Agricultores projetam crescimento socioeconômico com a mecanização e melhorias no escoamento

A Associação de Produtores de Hortifrutigranjeiros do Alto Crato, em Humaitá, ganhou equipamentos e espera aumentar a produção. Foto: Herick Pereira/ FPS

O uso da mecanização para melhoria do escoamento e do aumento da produção agrícola é um dos principais benefícios trazidos para 1,5 mil famílias que vivem da agricultura familiar no estado, após receberem investimentos como caminhões, tratores e implementos agrícolas do Fundo de Promoção Social e Erradicação da Pobreza (FPS) do Governo do Amazonas, neste mês de janeiro. Os benefícios são resultados dos Termos de Fomento firmados entre o FPS e as cooperativas e associações que foram selecionadas no ano passado, através da concorrência em editais. O investimento chega a somar R$489,8 mil no setor primário.

O FPS apoia projetos sociais de organizações no âmbito das políticas estaduais voltadas à inclusão produtiva, bem como instituições que trabalham e contribuem para a viabilidade econômica das ações voltadas às populações urbanas e rurais. A seleção dos projetos é realizada, através do edital, que segue as diretrizes da Lei Federal 13.019/2014 alterada pela Lei Federal 13.204/2015 e Decreto Federal n.º 8726/2016, que estabelece o Marco Regulatório referente à atuação das Organizações da Sociedade Civil (OSCs) em vigor desde o dia 23 de janeiro de 2016. A norma estabelece regras para as parcerias dessas organizações com o poder público nas esferas federal, estadual e municipal.

Nova esperança

Entre os municípios contemplados, em janeiro, estão Autazes, Humaitá, Careiro Castanho e a cidade de Manaus, no Assentamento Tarumã Mirim (Ramal do Pau Rosa). Da redução de custos com fretes ao aprimoramento das técnicas de cultivo das culturas agrícolas, os agricultores reacenderam a esperança de melhorias no campo.

A produtora rural, Esmerinda Alfaia, 59, ressalta que os custos com serviços terceirizados vão diminuir para melhorar o seu trabalho no Assentamento Tarumã Mirim, que possui 300 hectares de áreas agricultáveis com abacaxi, maracujá, mamão, limão, laranja, açaí, acerola, pupunha e cultivo de mandioca e macaxeira, além de hortaliças.

“A roçadeira que ganhamos vai servir muito porque nesse período de chuva cresce muito rápido o capim. E agora não vamos mais pagar caro para limpar. Assim como os outros equipamentos que vão ajudar a agilizar nosso trabalho”, disse ela, que é uma das 50 famílias pertencentes à Cooperativa Mista dos Produtores Rurais do Tarumã Mirim (Copasa), que recebeu do FPS materiais como arado, distribuidor de calcário, roçadeira central e lateral, carreta agrícola, triturador de ração, entre outros. O investimento foi no valor de R$ 99,8 mil.

A presidente de honra do FPS, Mônica Mendes, ressalta que a mecanização pode retomar o crescimento na agricultora. Ela também ressalta que, em breve, será lançado um novo edital voltado para as instituições que atuam com inclusão social.

“O setor primário precisa desse apoio para conseguir desenvolver importantes projetos que vão melhorar a vida das famílias amazonenses. E essa é uma orientação do governador Amazonino Mendes, que busca dar soluções para os desafios do trabalhador rural. Para o mês de fevereiro teremos novas entregas para o setor primário, além do lançamento do edital 002/2018 direcionado para as instituições que atuam com as mais diversas modalidades de inclusão social no Amazonas. Queremos ver esse desenvolvimento alcançar quem mais precisa”, destacou.

Aumento da produção

Em Autazes (a  108 quilômetros da capital) foi investido R$ 197 mil em transportes para melhorar o escoamento agrícola, beneficiando mais de 800 pessoas no município. As Cooperativas de Produção da Agricultura familiar do Jatuá (Coopafja), na Comunidade do Cajuçara, e a Cooperativa dos Produtores da Região do Lago do Sampaio (Cooperasa) receberam um caminhão com capacidade de duas toneladas e um caminhão com carroceria e capacidade de três toneladas, respectivamente. Entre os resultados desse investimento está o crescimento de 30% da produção do cupuaçu, na região do Lago do Sampaio. A projeção é do Instituto de Desenvolvimento Agropecuário e Florestal Sustentável da Amazonas (Idam) da região.

“Com o acompanhamento da assistência técnica e extensão rural do município, podemos relatar que a produção no ano de 2017 girou em torno de 320 toneladas de produtos entregues aos mercados institucionais, varejistas e feiras. Com o incentivo ao escoamento da produção através do Governo do Estado e Fundo de Promoção Social, teremos um avanço em torno de 30%, agregando assim valor ao produto, renda ao produtor e consequente melhoria da qualidade de vida das famílias ali residentes”, afirmou o gerente do Idam de Autazes, Denis de Lima.

