Arquidiocese de Manaus e Prefeitura fecham parceria para combater febre chikungunya

A Arquidiocese de Manaus e a Secretaria Municipal de Saúde (Semsa) estabeleceram uma parceria para a execução de um plano de combate à febre chikungunya, que vai informar à população e garantir o controle da doença. Desde outubro de 2014, foram registrados seis casos de febre chikungunya em Manaus,  porém todos de pessoas provenientes de outros países, a maioria da Venezuela.

O secretário municipal de Saúde, Homero de Miranda Leão Neto, ressalta que a parceria com a Arquidiocese de Manaus se soma a diversos esforços da Prefeitura de Manaus para combater a febre chikungunya, doença transmitida pelo mosquito Aedes aegypti, o mesmo que transmite a dengue. “O controle da chikungunya, assim como no caso da dengue, só pode ter resultados positivos com a mobilização de toda a sociedade e com ações intersetoriais, incluindo o poder público, as empresas, escolas e igrejas”, destacou.

dengue

A febre chikungunya é transmitida pelo mosquito Aedes aegypti, o mesmo que transmite a dengue.

Nesta terça-feira, 3, acontecerá uma mobilização na Igreja Nossa Senhora de Aparecida, no bairro Aparecida, das 8h às 20h, para sensibilizar os fiéis que participam da novena. Durante a ação, profissionais dos Distritos de Saúde Sul, Oeste e Rural realizarão ações educativas apresentando o ciclo evolutivo do mosquito, com jogos educativos e distribuição de folderes informativos. No dia 19 de março, também haverá uma grande mobilização no Centro Cultural Povos da Amazônia para marcar o Dia de São José.

Ainda como parte da programação, a Semsa promoveu, no último sábado, 28 de fevereiro, um simpósio para multiplicadores de informações sobre a prevenção e combate ao Aedes aegypti, reunindo 150 agentes da Pastoral da Saúde.

Doença

A diretora do Departamento de Vigilância Ambiental e Epidemiológica (Devae/Semsa), Angélica Tavares, explica que a febre chikungunya é uma doença causada por um vírus do gênero Alphavirus transmitida por mosquitos do gênero Aedes, sendo o Aedes aegypti e o Aedes albopictus os principais vetores.

“A população deve ficar alerta aos sinais e sintomas, que são parecidos com os da dengue: febre alta de início repentino (acima de 38,5 graus), dores intensas nas articulações e inchaço, dores de cabeça, dores nos músculos, manchas vermelhas na pele. A maior diferença dos casos de dengue é que nos casos de chikungunya o paciente pode continuar com alguns sintomas durante meses ou até anos”, alertou Angélica Tavares.

Desde o início do alerta para a doença no Brasil, a Semsa vem realizando ações para conter a propagação da chikungunya, com a investigação epidemiológica dos casos suspeitos, realizando os bloqueios mecânicos e químicos do mosquito e ações de educação em saúde. O trabalho é reforçado nas áreas da cidade onde há o registro de casos suspeitos, reduzindo as chances de transmissão da doença.

No Brasil, o Ministério da Saúde já registrou 3.867 casos suspeitos, 2.776 confirmados, sendo 100 casos importados, todos provenientes do exterior. Em Manaus, apenas seis casos foram identificados e a Semsa ainda aguarda o resultado laboratorial de 18 casos suspeitos.

Veja também

Azul desmente no Twitter notícia sobre queda de avião com 80 passageiros #fakenews A Azul Linhas Aéreas desmentiu um boato fortemente disseminado em grupos de WhatsApp e FaceBook esta noite (21/02). Um avião da empresa, partindo de Belém a caminho de Cuiabá (MT), teria caído com 80 passageiros. "Informamos que nossas operações seguem normalmente, sem incid...
Luiz Castro reforça denúncia contra empresas terceirizadas da área de Saúde O deputado Luiz Castro disse que há servidores sem receber salários há quatro meses. Foto:O deputado Luiz Castro (Rede) voltou a denunciar nesta quarta-feira (21) as empresas contratadas pelo Governo do Estado para prestar serviços aos hospitais de Manaus e que atrasam ...
Seis de 10 vetos do governo são derrubados em votação na Assembleia Legislativa Na pauta de votação constavam 17 matérias, sendo dez vetos do Governo do Estado. Foto: Aleam/DivulgaçãoCom uma pauta onde constavam 17 matérias – sendo dez vetos do Governo do Estado a matérias aprovadas em plenário no final do ano passado e sete Projetos de Lei de auto...
Moradores denunciam comércios irregulares no condomínio Cidade Jardim Comércios de estivas funcionam no conjunto residencial. Foto: DivulgaçãoMoradores do condomínio residencial Cidade Jardim, localizado na avenida Constantino Nery, bairro Chapada, zona centro-sul de Manaus, denunciam que no local funcionam diversos estabelecimentos comer...
Embrapa oferece cursos gratuitos de produção de banana e cultivo de tambaqui A Embrapa Amazônia Ocidental oferece dois cursos gratuitos durante o mês de março. Foto: DivulgaçãoCom o objetivo de capacitar tecnicamente produtores e técnicos de Assistência e Extensão Rural (Ater), a Embrapa Amazônia Ocidental oferece dois cursos gratuitos durante o...

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Facebook