Primeira fase do Parque Aquático de Alto Rendimento é inaugurada na Vila Olímpica de Manaus

A estrutura vai servir para o treinamento de competidores e sede de eventos da modalidade. Foto: Divulgação/Secom

Uma breve competição entre crianças e adolescentes de projetos esportivos realizados na Vila Olímpica de Manaus marcou a entrega da primeira fase do Parque Aquático de Alto Rendimento do Amazonas, nesta segunda-feira (27/6). O equipamento inaugurado pelo governador Wilson Lima vai servir para o treinamento de competidores e sede de eventos da modalidade, e o primeiro é o Campeonato Estadual de Natação, em julho.

Com a entrega da estrutura, agora o projeto de incentivo à natação segue para a próxima etapa, que é a formação de crianças e adolescentes para se tornarem atletas profissionais. É com essa proposta que será lançada a Escola de Natação Avançada, adiantou o governador. O projeto deve começar a selecionar os interessados nas próximas semanas.

“A piscina estava ali em um imbróglio para ser montada. Foi um compromisso que assumi, em 2018, e que agora nós entregamos. Tem uma importância superior, que é a oportunidade para jovens desportistas desenvolverem os seus talentos, porque além de uma piscina de competição, é uma piscina de treinamento”, disse Wilson Lima.

Competições nacionais

O Parque Aquático de Alto Rendimento é administrado pela Fundação Amazonas de Alto Rendimento (Faar) e a meta do governador é que o local atraia competições nacionais da modalidade.

“A gente já vai ter agora, em julho, a primeira etapa do Campeonato Estadual. Estamos trabalhando para que venha, para cá, a primeira etapa ou uma das etapas do campeonato Norte-Nordeste de Natação”, disse Wilson Lima, acompanhado do diretor-presidente da Faar, Jorge Elias.

Legado

A piscina da Vila Olímpica é um legado dos jogos olímpicos Rio 2016. A estrutura mede 25 x 50 metros, com dois metros de profundidade, toda de aço inoxidável e pré-moldada, apresentando uma das tecnologias mais modernas para uma piscina. Na atual temporada, o espaço já recebeu o Campeonato Amazonense de Natação 2022, onde foi estabelecido novos recordes para a natação amazonense.

O nadador Caio Arcos, de 17 anos, voltou de uma competição mundial na França e já visualiza o dia em que poderá nadar em grandes campeonatos dentro de casa.

“Esse parque aquático é uma estrutura incrível, que a gente não vê no Norte do país e que vai proporcionar grandes resultados para a natação amazonense, para a nova geração que está vindo aí. A gente pode treinar, pode competir e isso me traz muita felicidade”, afirmou o estudante.

PUBLICIDADE
Veja também
Comentários

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.