Visa Manaus interdita distribuidora de medicamentos no bairro Japiim

A distribuidora apresentava problemas no armazenamento e conservação de medicamentos. Foto: Divulgação/Semsa

Uma distribuidora do ramo farmacêutico foi interditada pela Vigilância Sanitária da Prefeitura de Manaus (Visa Manaus), no bairro Japiim, zona Sul, por problemas no armazenamento e conservação de medicamentos. A ação de fiscalização aconteceu na noite desta sexta-feira (26), após denúncia registrada na Ouvidoria da Visa Manaus.

No local, a equipe de fiscais da Gerência de Vigilância de Produtos (GVPRO), junto com representantes do Conselho Regional de Farmácia (CRF-AM), constatou irregularidades na acomodação de medicamentos, contrariando as normas sanitárias vigentes.

O diretor da Visa, Ewerton Wanderley, reforçou a importância da ação que classificou como uma conquista da sociedade manauara. “Graças à colaboração da população, que formalizou a denúncia que motivou a inspeção da Visa Manaus, pudemos agir para assegurar que uma grande quantidade de medicamentos, que seria distribuída e comercializada entre essa mesma população, passasse por uma revisão rigorosa do processo de armazenamento e conservação, evitando que produtos avariados ou contaminados provocassem riscos à saúde”, afirmou.

No local, a equipe constatou o excesso de produtos dividindo o mesmo espaço, controle de temperatura irregular, limpeza e sanitização deficientes, e ausência de profissionais farmacêuticos para prestar informações no momento da inspeção. De forma mais grave, o estoque da distribuidora apresentava alguns produtos sem as informações básicas de rastreio comercial.

Foto: Divulgação/Semsa

Interdição temporária

Por todos esses problemas, as fiscais lavraram um auto de infração que levou à interdição temporária da distribuidora, que terá um prazo de três dias úteis para apresentar a defesa sobre as infrações encontradas. A empresa também deve realizar a readequação de sua estrutura e procedimentos às normas sanitárias, para poder voltar a comercializar seus produtos.

“A fiscalização rigorosa de medicamentos é uma medida de grande importância em qualquer momento, e tanto mais nessa situação de pandemia da Covid-19, em que esses produtos fazem uma diferença crucial para a saúde e sobrevivência dos usuários”, explicou a farmacêutica e fiscal da Visa Manaus, Luciana Don.

“A resposta rápida a essa denúncia, mais do que um compromisso da Vigilância Sanitária Municipal, é uma necessidade vital da população”, afirmou o gerente da Vigilância de Produtos da Visa Manaus, Ricardo Celestino.

Denúncias

A população de Manaus pode denunciar irregularidades sanitárias relativas a produtos e serviços por meio da Ouvidoria da Visa Manaus, no número (92) 98842-8481, ou pelo e-mail [email protected].

PUBLICIDADE
Veja também
Comentários

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.