Sexta-feira, 20 de abril de 2018

Omar quer governo. Bosco Saraiva domina claque. David surpreende em Parintins. Entenda o panavueiro

Omar quer governo

Omar quer governo. O senador (direita) teria um acordo secreto com Amazonino?

O senador Omar Aziz dá demonstrações cada vez mais claras de querer disputar o Governo do Estado. Ele teria um acordo com Amazonino, pessoal e interno. Praticamente secreto. O governador não concorreria à reeleição para apoiá-lo. Os movimentos de Amazonino, indicando candidatura, teriam esfriado a relação dos dois. Omar chamou os mais próximos. Espalhou candidaturas a deputado estadual e deputado federal no interior. Indicou nomes aos prefeitos aliados. O bloco está na rua.

 

Arthur fora

Tudo indica que o prefeito de Manaus, Arthur Virgílio, não participou dessa parte. A do acordo Amazonino-Omar. Sempre disse que a aliança de 2017 não tinha nada a ver com 2018.

 

Grupo

Omar depende dessa candidatura para manter o grupo político pessoal unido. Fazendo política 24 horas por dia, ele sabe que será muito difícil evitar o estouro da sobrevivência.

 

Bosco ganha claque

O vice-governador e secretário estadual de Segurança, Bosco Saraiva, está bem enfronhado nas hostes governamentais. Nesta quinta (01/02), durante a abertura dos trabalhos legislativos, foi alvo de ruidosos aplausos. Bastou o governador falar no nome dele e a claque governista foi ao delírio.

 

Bosco ganha claque (2)

Todos sabem que Amazonino é suscetível às claques. Desde os áureos tempos de Lucimar Mamão. A claque dela armava palanque, destruía material dos adversários e carregava Amazonino no colo, literalmente.

 

Bosco ganha claque (3)

Dizem que Bosco Saraiva, com seu jeito matreiro, ganhou o coração da claque mais próxima de Amazonino. Bosco é pré-candidato a governador, vice, senador ou deputado federal. Tudo dependerá do contexto. Mas se depender da claque…

 

Adocica, de Beto Barbosa

Bosco Saraiva só precisa escapar da “maldição do Adocica”. O que é isso? Aconteceu com Dissica Valério Thomaz, ex-prefeito de Eirunepé e eterno presidente da FAF. Ele foi um dos coordenadores da eleição de Fernando Collor no Amazonas. Com Collor eleito presidente (1989), Dissica entendeu que tinha virado a bola da vez para governador, em 1990. Soltou o jingle, baseado na lambada sucesso de Beto Barbosa, “Adocica”: “Ai Dissica, governador, ai Dissica…” Passados 15 dias, a candidatura não decolou e ele mudou a letra: “Ai Dissica, meu senador, ai Dissica…” Não deu ainda e mudou outra vez: “Ai Dissica, meu federal, ai Dissica…” Acabou sendo candidato a deputado estadual. E não se elegeu.

 

OAB e TJAM

Caiu como uma ducha fria, entre os candidatos à vaga de desembargador, pelo Quinto Constitucional da OAB, a declaração de Flávio Pascarelli. O presidente do Tribunal de Justiça do Amazonas (TJAM) disse que precisa tomar providências, antes de autorizar eleição na OAB. Precisa, por exemplo, construir um novo gabinete no prédio-sede.

 

OAB e TJAM (2)

A corrida pela vaga na lista sêxtupla, que vai sair da OAB para o TJAM transformar em tríplice, já começou. Oposição, liderada por Jean Cleuter Mendonça, e situação, do presidente Marco Aurélio Choy, estão escalando os times.

 

Situação X Oposição

Os nomes da situação a desembargador, confirmados na disputa, são Délcio Santos e Marcelo Kizem. Felipe Thury, ainda incerto na chapa da oposição, pode acabar disputando pela situação. A oposição vai indicar seis nomes, numa chapa única. Há dois grupos. Um é liderado pelo decano ex-presidente Oldeney Sá Valente. O segundo colocado na última eleição presidencial, Jean Cleuter Mendonça, lidera o outro. Oldeney, do grupo Ordem Viva, tem quatro nomes para tirar três: Paula Valéria, Carlos Alberto Ramos Filho, Felipe Thury e Adonias Pinheiro. Jean também: Sílvio Batista, Charles Garcia Jr., Renato Mendes e o dele próprio. Cada grupo indicará três para a chapa final.

