Preso mais um suspeito de matar esportista britânica. Polícia procura por irmão

Emma Kelty, esportista britânica morta no Amazonas

Emma Kelty, 43 anos, foi morta no dia 13 de setembro de 2017, na Ilha do Boeiro, Comunidade Lauro Sodré, em Coari. Foto: Reprodução

Erinilson Ferreira da Silva, 24, conhecido como “Nilsinho”, foi preso em cumprimento a mandado de prisão preventiva, na manhã deste sábado. Ele é acusado de envolvimento no latrocínio da esportista britânica Emma Kelty.

A britânica Emma Kelty, 43 anos, foi morta no dia 13 de setembro de 2017, na Ilha do Boeiro, Comunidade Lauro Sodré, em Coari (a 363 quilômetros de Manaus).

O acusado foi abordado em Codajás na manhã de sexta-feira (19/01), por volta das 11h, pelo 3° sargento PM Francisco Cláudio Sabóia, que estava de folga e passeava pela orla da cidade quando identificou “Nilsinho” em atitude suspeita. O sargento fez a abordagem e pediu apoio da guarnição composta pelo aspirante Diego Alves Piccolotto e o soldado Anízio Vieira.

“Tínhamos informações de que na cidade havia chegado algumas pessoas trazendo droga de Tefé. O sargento Sabóia percebeu que o rapaz estava nervoso. Ele foi abordado e demonstrava estar apreensivo, daí foi levado para o DIP. Durante a abordagem, ele jogou alguma coisa no chão. Mas não encontramos nada. A suspeita inicial era de envolvimento com o tráfico. Ele foi conduzido à delegacia e logo recebemos a informação de que ele era um dos suspeitos de envolvimento no latrocínio da britânica”, explicou o aspirante Piccolotto.

De acordo com o delegado José Afonso Barradas, titular da Delegacia Interativa de Polícia (DIP) de Coari, que está à frente do caso, as investigações sobre a morte da britânica contam com o apoio de policiais civis lotados na Delegacia Especializada em Homicídios e Sequestros (DEHS), com sede em Manaus.

“O mandado de prisão preventiva em nome de Erinilson foi expedido no dia 29 de setembro de 2017, pelo juiz Fábio Lopes Alfaia, da Comarca de Coari. A Comunidade Lauro Sodré fica a duas horas, em via fluvial, do centro de Coari. Todas as vezes que nos deslocamos ao local o infrator conseguiu empreender fuga antes da chegada da polícia. O jovem também é envolvido com o tráfico de drogas em Codajás”, explicou.

A autoridade policial relatou que Erinilson é conhecido por revender objetos oriundos de ações criminosas, praticadas juntamente com outros comparsas, usuários de drogas. Os infratores eram chamados de “ratos d’água” e cometiam delitos em momentos oportunos. O grupo vinha atuando nos munícipios de Coari e Codajás, roubando mercadorias, cometendo homicídios e comercializando drogas. No caso da britânica, os sete infratores que participaram do latrocínio ocultaram pertences de menor valor e venderam outros itens, como celular, drone e uma câmera GoPro, de propriedade da vítima.

Erinilson foi indiciado por latrocínio, receptação, ocultação de cadáver e associação criminosa. Ao término dos procedimentos cabíveis na 78ª DIP de Codajás, ele será encaminhado à Unidade Prisional de Coari (UPC), onde irá permanecer à disposição da Justiça.

O irmão de Erenilson, identificado como Erimar Ferreira da Silva, 27, conhecido como “Chico”, também envolvido no latrocínio, teve a prisão preventiva decretada e está sendo procurado pela polícia.

Erinilson Ferreira da Silva foi indiciado por latrocínio, receptação, ocultação de cadáver e associação criminosa. Foto: Divulgação

 

Entenda o caso

No dia 13 de setembro de 2017, por volta das 22h, o Comando do 9° Distrito Naval (Com9ºDN) foi informado que o localizador de emergência da britânica Emma Kelty, que estaria realizando canoagem esportiva no Rio Solimões, havia sido acionado. Na manhã de quinta-feira, dia 14, a Marinha do Brasil iniciou as buscas para tentar localizar a britânica. Já na tarde de sexta-feira, dia 15, alguns objetos de Emma Kelty, como roupas, sapatos e o caiaque foram encontrados na Comunidade Lauro Sodré.

No domingo, dia 17, a Marinha do Brasil encaminhou os objetos ao 6º Distrito Integrado de Polícia (DIP), onde foi realizado o Auto de Exibição dos materiais. Na DIP de Coari foi instaurado um Inquérito Policial (IP), de nº 44/2017, para investigar o caso. A Polícia Civil do Amazonas, assim que foi acionada pela Marinha do Brasil, enviou uma equipe, composta por sete investigadores lotados no Departamento de Polícia do Interior (DPI), quatro investigadores que atuam na Delegacia Especializada em Homicídios e Sequestros (DEHS) e dois escrivães da instituição, ao município de Codajás para auxiliar nas diligências em torno do caso.

Um adolescente de 17 anos foi apreendido e outros três elementos, identificados como Jardel Pinheiro Gomes, 19, o “Kael”; Erinei Ferreira da Silva, 28, chamado de “Alfinete”, e Arthur Gomes da Silva, conhecido como “Beira” foram presos por envolvimento no delito. Evanilson Gomes da Costa, chamado de “Baia”, também envolvido no latrocínio da britânica, foi vítima de homicídio ocorrido na madrugada do dia 20 de setembro de 2017, em Coari. Ele tinha 24 anos.

 

Veja também

PF recupera 200 mil litros de petróleo desviado de Coari. Desvio foi feito pelo duto de Urucu, da Pe... Balsa com 200 mil litros de petróleo estava em Coari Grande, escondida em área de selva. Produto foi restituído para a Petrobras. Fotos: Divulgação PF-AMUma balsa com 200 mil litros de petróleo em seu estado bruto foi apreendida pela Polícia Federal na região de Coari (...
Com 2 mil vagas, UnATI abre calendário de matrículas A partir da próxima terça-feira (27), a Universidade do Estado do Amazonas (UEA), por meio da Universidade Aberta da Terceira Idade (UnATI), abre inscrições para mais de 40 modalidades de cursos e oficinas para o primeiro semestre de 2018. Serão ofertadas um total de 2 mil v...
Campeonato Amazonense de Luta Olímpica será neste sábado na Vila Olímpica de Manaus O Campeonato Amazonense de Wrestling é o evento que abre o calendário deste ano da FALLE . Foto: DivulgaçãoA Federação Amazonense de Luta Livre Esportiva e Olímpica (FALLE) realizará, neste sábado (24), o Campeonato Amazonense de Luta Olímpica Cadete e Junior, a partir ...
Empoderamento feminino e luta por igualdade são temas do ‘I Fórum Regional de Mulheres no Hip ... O “I Fórum Regional da Frente Nacional de Mulheres no Hip Hop” que será realizado pelo Coletivo Ocupaminart e pela Frente Nacional de Mulheres no Hip Hop, com apoio da Secretaria de Estado de Cultura (SEC), traz o tema Empoderamento feminino e luta por igualdade, no fim ...
Vírus do sarampo em Roraima é o mesmo da Venezuela, diz diretor da FVS A confirmação da doença em uma criança da Venezuela, no dia 11/02, por profissionais da Fiocruz, rompeu um quadro epidemiológico estável no Brasil. Foto: DivulgaçãoO diretor-presidente da Fundação de Vigilância em Saúde do Amazonas (FVS), Bernardino Albuquerque, declaro...

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *