Quarta-feira, 25 de abril de 2018

Fachin relata ameaças e STF determina aumento da segurança de relator da Lava Jato

Presidente do Supremo autorizou aumento de número de agentes para escola do ministro Fachin, após ele ter relatado ter sofrido ameaças. Foto: Divulgação

A presidente do Supremo Tribunal Federal (STF), Cármen Lúcia, autorizou o aumento do número de agentes para escolta do ministro Edson Fachin, além do uso de seguranças  em Curitiba, para o acompanhamento de familiares indicados por ele.

A presidente também deslocou para Curitiba duas delegadas da Polícia Federal (PF) especializadas em segurança de juízes ameaçados no país, para verificar quais providências deveriam ser tomadas.

Ameaças

As decisões foram divulgadas pelo órgão e ocorrem depois que Fachin procurou Carmen Lúcia para relatar que membros da família dele receberam ameaças. A Polícia Federal também foi procurada por Fachin.

O ministro falou sobre as ameaças em entrevista concedida à Globonews, que foi ao ar na noite dessa terça-feira (27).

Habeas Corpus Lula

Na conversa, o ministro do STF disse que está preocupado, mas não informou quem fez as ameaças nem por qual motivo ou fato relacionado. Entre várias ações no Supremo, Fachin é relator de processos da Lava Jato.

O ministro também relata o habeas corpus que a defesa do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva apresentou para impedir a prisão do petista até que sejam julgadas no STF as ações que decidem sobre a reclusão de condenados depois de esgotados os recursos na segunda instância.

Proteção pessoal

O pedido foi considerado apto a julgamento e o caso volta a ser analisado no dia 4 de abril. Cármen Lúcia também enviou ofício aos demais ministros do Supremo para saber se era necessário aumentar os seguranças destacados para proteção pessoal.

Veja também

Lula entra com recursos em instâncias superiores sobre o caso triplex Foto: Divulgação-fotos públicas A defesa do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva protocolou, na noite de segunda-feira (23), dois recursos a instâncias superiores contra a condenação do político a 12 anos e um mês de prisão no caso do tríplex do Guarujá (SP). Em am...
STF aceita denúncia contra Aécio por corrupção e obstrução de Justiça A decisão foi tomada com base no voto do ministro Marco Aurélio, relator do caso. Foto: Divulgação A maioria dos membros da Primeira Turma do Supremo Tribunal Federal (STF) decidiu pelo recebimento da denúncia da Procuradoria-Geral da República (PGR) contra o senador Aéc...
Cármen Lúcia marca para dia 2 de maio julgamento de foro privilegiado Foto: Agência Brasil A presidente do Supremo Tribunal Federal (STF), ministra Cármen Lúcia, marcou para quarta-feira, dia 2 de maio, o julgamento da ação que pode resultar na restrição do foro privilegiado. O julgamento foi iniciado em plenário, em novembro do ano pas...
Lula fala pela primeira vez após ordem de prisão e cita juiz amazonense Durante discurso onde anunciou que se entregará à Polícia Federal, Lula citou duas vezes juiz amazonense que o tornou réu na Operação Zelotes. Foto: Divulgação O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva faz um discurso neste sábado (7) para militantes concentrados em fren...
Ministro Edson Fachin nega novo recurso de Lula O ministro do Supremo Tribunal Federal (STF), Edson Fachin, negou neste sábado (7) o recurso apresentado ontem (6) pela defesa do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva para suspender a decisão do juiz federal Sérgio Moro que determinou a execução provisória da pena de 12 a...

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Facebook