Justiça devolve bens de Elizabeth Valeiko, após inocência de filho na morte de engenheiro

Foto: Divulgação/Semcom

Por meio da Ministério Público do Estado do Amazonas (MPAM), o promotor Marcelo de Salles Martins, da 14ª Promotoria de Justiça de Manaus, recomendou que a empresária Elisabeth Valeiko Ribeiro seja restituída da quantia de R$ 6.640,00 e US$ 100, além do celular modelo Iphone 11 Pro Max da marca Apple.

Os bens foram apreendidos durante uma operação que investigava a morte do engenheiro Flávio Rodrigues dos Santos, ocorrida em setembro de 2019.

Segundo o promotor Marcelo Martins, a empresária “sequer configura como ré nos autos do processo que apura a morte de Flávio”. “O transcorrer temporal, aliado aos objetos requeridos, evidencia a ausência da necessidade de manutenção dos bens apreendidos em busca pessoal”, acrescenta.

O homicídio do engenheiro Flávio aconteceu no dia 29 de setembro de 2019 após uma festa na casa do filho da ex-primeira-dama de Manaus.

Segundo informações da polícia, os presentes na festa estavam bebendo e consumindo drogas quando uma discussão começou. O engenheiro foi esfaqueado e morreu.

O corpo foi encontrado no dia seguinte no bairro Tarumã, próximo ao local do evento. Cinco pessoas respondem a processos sobre o caso pelos crimes de homicídio triplamente qualificado, tentativa de homicídio, ocultação de cadáver, fraude processual e denúncia caluniosa.

PUBLICIDADE
Veja também
Comentários

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.