Quarta-feira, 25 de abril de 2018

Ex-vereador de Iranduba é preso por estelionato e prejuízo a vítimas passa de R$ 200 mil

Ex-vereador de Iranduba responde a 11 processos

Ex-vereador de Iranduba foi detido em cumprimento a mandado de prisão preventiva por crime de estelionato. Fotos: Divulgação

O ex-vereador de Iranduba, Edmilson Carneiro Neto, 62, foi detido neste domingo (8), em cumprimento a mandado de prisão preventiva por crime de estelionato.

Policiais civis do 14º Distrito Integrado (DIP) e do 13º DIP, sob coordenação dos delegados Cícero Túlio e Raul Augusto, respectivamente, realizaram a prisão no município de Iranduba, após campana. Edmilson foi preso em sua casa, na avenida Cupuaçu.

Processos

Em consulta ao site do Tribunal de Justiça do Amazonas (TJAM), o ex-vereador responde a 11 processos, sendo quatro por estelionato. Segundo investigações da polícia, ele é apontado como um dos maiores estelionatários do Estado.

“Ele aplicava golpes usando dados de aposentados, abrindo contas com documentos falsos, simulando e realizando empréstimos, saques e compras com os benefícios subtraídos das vítimas”, disse Cícero Túlio.

Banco

As investigações em torno do caso iniciaram há 45 dias, quando Edmilson clonou uma Carteira Nacional de Habilitação (CNH), abrindo uma conta bancária e realizando um empréstimo de R$ 35 mil. Com a fraude, o ex-vereador conseguiu ainda fazer compras e saques, causando um prejuízo estimado de mais de R$ 50 mil.

Edmilson foi preso em 2014 pela polícia, quando tentava contratar um empréstimo de R$ 14 mil numa agência bancária de Manaus usando documentos falsos. Ele ainda tem uma execução de dívida decorrentes de honorários advocatícios não pagos da ordem de R$ 30 mil.

Lucro

Com os golpes aplicados, o delegado calcula que o ex-vereador lucrava mais de R$ 200 mil. Ele será indiciado por estelionato, falsidade ideológica, furto qualificado e uso de documento falso.

As investigações vão continuar para localizar os responsáveis pelos papéis originais e confecção dos documentos falsos, além do vazamento de informações de cadastros do Instituto Nacional de Seguridade Social (INSS).

Veja também

Operação Banzeiro prende 5 pessoas e indicia 3 por envolvimento com tráfico em Urucurituba Operação foi deflagrada desde as primeiras horas desta manhã, em Urucurituba, cumprindo mandados de prisão e busca e apreensão. Fotos: Bruno Zanardo/Secom A operação Banzeiro chegou a Urucurituba (distante 218 quilômetros de Manaus), cumprindo mandados de prisão, busca e...
Homem é preso com 10 kg de maconha debaixo da cama. Ele disse que encontrou mala e guardou para o do... Durante diligência de policiais, Ary acabou sendo preso por tráfico de drogas na Cidade de Deus, com 10 kg de maconha. Foto: Divulgação Ary José Lopes Almeida, 22, foi preso em flagrante por tráfico de drogas na Cidade de Deus, zona Norte de Manaus, nesta terça-feira (24...
Universitária de Direito aplicava golpe para vender casas da Suhab, faturando R$ 50 mil em três mese... Shirlane dos Santos foi presa em flagrante quando ia receber R$ 2 mil de uma vítima que compraria casa da Suhab. Foto: Divulgação PC-AM A estudante universitária de Direito Shirlane dos Santos Felício, 32, foi presa em flagrante pelo crime de estelionato. Ela se passava ...
Acusado de participar de homicídio em janeiro é preso no Nova Esperança Jandeilson foi preso em cumprimento a mandado expedido pela Justiça Estadual pelo homicídio de Ronaldo Rego, em janeiro deste ano. Foto: Divulgação Jandeilson Moura dos Santos, 26, foi preso nesta segunda-feira (23) por policiais da Secretaria Executiva Adjunta de Operaç...
Delegado que matou advogado no Porão completa 5 meses preso. Processo tem mais de 500 páginas No último dia 18, a juíza titular da 1ª Vara do Tribunal do Júri, Mirza Telma, manteve a prisão preventiva do delegado. Foto: Arquivo Às vésperas de completar cinco meses na prisão, no próximo dia 25, o delegado da Polícia Civil Gustavo de Castro Sotero segue detido enqu...

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Facebook