Visto EB5 é oportunidade para sair do Brasil e ir morar nos EUA

eua_green card

A crise econômica enfrentada no Brasil hoje é um dos motivos que tem estimulado muitos brasileiros a morar, investir, trabalhar, tirar férias ou mesmo em tentar novas oportunidades no exterior. Prova disso é o crescente número de brasileiros que decidem sair de vez do país. Segundo dados da Receita Federal, entre 2011 e 2015, as solicitações da Declaração de Saída Definitiva do país aumentaram 67%, sendo que, em 2011, 7.956 declarações foram recebidas e, em 2015, o número aumentou para 13.288 pedidos de migração definitiva.

Para quem busca novas oportunidades, os Estados Unidos abrem oportunidades para investidores estrangeiros morarem no país. Através do Programa de Vistos EB5, é possível obter um visto permanente para viver nos Estados Unidos, o chamado Green Card. “Com o green card é possível matricular os filhos em escolas americanas, pagar impostos e viver como um cidadão americano”, explica Ingrid Baracchini, advogada de imigração.

Para quem deseja investir no EB5, uma nova oportunidade está na construção do estádio do Orlando City, time do brasileiro Kaká. Para tanto é possível comprar uma das cotas que custam no mínimo US$ 500 mil e receber o visto de investidor. “Após realizar o investimento, o empresário recebe o visto EB5 que é válido por dois anos nos EUA”, explica a advogada de imigração.

Como investir

Para obter o EB5, é preciso desembolsar 500 mil dólares em um novo negócio. Nesse caso, o empresário investe em um “regional center” (que administra projetos de investimento) e recebe o visto EB5, que é válido por até 2 anos. Se o projeto investido demonstrar que gerou, no mínimo, 10 empregos, o empresário terá o direito de trocar o EB5 por um Green Card, que terá validade por 10 anos e, após 5 anos, poderá se naturalizar como cidadão norte-americano.

Para dar início a esse processo de investimento nos EUA é preciso ter US$ 500 mil (período da criação da empresa até a obtenção do documento definitivo). Se o investimento der certo, essa quantia é devolvida ao investidor depois, entre cinco e sete anos.

 

Veja também

Manaus vai sediar encontro da ANS sobre regulação de Planos de Saúde A Agência Nacional de Saúde Suplementar (ANS) está preparando mais uma edição do Encontro ANS, evento direcionado aos agentes do setor para discutir temas relacionados à regulação do mercado de planos de saúde. A atividade ocorrerá nos dias 21, 22 e 23 de novembro, em Ma...
Amazonas é destaque no encerramento da COP23, na Alemanha  O “Amazonas for the planet program”, lançado pelo Governo do Amazonas na 23ª Conferência das Nações Unidas sobre Mudança Climática (COP23), em Bonn, na Alemanha, foi destaque nesta sexta-feira (17/11), no encerramento do evento. Com a participação de 197 países empenhad...
Governo do Amazonas inicia processo de licitação para construir três novos presídios no interior do ... Foto: Stéfany Seixas/ SeapPor determinação do governador Amazonino Mendes, a Secretaria de Estado de Administração Penitenciária (Seap) encaminhou à Comissão Geral de Licitação (CGL) processos para abertura de certame visando a contratação de empresas especializad...
Uma surpresa Eis senão quando, vejo-me “autor”. Conto como ocorreu o fenômeno: agindo à sorrelfa, numa trama digna de “thriller” cinematográfico, meus quatro filhos reuniram alguns destes escritos que eu cometo semanalmente, convenceram uma editora e publicaram o conjunto em forma de um ...
Arthur defende liberação da maconha, homossexuais e privatização. E pode renunciar em abril Arthur está de boltanao belho estilo que polemiza e inquietaA Revista Exame, da Editora Abril, coloca o prefeito Arthur Virgílio entre os que renunciarão em abril de 2018. O jornal espanhol El País é mais contundente. Mostra um Arthur que defende da privatização total à...

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Facebook