Qualidade de vida

Na comunidade do Alto Crato, uma das áreas de maior produção agrícola do município de Humaitá (a 675 quilômetros de Manaus), os equipamentos (um trator agrícola de médio porte e Carreta Basculante com capacidade para duas toneladas) serão úteis para amenizar as dificuldades logísticas dos produtores.

“Temos uma média de 20 associados que pagam R$ 400 ao mês, com fretes para irem para feira vender. Com esse apoio teremos uma economia de aproximadamente R$ 10 mil ao ano. Nossa intenção é triplicar o faturamento da associação na entressafra 2018-2019, que atualmente tem faturamento anual de R$ 4,7 milhões”, destacou Fioravante Santos, presidente daAssociação de Produtores de HortiFrutiGranjeiros do Alto Crato (Apofac). Somam-se aos implementos entregues uma Calcareadeira, uma Plaina Traseira Reversível e uma Grade Aradora. O investimento foi de R$ 99,9 mil.

No Careiro Castanho (a 24 quilômetros de Manaus), à Associação Comunitária dos produtores Rurais do Purupuru (Ascopru), localizada no KM 28 da Estrada do Purupuru, foram entregues oito triciclos com carroceria adaptada com capacidade para 600 quilos. O investimento foi de R$ 92,8 mil e beneficiou 70 agricultores. A Associação busca aumentar em 20% a produção de abacaxi, mandioca e batata cará, bem como diminuir em 50% o tempo utilizado no transporte e em 60% o esforço braçal no seu escoamento.

Produção de farinha também será beneficiada com os novos investimentos. Foto: Herick Pereira/FPS

Edital

Com o objetivo de fomentar a agricultura familiar, o FPS encerrou no dia 19 de janeiro o prazo para a entrega das propostas, que concorrerão ao Edital 003/2017, voltado para o setor primário. O investimento é de R$ 6 milhões e vai contemplar as Organizações da Sociedade Civil (OSCs) que submeteram as propostas com atuação na agricultura familiar e dentro das condições e prazos estabelecidos pelo edital.

As propostas recebidas encontram-se na fase de seleção da Comissão de Análise e Avaliação, que é composta por técnicos da Secretaria de Estado de Produção Rural (Sepror) e do FPS. A segunda etapa do edital acontece no mês de março com avaliação das propostas classificadas com publicação no Diário Oficial do Estado (DOE) e no portal do Governo do Estado (www.amazonas.am.gov.br). Em seguida, a Comissão vai realizar as visitas nas OSCs com o intuito de conhecer a estrutura e funcionamento dos trabalhos da instituição. Os repasses dos recursos ocorrerão durante o ano.

Veja também

Corpo de homem é encontrado após ataque de piratas no Rio Negro Três pessoas foram obrigadas a pular da embarcação após serem rendidas pelo grupo de criminosos. Foto: Arquivo PMSO corpo de um homem foi encontrado no Rio Negro, na tarde deste sábado (17), próximo ao local onde três pessoas desapareceram, após serem atacados em uma em...
Veja Nota de Pesar pelo falecimento de Juan Villa emitida pelo Conselho Regional de Medicina. Velóri... Veja Nota de Pesar pelo falecimento de Juan Villa emitida pelo Conselho Regional de MedicinaO Conselho Regional de Medicina do Amazonas (Cremam) emitiu Nota de Pesar pela morte do cardiologista Juan Villa Benayeto. Ele faleceu neste sábado (17/02).Juan Villa era tam...
‘Ele foi um catalão que se tornou amazonense. Era meu compadre e quase irmão’, diz Franc... Juan Villa, que faleceu na madrugada deste sábado (17/02), integrou com Francisco Garcia turma de Medicina da Ufam que teve reconhecimento do curso só no quarto anoO empresário e ex-deputado federal Francisco Garcia tomou um susto ao saber da morte do médico Juan Villa....
Feira Criativa no Parque do Mindu passa ter duas edições por mês, a partir deste sábado Na última edição, realizada nos dias 27 e 28/1, a feira contou com 29 expositores. Foto: Divulgação SemmasA Feira Criativa, iniciativa que visa estimular o reaproveitamento de resíduos por meio da comercialização de produtos artesanais, passará a acontecer no Parque Mun...
Primeira etapa de obras na avenida Djalma Batista é concluída neste sábado O trabalho será realizado por etapas e atende a uma determinação do prefeito Arthur Virgílio Neto. Foto: DivulgaçãoA primeira etapa de obras para a recuperação da antiga rede de drenagem na zona Centro-Sul, no trecho que compreende a avenida Djalma Batista e a rua Pará,...

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *