Domingo, 27 de maio de 2018

Mulher é presa acusada de aplicar golpes em mais de 200 pessoas com financiamento de carros. Prejuízo estimado é de meio milhão

Cyntia trabalhava em duas empresas do ramo de financiamento de veículos e com o crime é acusada de ter enganado mais de 200 pessoas. Fotos: Divulgação PC-AM

A consultora comercial Cyntia Valéria Belo Pereira, 44, foi detida em cumprimento a mandado de prisão preventiva pelo crime de estelionato, nesta quarta-feira (25), durante a operação “Parcela do Impostor”.

A ação foi deflagrada pela Polícia Civil do Amazonas, por meio da equipe de investigação da Delegacia Especializada em Crimes contra o Consumidor (Decon), sob o comando do delegado titular da unidade policial, Eduardo Paixão, deflagrou.

A mulher trabalhava em duas empresas do ramo de financiamento de veículos e causou prejuízo estimado em R$ 500 mil em cerca de 200 clientes. Ao longo dos trabalhos, os policiais civis também apreenderam documentos que comprovam os golpes.

Shopping

Conforme o titular da Decon, em cumprimento a mandado de busca e apreensão, expedido no dia 11 de abril deste ano, pelo juiz Eliezer Fernandes Júnior, da 2ª Vara Criminal da Comarca de Manaus, a ação aconteceu nas duas empresas que a mulher trabalhava, situadas no mesmo lugar, em um shopping na avenida Djalma Batista, bairro Chapada, zona centro-sul da capital.

Publicidade enganosa

Segundo o titular da especializada, as referidas empresas atraíam as vítimas por meio de publicidade enganosa, onde prometiam, por meio de anúncios, a redução de parcela de financiamento de automóvel em 50%.

Com isso, a vítima efetuava o pagamento e posteriormente descobria que o boleto não tinha qualquer vínculo com o financiamento que havia solicitado. O veículo das vítimas acabava sendo apreendido em razão do acúmulo de dívidas e as vítimas também acabavam com restrições no nome.

“Diante disso, as diligências foram iniciadas pela nossa equipe há dois meses, após recebermos diversas denúncias. As vítimas percebiam que após entregar o carnê pago referente ao financiamento do veículo, os funcionários guardavam na gaveta o documento e em seguida disponibilizavam um novo carnê, convencendo as vítimas a continuarem efetuando o pagamento. Dessa forma, garantiam que já haviam diminuído a parcela do veículo e informavam para as vítimas que não tinham qualquer atendimento de renegociação de dívidas”, explicou Paixão.

Prática

O delegado ressaltou, ainda, que funcionários confessaram que eram orientados a mentir para os clientes para obterem êxito na prática criminosa.

“Verificamos, ao longo das investigações, que uma das empresas é uma filial apenas aqui na capital e que a mesma já é apontada por causar golpes desse tipo em outros estados do país. Pudemos constatar que criaram uma segunda empresa que fica no mesmo lugar, apenas para mascarar a imagem da filial”, argumentou.

Reincidente

Em consulta ao Sistema Integrado de Segurança Pública (Sisp) foi constatado que Cyntia já possui passagem pela polícia por estelionato.

Cyntia foi indicada por estelionato. Após os procedimentos cabíveis na especializada, a infratora será encaminhada ao Centro de Detenção Provisória Feminino (CDPF), onde irá permanecer à disposição da Justiça.

Investigação continua

A autoridade policial ressaltou que as investigações continuarão a fim de identificar e prender os funcionários, proprietários e sócios envolvidos no golpe.

“Todo consumidor lesado por esse tipo de crime pode denunciar, por meio dos números da Decon: (92) 99962-2731 e 3214-2264. Asseguramos o sigilo da identidade dos informantes”, garantiu.

Veja também

Instituições recebem doação de roupas apreendidas em operação policial Roupas apreendidas foram doadas a instituições sociais e assistenciais da cidade, que atendem pessoas com câncer e idosos. Foto: Divulgação PC-AM Roupas apreendidas na Operação "Pano Fraco", realizada em dezembro do ano passado, foram doadas a instituições assistenciais ...
Defensoria pede bloqueio de R$ 900 mil de duas empresas por estelionato na venda de automóveis Defensor público Carlos Almeida explicou que o golpe prejudicou pelo menos 250 pessoas, envolvendo duas empresas. Foto: Divulgação Por meio de tutela de urgência, a Defensoria Pública do Estado do Amazonas (DPE-AM) conseguiu bloquear R$ 900 mil relativos aos bens das emp...
Dono de oficina em Flores é preso por negociar carros que clientes deixavam para consertar Francisco Braga foi denunciado por clientes, que deixavam carros para arrumar na oficina. Ele foi acusado de negociar, sem consentimento, venda de automóveis para terceiros. Foto: Divulgação Francisco Braga Matos Júnior, 36, foi detido em cumprimento a mandado de prisão ...
Universitária de Direito aplicava golpe para vender casas da Suhab, faturando R$ 50 mil em três mese... Shirlane dos Santos foi presa em flagrante quando ia receber R$ 2 mil de uma vítima que compraria casa da Suhab. Foto: Divulgação PC-AM A estudante universitária de Direito Shirlane dos Santos Felício, 32, foi presa em flagrante pelo crime de estelionato. Ela se passava ...
Acusado de estelionato, homem se passava por funcionário do Sine e “vendia” vagas de emp... Diego Roberto foi preso em cumprimento a mandado de prisão expedido pela Justiça do Amazonas. Foto: Divulgação Diego Roberto da Silva, 26, foi preso nesta quarta-feira (11), acusado de estelionato, dentro do Terminal de Integração 1 (T1), na avenida Constantino Nery, C...

Um comentário para “Mulher é presa acusada de aplicar golpes em mais de 200 pessoas com financiamento de carros. Prejuízo estimado é de meio milhão

  1. Matheus disse:

    Só depois de 200 golpes a polícia civil conseguiu prender ela…

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Facebook