Sexta-feira, 22 de junho de 2018

Programa Diário da Manhã


Ouvir a Rádio Diário Ao Vivo

Justiça decreta nova prisão de pilotos de jato que derrubou avião da Gol. Voo saiu de Manaus para o Rio

Foto: Força Aérea Brasileira

A Justiça Federal em Sinop, em Mato Grosso, determinou a prisão dos pilotos norte-americanos Joseph Lepore e Jan Paul Paladino, condenados por terem provocado a queda de um avião da Gol com 154 pessoas a bordo, em 2006. A decisão é do juiz André Perico Ramires dos Santos, que determinou o envio dos mandados de prisão para a Polícia Federal e a inclusão dos nomes de Lepore e Paladino na base de dados da Interpol.

Os pilotos do jato Legacy foram condenados a três anos de prisão em regime aberto. O processo transitou em julgado em 2015. O Ministério da Justiça chegou a emitir a intimação, mas o Departamento de Justiça Norte-americano afirmou que não existe jurisdição para aplicar a sentença brasileira. A empresária Rosane Prates de Amorim é viúva de uma das vítimas da tragédia e espera que a decisão judicial seja cumprida desta vez. Ela não aceitou o acordo de indenização para continuar com o processo criminal.

“Não posso dizer que estamos felizes porque não é um motivo de felicidade o que aconteceu, mas a gente começa a ter um pouco de conforto em tudo isso. São 11 anos que estamos batalhando para que eles paguem pelo crime que cometeram e isso vai nos trazer um pouquinho de conforto”.

Além da pena criminal, os parentes das vítimas esperam que os Estados Unidos ainda sejam punidos administrativamente pela Organização da Aviação Civil, agência da Organização das Nações Unidas (ONU) responsável por estabelecer regras para uso do espaço aéreo. Uma reunião no ano que vem pode definir penalidades para o país e obrigar que Lepore e Paladino percam o direito de pilotar por terem descumprido regras do espaço aéreo brasileiro. Entre elas, a obrigação de manter ligado o transponder, equipamento que alerta para o risco de colisão.

De acordo com a Justiça Federal, as infrações cometidas pelos pilotos foram cruciais para queda do voo da Gol, que fazia o trajeto Manaus – Rio de Janeiro. Após a colisão, o jato Legacy conseguiu pousar. Todos os 154 tripulantes e passageiros do voo da Gol morreram.

A reportagem entrou em contato com a defesa dos pilotos norte-americanos, mas não obteve retorno até a publicação.

Veja também

Com quem será? Com quem será? Com quem será que o prefeito vai ficar? Vai depender… Com quem será que o prefeito vai ficar? A foto-montagem mostra encontros dele (da esquerda para a direita) com David Almeida, Omar Aziz, Amazonino e Marcos Rotta O prefeito Arthur Virgílio, que desistiu da desincompatibilização e ficou impedido de disputar eleição este a...
Brasil marca nos acréscimos e Neymar chora após vitória sofrida contra a Costa Rica Brasil marca nos acréscimos e Neymar chora, desabafando, após marcar o segundo e último gol brasileiro. Ele vem de cirurgia e se queixou de dores no local durante a semana O goleiro Keylor Navas, do Real Madrid, nem precisou de grande atuação para fazer o Brasil sofrer. ...
Prova de concurso da Defensoria do AM será reaplicada em Manaus No dia marcado anteriormente para o certame, envelopes contendo cadernos de provas de quatro salas foram encontrados abertos em um dos locais de prova. Foto: Divulgação A prova objetiva para o concurso de defensores públicos para o Amazonas, será reaplicada neste domingo...
Rapper mineiro Djonga se apresenta em Manaus neste sábado Foto: Divulgação Djonga é autor do álbum "Heresia" eleito pela revista especializada Rolling Stones e pela Associação Paulista de Críticos de Arte (APCA) como o melhor álbum brasileiro 2017 e citado nas principais listas de melhores discos do ano. Sua turnê tem alc...
Naça acerta pré-contrato com Lecheva O técnico Lecheva reafirma o interesse em dar continuidade ao trabalho e diz estar confiante nas propostas.Foto: Divulgação O Nacional Futebol Clube avançou à segunda fase da Série D do Campeonato Brasileiro 2018, no entanto, mesmo diante da eliminação no jogo que daria ...

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Facebook