Homem é executado após ser torturado em comunidade de Presidente Figueiredo

A vítima foi morta na madrugada de hoje (15), na comunidade São Jorge, no ramal da Morena, e estava com mãos e pernas amarradas. Foto: Divulgação

Márcio Alves Leal, 30, foi morto a tiros neste sábado (15), na comunidade São Jorge, no ramal da Morena, no município de Presidente Figueiredo (distante 126 quilômetros de Manaus). Segundo moradores, Márcio foi torturado e morto a tiros durante a madrugada. Ele foi encontrado com mãos e pernas amarradas, e também estava com uma tornozeleira eletrônica, o que indica que era detento do regime semiaberto.

Segundo o delegado Valdinei Silva, titular da 37ª Delegacia Interativa de Polícia (DIP), familiares da vítima informaram que o indivíduo estava morando na casa da sua irmã na comunidade há oito meses. A mudança aconteceu porque ele já havia se envolvido em um suposto desentendimento com alguns moradores de Manaus e, para a proteção de Márcio, os parentes acharam melhor ele passar uma temporada na comunidade.

A polícia investiga se o homicídio pode ter relação com essa confusão de Manaus, mas afirma que ainda não pode dar detalhes para não atrapalhar as investigações.

PUBLICIDADE
Veja também
Comentários

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.