Serviço de Apoio Emergencial à Mulher atenderá normalmente durante o Carnaval

O Sapem Centro-Sul fica na avenida Mário Ypiranga Monteiro, atrás da Delegacia Especializada em Crimes Contra a Mulher, no conjunto Eldorado. Foto: Divulgação/Sejusc

Para combater a violência contra a mulher durante o período do Carnaval, a Secretaria de Justiça, Direitos Humanos e Cidadania (Sejusc), por meio da Secretaria Executiva de Políticas para Mulheres (SEPM), reforça o atendimento no Serviço de Apoio Emergencial à Mulher (Sapem) Centro-Sul, na avenida Mário Ypiranga Monteiro, conjunto Eldorado, atrás da Delegacia Especializada em Crimes Contra a Mulher (DECCM), bairro Parque Dez, zona Centro-Sul.

Por ser um serviço emergencial, o Sapem Centro-Sul funciona 24 horas, com atendimento e acolhimento provisório para mulheres em situação de violência doméstica. Se houver alguma situação de abuso e violência, a unidade conta com uma equipe plantonista para acolher a vítima.

“Vamos continuar atentos a qualquer tipo de abuso contra as mulheres, principalmente durante o Carnaval, quando costumamos reforçar a campanha do ‘Não é Não’. O Governo do Amazonas está atento a todo tipo de denúncia de violência ou abusos realizados contra as mulheres durante este Carnaval”, diz a secretária titular da Sejusc, Mirtes Salles.

Rede de proteção

Com o projeto Nova Rede Mulher, a Sejusc oferece serviços de combate e enfrentamento à violência de gênero, além de encaminhar as vítimas para os órgãos responsáveis.

Além do Sapem, a rede conta com o Centro Estadual de Referência e Apoio à Mulher (Cream), que realiza acompanhamento social e psicológico de mulheres em situação de violência doméstica e familiar, e atendimento jurídico realizado pelo Núcleo de Defesa da Mulher (Nudem), da Defensoria Pública do Estado do Amazonas (DPE-AM).

O Nova Rede Mulher possui também a Casa Abrigo Antônia Maria Nascimento Priante (CAANP), que é voltada para mulheres com risco iminente de morte, após passarem pelo Sapem. Outro recurso para emergências é o aplicativo “Alerta Mulher”, desenvolvido pela Secretaria de Segurança Pública (SSP-AM), em parceria com a Sejusc, e tem como objetivo ser um canal para mulheres vítimas de violência pedirem socorro da polícia.

Para prestar serviços especializados à mulher, o Ônibus da Mulher realiza atendimentos sociais gratuitos e orientações sobre violência doméstica e direitos das mulheres.

Atendimento

Os demais serviços da Sejusc, como Pronto Atendimento ao Cidadão (PAC), Centro Integrado de Proteção e Defesa da Pessoa Idosa (Cipdi) e Secretaria Executiva da Pessoa com Deficiência (SePcD), retornam na quinta-feira (3/3).

PUBLICIDADE
Veja também
Comentários

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.