Manaus tem mais de 1,4 mil casos de zika vírus confirmados

dengue

O zika vírus é transmitido pelo mosquito Aedes Aegypti, que também transmite a dengue e a chikungunya. Foto: Arquivo

Foram confirmados 1.478 casos de zika vírus em Manaus, de um total de 4.767 casos suspeitos da doença.  Foram descartados 2.135 casos e 1.154 continuam em investigação. Os números constam do 45º Informe Epidemiológico sobre o zika vírus em Manaus, divulgado nesta quarta-feira (08/06) pela Secretaria Municipal de Saúde (Semsa).

Entre as mulheres grávidas, o número de casos de zika suspeitos chega a 921, com 255 confirmações, 439 casos descartados e 227 ainda em investigação.

Manaus tem atualmente 18 casos suspeitos de microcefalia, com apenas um bebê confirmado por transmissão por zika, mas a mãe relatou que adquiriu a doença em Boa Vista, capital do Estado do Roraima, durante a gestação e veio grávida para cidade. Os números definem quatro casos de microcefalia não relacionado com o zika, quatro casos descartados e nove em investigação.

A Semsa já recebeu 4.854 denúncias de focos do mosquito por meio do Disque Saúde (0800 280 8 280) e que 4.387 locais já foram vistoriados pelos agentes de endemias e pelos drones, equipamento de sobrevoo usado pela secretaria para identificar remotamente locais considerados de risco.

Atualmente as ações de combate ao mosquito Aedes aegypti, transmissor da dengue, chinkungunya e zika vírus contam com 1.687 brigadas já implantadas, que formaram 8.876 voluntários contra o mosquito.

“Aqueles que tiverem interesse em participar da formação de brigadas para nos ajudar a eliminar os focos podem ligar para o Disque Saúde”, salientou o secretário de Saúde, Homero de Miranda Leão, acrescentando que a Vigilância Sanitária (Visa Manaus) também está em alerta e já inspecionou 1.307 locais e autuou 111 imóveis e terrenos com alto risco de criadouros.

 

Veja também
Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *