Terça, 24 de abril de 2018

Em Manaus, 69% estabelecimentos de hospedagem visitados estão irregulares, aponta Ministério do Turismo

Ministério do Turismo Fiscaliza Hotéis em Manaus. Foto: Divulgação

Foi a vez de a capital amazonense receber as fiscais do Ministério do Turismo para vistoria em seus meios de hospedagem. A ação faz parte da operação Verão Legal 2018 e busca fiscalizar estabelecimentos que estão sem o registro obrigatório junto ao MTur e, consequentemente, em desacordo com a Lei do Turismo. Durante a ação, finalizada nesta quinta-feira (29), as agentes estiveram em 49 locais e notificaram 34 deles. O número corresponde a 69% de prestadores visitados.

Além disso, foram emitidos 15 termos de fiscalização, que representam a visita das fiscais em locais que já estão fechados ou que trocaram de CNPJ. O objetivo da fiscalização é sensibilizar os prestadores de serviço turístico sobre a importância de estar regularizado junto ao órgão máximo de turismo no Brasil, que é o MTur. Além de trazer uma série de vantagens para o trabalhador da área, como acesso a financiamento em bancos oficiais do governo e cursos gratuitos de qualificação ofertados pelo ministério, o prestador regular também mostra para o seu cliente que está regularizado.

“Estamos satisfeitos com o trabalho que vem sendo realizado pela fiscalização e com o apoio também do setor, que tem entendido a importância de manter seu estabelecimento formalizado junto ao Ministério do Turismo. Além de poder contar com linhas de crédito e cursos de qualificação da Pasta, o empreendimento se beneficia ao passar ainda mais confiança para seus clientes”, explica Larissa Peixoto, coordenadora de fiscalização do MTur.

Desde que foi iniciada, em setembro de 2017, a operação já esteve em 19 cidades: Brasília, Rio de Janeiro, Boa Vista, Maceió, João Pessoa, Palmas, Aracaju, Teresina, Fortaleza, Vitória, São Luís, Cuiabá, Goiânia, Belo Horizonte, Campo Grande, Natal, Recife, Salvador e Rio Branco. Até abril deste ano, os fiscais terão visitado as demais capitais brasileiras.

Realizar o cadastro é fácil: basta acessar o site do Novo Cadastur clicando aqui, escolher o item “Sou prestador” e preencher os dados básicos. A ferramenta foi modernizada em todo o país, é de fácil compreensão e o prestador vai conseguir realizar uma rápida inscrição. Lembrando que o cadastro é obrigatório e quem não se regularizar poderá ser autuado e pagar uma multa de até R$ 854 mil.

De acordo com a Lei do Turismo, o cadastro é obrigatório para agências de turismo, meios de hospedagem, guias de turismo, transportadoras turísticas, acampamentos turísticos, organizadoras de eventos e parques temáticos. Iniciado em setembro do ano passado, o trabalho tem surtido efeito nos números do Cadastur. Em dezembro de 2017, foram identificados 64.591 cadastros, um crescimento de 14% em relação ao mesmo período do ano anterior.

Veja também

Homem tem casa invadida e é assassinado a tiros no Santo Agostinho Foto: Divulgação Na noite desta segunda-feira (23), um homem identificado como Leonardo Uchôa Oliveira, de 19 anos, foi morto com pelo menos 11 tiros, na casa onde residia, na rua Projetada 4,  bairro Santo Agostinho, zona Oeste de Manaus. Segundo informações prelimin...
Confira a programação diferenciada na Semana Internacional da Dança da SEC Foto: Divulgação Na semana em que se comemora o Dia Internacional da Dança (29 de abril), diversos espaços da Secretaria de Estado de Cultura (SEC) estarão com programações especiais em alusão a data. Os teatros da Instalação e Gebes Medeiros, o Centro Estadual de Convivên...
Corpo em decomposição é encontrado em lixeira pública de Maués O corpo de um homem, em alto estágio de decomposição, foi encontrado em uma lixeira pública na tarde desta segunda-feira (23), a cerca de 6 quilômetros do centro da cidade de Maués (distante 297 quilômetros de Manaus). Conforme o delegado de Polícia Civil do município...
Jovem diagnosticado com meningite está na UTI e continua em estado grave Foto: Arquivo O adolescente de 17 anos, diagnosticado com meningite meningocócica permanece na Unidade de Terapia Intensiva (UTI) do Hospital e Pronto-Socorro 28 de Agosto em Manaus. De acordo com informações repassadas pela Secretaria de Estado de Saúde (Susam), apesar ...
Novo Aripuanã e Manicoré estão em situação de ‘Emergência’, diz Defesa Civil-AM Manicoré. Foto: Divulgação   Após uma semana de orientação e avaliação técnica dos agentes da Defesa Civil do Amazonas no município de Novo Aripuanã, localizado a 227 quilômetros de Manaus, em linha reta, na Calha do Madeira, o executivo municipal decretou “Situa...

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Facebook