Samel anuncia 13 altas, sem óbito e com diminuição dos internados. Hospital de campanha terá 150 leitos

Samel anuncia 13 altas

Samel anuncia 13 altas, sem que hospital tenha registrado nenhuma morte, no primeiro dia de queda no número de internados. Diretor-técnico Daniel Fonseca (foto) fez o anúncio

Pela primeira vez, desde que começou a crise do Covid-19, o hospital Samel anuncia, nesta quarta (08/04), a diminuição do número de internados. “Foram de 46 para 39, graças a 13 altas. São pacientes liberados para casa”, comemorou o diretor-técnico do hospital, médico Daniel Fonseca. O hospital, até agora, não registrou nenhum óbito.

“O número de internados só aumentava. A gente conseguiu virar esse jogo e isso é motivo de muita alegria”, disse o diretor-administrativo do hospital, Luís Alberto Nicolau.

“Os pacientes chegam com problemas respiratórios graves e até psicológicos. Começou a haver a impressão de que estar com o Coronavírus é uma sentença de morte. Nós estamos mostrando que não é assim”, disse Daniel.

 

Hospital de campanha

O hospital de campanha, anunciado pelo prefeito Arthur Virgílio, que inicialmente teria 100 leitos, será de 150 leitos. O anúncio foi feito por Daniel. Arthur anunciou a convocação de 400 profissionais de saúde para essa unidade e como reforço ao hospital Nilton Lins, que será administrado pelo Governo do Estado.

O local para construção da unidade fica localizado próximo ao bairro Santa Etelvina, na Zona Norte de Manaus. Vistoria e trabalhos de instalação já estão em andamento, assim como a compra do material para internação, como as camas.

A construção atende à necessidade provocada pela proximidade do pico do Covid-19 na capital amazonense. O Amazonas tem 14 cidades com pessoas infectadas, 30 óbitos e 804 casos confirmados da infecção. “Estamos na curva alta do vírus. Precisamos manter o isolamento. Isso é imprescindível. Uma pessoa pode transmitir para outras três”, disse a diretora da Fundação de Vigilância em Saúde (FVS), Rosemary Costa Pinto.

Manacapuru tem agora 28 infectados e colocou em alerta o sistema estadual de saúde. O Governo do Estado anunciou que, a partir desta quinta, a ponte sobre o rio Negro, jornalista Phelippe Daou, terá a passagem restringida. Somente veículos com cargas, como víveres e combustível, poderão passar.

Veja, abaixo, a íntegra do vídeo do diretor-técnico da Samel:

[KGVID]https://s3.amazonaws.com/img.portalmarcossantos.com.br/wp-content/uploads/2020/04/08190223/samel-altas-internados_1.mp4[/KGVID]

PUBLICIDADE
Veja também
Comentários

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.