Atriz Ana Elisa Mattos assume direção de espetáculo estrelado pela amazonense Marcella Bártholo

Atriz Ana Elisa Mattos assume direção de espetáculo estrelado pela amazonense Marcella Bártholo

Prestes a estrear temporada no Teatro Liberdade, em São Paulo, o espetáculo “Brilha La Luna” passou a ser dirigido pela atriz Ana Elisa Mattos, que apesar de ter feito carreira, em geral, no teatro, coleciona no currículo experiências na televisão, no streaming e no cinema. O musical “Brilha La Luna”, é estrelado pela cantora e atriz amazonense Marcella Bártholo, e estará em cartaz na capital paulista entre os dias 24 e 31. As vendas de ingressos já começaram, pela internet, através da plataforma Sympla.

“O espetáculo conta com uma superprodução e é inspirado nas canções do grupo Rouge, sucesso no Brasil no início dos anos 2000”, informou Marcella, que revela que a expectativa é trazer em breve o espetáculo para uma temporada na região Norte.

Marcella conta que é emocionante voltar a São Paulo, que é considerado o polo do teatro musical no Brasil. “Vai ser uma honra estar num palco onde já passaram musicais premiados e muito renomados. A expectativa é que o público sinta a magia do teatro novamente”, destaca a atriz.

Atriz

A amazonense ganhou o papel, na época, após vencer o reality “Be A Star!”, em 2019. A competição envolveu a participação de mais de 200 meninas de todo o País. A escolha final foi através do voto popular. Marcella recebeu mais de 40 mil votos.

O “Brilha La Luna” é de autoria de Juliano Marceano, autor do musical Castelo Rá-Tim-Bum e da adaptação de “Menino Maluquinho” para o teatro. E foi idealizado pelo ator Diego Montez, que já participou de musicais importantes, como “Noviça Rebelde”, “Cazuza – Pro Dia Nascer Feliz”, “Chacrinha – o Musical”, “2 Filhos de Francisco” e “Rock of Ages”.

A apresentação conta a história da jovem Luna, que viveu toda sua vida na comunidade de Aserejé, refúgio hippie criado por seus pais, escondido das grandes metrópoles. Ela vive uma vida tranquila, mas ao completar 18 anos, se vê órfã e sente que falta algo em toda aquela perfeição. A história ganha outros contornos quando a personagem se apaixona por um cantor recém-chegado à comunidade hippie, é abandonada pelo astro da música e é encorajada a ir atrás dele na cidade grande, onde encontra diversos desafios para se estabelecer frente às diferenças de comportamento.

PUBLICIDADE
Veja também
Comentários

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.