 

Cursinhos

Curioso é o embate entre os cursinhos. A situação deve incluir na chapa Aniello Aufiero. A oposição tem o apoio de Aldemiro Dantas. Os dois são donos de cursinhos preparatório para a OAB. Será um embate pelos votos dos aprovados recentemente no Exame de Ordem.

 

Estouram idade

Dois nomes de peso estão fora da disputa, por terem mais de 60 anos, idade-limite para concorrer a desembargador. Vasco Pereira do Amaral, ex-integrante do TRE-AM, e Fábio Mendonça, ex-presidente da OAB. A Constituição ampliou idade para saída, de 70 para 75 anos, mas não alterou idade de entrada, mantida em 65.

 

Novos formam chapa

Os advogados mais jovens estão entrando na disputa. O vice-presidente do Caprichoso, Jender Lobato, anunciou em Parintins que vai concorrer. É primeiro nome do grupo daqueles que acabam de completar 10 anos corridos de advocacia, pré-requisito para entrar na disputa.

 

Candidatos parintinenses

Dodozinho Carvalho, do ramo da navegação, portos e combustíveis, é candidato a deputado federal. Saullo Viana, conselheiro fiscal do Caprichoso e empresário, disputará Assembleia Legislativa. São os parintinenses colocando as candidaturas nas ruas. O vice-prefeito Toni Medeiros é outro que concorrerá a deputado estadual. Vem mais gente por aí.

 

David em Parintins

David Almeida, presidente da Assembleia Legislativa, chegou a Parintins esta quarta (31/01). Foi acompanhado dos deputados Platiny Soares, Sabá Reis e Francisco Souza. Tinha visita agendada para falar das emendas destinadas à saúde, beneficiando hospital local. No aeroporto, ao descer, correm até ele vereadores e até o vice-prefeito Toni Medeiros e o prefeito Bi Garcia. No meio do caminho, um dos vereadores grita: “Volta, volta que não é ele!” O grupo esperava o secretário estadual de Segurança e vice-governador Bosco Saraiva. Foi uma gargalhada geral.

Veja também

Começou a Lava Jato do Amazonas. Guerra dos juízes e MPF nas prisões de Melo e ex-secretários fica e... Começou a Lava Jato do Amazonas. Ana Paula Serizawa, jovem, sorridente (vestindo branco e preto), na foto ao lado da também juíza Jaiza Fraixe: Sérgio Moro de saias do Amazonas? O Ministério Público Federal no Amazonas (MPF), a Polícia Federal e a Receita Federal estão a...
Edilene pode ser porta de entrada para os recantos mais escondidos do poder no Amazonas. Ela tem doi... Edilene pode ser porta de entrada para a revelação de segredos escondidos nos porões do Governo do Amazonas Edilene Gonçalves Gomes de Oliveira, ex-secretária de Eduardo Braga e esposa de José Melo, dois ex-governadores, está presa. Ela é o fio pelo qual a Justiça espera...
O panavueiro de Amazonino ao anunciar aumento para evitar secretários ladrões e culpando interiorano... O panavueiro de Amazonino ao falar do reajuste dos secretários estaduais ("não quero ladrões no meu governo") e ao acusar interioranos pela violência em Manaus ("vão acabar matando o Bosco") tem grande repercussão São muito intensos os ecos da última entrevista do govern...
José Melo desviou os 30% da saúde federais. E o resto? Cadê a investigação do dinheiro do Estado?... José Melo desviou os 30% da saúde federais, mas o que saiu dos cofres estaduais é maior e a sensação do contribuinte é de que essa parte não tem fiscalização Sabe um cipoal de números, tabelas e rubricas? É o portal da transparência do Governo do Amazonas. Outro, pouco m...
Concurso da Polícia Federal abrirá 500 vagas para cinco carreiras O diretor-geral da Polícia Federal, Rogério Galloro, autorizou a realização de concurso público para 500 vagas para as cinco carreiras policiais. De acordo com o órgão, o edital de abertura das inscrições, previsto para ser publicado em até seis meses, informará que para...

Um comentário para “Omar quer governo. Bosco Saraiva domina claque. David surpreende em Parintins. Entenda o panavueiro

  1. José Rodrigues disse:

    Não é Amor a causa pública deixar faltar medicamentos na farmácia do Cecon e a única resposta que falam para os pacientes que não tem previsão de quando vai chegar.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Facebook