).

A assinatura do Termo de Cooperação entre as instituições ocorreu no Centro Integrado de Comando e Controle (CICC), localizado avenida André Araújo, bairro Aleixo, zona Centro-Sul da capital, com a participação da SSP-AM, Secretaria de Estado de Administração Penitenciária (Seap), Defesa Civil do Estado do Amazonas, à Secretaria de Justiça, Direitos Humanos e Cidadania (Sejusc), Secretaria de Estado da Fazenda (Sefaz), Secretaria de Estado de Assistência Social (Seas).

Além dos órgãos públicos, também participaram as empresas de iniciativa privada: Rede de Lojas TV Lar, Sindicato das Empresa de Segurança de Vigilância da Empresas Privadas (Sindesp) e a Agência Bancária Itaú.

O secretário de Segurança Pública, Sérgio Fontes, ressalta a integração dos serviços como soluções integradas, principalmente em tempos de crise econômica.  “Em momentos como esses em que os recursos financeiros estão escassos, é necessário encontramos soluções integradas que consigam atender as necessidades da segurança pública”, enfatizou.

Sérgio Fontes também explica que a ampliação da capacidade de monitoramento em diversos pontos da cidade, reforça as ações de segurança e aumenta o tempo resposta das polícias. “Nós temos 262 câmeras que são do sistema, com as parcerias aglutinamos mais 170, se conseguirmos chegar a mil câmeras, todos serão utilizadas com a finalidade de proteger o cidadão” conclui.

Segundo o secretário-executivo-adjunto de Planejamento e Gestão Integrada, Dan Câmara, as novas estratégias reafirmam o modelo de integração no Centro Integrado de Comando e Controle Regional (CICC-R). “Estamos ampliando os serviços oferecidos. A Defesa Civil, por exemplo, irá acompanhar e emitir os Boletins de ocorrências climatológicos, acompanhamento do clima e ações de segurança para prevenir catástrofes naturais”.

 

PUBLICIDADE
Veja também
1 comentário

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

  1. Rafael disse:

    Concursados de 2015 (320 aprovados) sendo preteridos!

    Há cerca de 800 temporários/terceirizados e nada de chamarem os concursados!

    E para mais câmeras, mais terceirizados serão necessários!