Terça, 17 de julho de 2018

Programa Diário da Manhã


Ouvir a Rádio Diário Ao Vivo

Operação Jaleco Preto desarticula quadrilha interestadual do falso médico em uma das maiores ações da Polícia Civil do AM em outro Estado

Operação Jaleco é uma das maiores ações da Polícia Civil do Amazonas fora do Estado e foi deflagrada hoje de manhã. Fotos: Divulgação PC-AM

A Operação Jaleco Preto, sob coordenação do delegado titular do 23 Distrito Integrado de Polícia (DIP) Cícero Túlio, desarticulou na manhã de hoje em Rondonópolis, Estado do Mato Grosso, uma quadrilha especializada no golpe do falso médico que havia aplicado estelionatos em mais de dez hospitais particulares do Amazonas.

Estão sendo cumpridos 11 mandados, sendo 8 de prisão preventiva e 3 de busca e apreensão. As investigações iniciaram há cerca de 2 meses a partir de interceptações telefônicas que apontaram que o núcleo operacional da quadrilha (José Divino e Diego Gabriel) operava de dentro da penitenciária de Mata Grande, em Rondonópolis.

Os criminosos, se passando por médicos, mantinham contato com familiares de pacientes internados em UTIs de hospitais particulares e públicos do Amazonas e solicitavam quantias em dinheiro sob o pretexto de realizar exames de urgência. O golpe aplicado está estimado em R$ 2 milhões, aproximadamente.

Escolhidas

As vítimas eram escolhidas entre pessoas com condições financeiras de arcar com as despesas. Durante as investigações foram identificados golpes aplicados em dois jornalistas de duas grandes emissoras de TV e um preparador físico de um grande clube de futebol paulista.

Em Manaus, dois parentes de vítimas dos falsos médicos acabaram morrendo logo após as transferências de dinheiro.

Lucro de R$ 200 mil por mês

Outros 9 integrantes da organização criminosa operavam no núcleo financeiro e ficavam responsáveis por ceder as contas bancárias utilizadas para o recebimento de valores oriundos dos golpes. O lucro mensal dos golpes praticados em todo país ultrapassa a cifra de R$ 200 mil.

A Jaleco conta com apoio de mais de 50 policiais da Coordenadoria de Inteligência, Polícia Civil do Mato Grosso, Derfd de Rondonópolis, grupo de operações especiais e setor de Inteligência Penitenciária, tendo sido realizada uma revista no presídio.

Veja também

Pai de atendente de lan house morto na Cidade de Deus se emociona e pede Justiça. Latrocida está pre... Gedean estava sendo procurado desde o crime, após ser identificado a partir de imagens de câmera de segurança. Fotos: Erlon Rodrigues/ PC-AM “Eu me sinto um pouco aliviado. A polícia fez o trabalho dela que é prender, mas agora vai depender da Justiça. Isso é uma ferida ...
Procurado por latrocínio de atendente de lan house é preso 28 dias depois do crime Gedean do Carmo estava foragido e estava sendo procurado pela polícia, tendo recompensa oferecida. Ele já responde por roubo. Foto: Divulgação Vinte e oito dias depois de ter cometido um latrocínio (roubo seguido de morte) na Cidade de Deus, zona Norte, o foragido Ge...
Menina atropelada por um ônibus na zona Norte morre em hospital A menina foi levada pelo Serviço de Pronto Atendimento (SPA) do Galiléia, após o atropelamento. A vítima foi transferida para o Hospital Joãozinho e morreu na unidade às 22h40. Foto: Arquivo Uma criança de dois anos e 11 meses, que foi atropelada por um ônibus do trans...
Trio é preso suspeito de mais de 30 assaltos a residências na zona Norte Três homens foram presos em flagrante acusados de cometerem mais de 30 assaltos. Fotos: Divulgação Três homens identificados como Wendel Pimentel Mendonça, Aldenízio Cunha de Brito e Adriano Sena de Araújo foram presos em flagrante, nesta terça (3), suspeitos de serem au...
Delegada esclarece que não recusou fazer boletim do feminicídio, que foi registrado após diligências... Segundo delegada plantonista não havia informações suficientes com a PM para fazer o registro fundamentado, como dados da vítima. Familiares foram à delegacia e foram feitas diligências. Foto: Arquivo Caroline de Souza Costa, 25, vítima de feminicídio, morreu após ser es...

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Facebook