Obra ‘Onça Manaó’, de Juarez Lima, é destaque na reforma da Praça do Barcelona, na zona Leste

A Praça do Barcelona foi entregue pela Prefeitura de Manaus neste sábado (26/3). Foto: Divulgação/Antonio Pereira/Semcom

A Praça do Barcelona, na avenida Cosme Ferreira, entre os bairros São José e Zumbi dos Palmares, na zona Leste, foi entregue reformada aos moradores pelo prefeito de Manaus, David Almeida, e o titular da Secretaria Municipal de Limpeza Urbana (Semulsp), Sabá Reis, neste sábado (26/3).

O local ganhou a obra “Onça Manaó”, produzida pelo artista Juarez Lima de Jesus, um monumento artístico que exalta a onça-pintada. Também foram feitos serviços pela Semulsp de pintura, paisagismo, recuperação de bancos e calçadas.

O prefeito David Almeida destacou que a intenção da Prefeitura de Manaus é chegar em todos os espaços públicos para revitalizá-los, e que em outras praças serão instalados outros monumentos para exaltar a fauna amazônica, como o tucano, o sauim-de-coleira, o jacaré, a arara e a vitória-régia.

“São praças, trevos e rotatórias que a gente passa e tem uma referência, e que antes não eram bem cuidados. Hoje, com o trabalho da Semulsp, na pessoa do Sabá Reis, são bem vistos pela população, ou seja, essa secretaria mudou a cara da cidade de Manaus. Muitos espaços como esse foram revitalizados, trazendo cor e vida para a cidade”.

A Semulsp realizou serviços de pintura, paisagismo, recuperação de bancos e calçadas da praça. Foto: Divulgação/Antonio Pereira/Semcom

Segundo o titular da Semulsp, Sabá Reis, as reformas foram necessárias para promover qualidade de vida à população que utiliza o local. “Essa praça é do mesmo padrão que a Semulsp tem feito em toda a cidade. Mas essa aqui tem um simbolismo, porque foi a primeira que me chamou à atenção em relação à zumba, onde a comunidade se reúne e nós víamos essa necessidade de revitalizar o local. Ficou linda, recuperada e com o monumento do Juarez”.

O artista Juarez Lima de Jesus, autor da “Onça Manaó”. Foto: Divulgação/Antonio Pereira/Semcom

Conscientização ambiental

A obra “Onça Manaó” mede 2,5 metros de altura e 7 de comprimento, e representa a arte, a sustentabilidade e a conscientização ambiental. “Expressão máxima da guardiã da nossa floresta, a Onça Manaó está aqui com um olhar sereno, respeitoso, mas também, com este monumento, começa uma interação entre o homem e a natureza, que encanta a população e leva a mensagem de preservação”, explicou o artista responsável pela criação do monumento, Juarez Lima de Jesus.

PUBLICIDADE
Veja também
Comentários

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.