Prefeitura de Manaus inicia vacinação de crianças quilombolas contra a Covid-19

Crianças de 5 a 11 anos do quilombo Barranco de São Benedito, localizado na Praça 14 de Janeiro, zona Sul da capital, começaram a ser vacinadas contra a Covid-19 em ação itinerante da Prefeitura de Manaus. Um ponto de vacinação foi montado na comunidade pela Secretaria Municipal de Saúde (Semsa), nesta terça-feira, 25/1, para o atendimento exclusivo das 37 crianças integrantes do quilombo.

Crianças quilombolas e indígenas fazem parte do segundo grupo infantil com prioridade para a imunização contra a Covid-19, conforme recomendação do Ministério da Saúde. Em Manaus, o grupo está sendo vacinado com os demais grupos, estratégia adotada no pela prefeitura no início da semana, para avançar na cobertura vacinal do público infantil.

A secretária municipal de Saúde, Shádia Fraxe, acompanhou a vacinação das crianças quilombolas e reforçou, novamente, a necessidade de os pais confiarem na vacina e levarem seus filhos para vacinar. “Estamos avançando na campanha, com todos os recursos possíveis, e esperamos que os pais façam a sua parte, porque vacinar é um ato de amor e responsabilidade”, enfatizou.

Shádia disse que a partir da próxima semana, a prefeitura deve incluir a CoronaVac na vacinação pediátrica. “As equipes de vacinadores do município já estão em treinamento e os estoques estão sendo revistos para que a gente possa oferecer os dois imunizantes e acelerar ainda mais a vacinação na nossa cidade”.

 Gratidão 

 A comunidade Barranco de São Benedito foi o segundo quilombo urbano certificado no país e há mais de cem anos reúne descendentes quilombolas.

Fabiane Fonseca foi uma das mães da comunidade que logo cedo foi ao ponto de vacinação temporário, instalado na sede da União dos Escoteiros do Brasil, para vacinar Maria Beatriz Fonseca, de 10 anos. Emocionada, ela manifestou gratidão à oportunidade de imunizar a filha e mandou um recado aos pais. “A gente precisa acreditar na vacina e lembrar que as crianças são o nosso futuro. Se você ama seus filhos, vacine-os”, enfatizou.

Desde a abertura da campanha para o público infantil foram aplicadas 1.290 doses da vacina pediátrica. Além dos quilombolas (integrantes de grupo 2, ao lado dos indígenas), atendidos por equipes itinerantes, a Semsa segue vacinando, nos quatro pontos exclusivos para o público infantil, o grupo prioritário 1 (crianças com comorbidades e deficiências) e as crianças de 11 anos da população geral.

A vacinação dos indígenas não aldeados e das crianças de instituições de longa permanência, como abrigos e orfanatos, vai ocorrer nos próximos dias de acordo com calendário de visitas, em fase de elaboração pela Divisão de Imunização da Semsa.

Os quatro pontos fixos de vacinação do público infantil são o Parque Cidade da Criança, na zona Sul; o Clube do Trabalhador-Sesi, na zina Leste; e o Centro de Convivência Magdalena Arce Daou, na zona Oeste, onde o atendimento vai das 9h às 16h. Além desses, a vacina está disponível no shopping Manaus Via Norte, na zona Norte, das 10h às 16h.

Mais informações sobre a campanha de vacinação pediátrica contra a Covid-19 podem ser conferidas no site da Semsa (semsa.manaus.am.gov.br) e nas redes sociais oficiais (@semsamansus, no instagram e Semsa Manaus, no facebook).

PUBLICIDADE
Veja também
Comentários

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.