Nos primeiros dias do ano, Manaus tem 18 mortes violentas. Só na terça foram três homicídios

Segundo dados da Secretaria de Segurança do Estado (SSP-AM), nos primeiros 10 dias do ano foram registrados 18 homicídios em Manaus.

Só nesta terça-feira (9), foram três mortes violentas, como a de Diego Paixão dos Santos, 22, assassinado a facadas por um antigo desafeto. O crime aconteceu na rua Angra dos Reis, Cidade Nova, zona Norte.

Vingança

Segundo informações repassadas à Polícia Militar, a suspeita é que um jovem identificado com “Sarado” tenha sido o autor do homicídio. Vizinhos próximos contam que Diego havia tido um desentendimento com o suspeito, e que o mesmo teria prometido vingança.

A vítima foi atingida com pelo menos quatro golpes de faca, sendo um fatal na região do peito, próximo ao coração. O Instituto Médico Legal (IML) foi acionado para remoção do corpo. O caso foi atendido por policiais da 12ª Companhia Interativa Comunitária (Cicom).

Arma de fogo

Eduardo Martins Lima, 33, foi morto a tiros em um campo de futebol localizado no conjunto Cophasa, bairro Nova Esperança, zona Oeste.

Conforme registro da PM, Eduardo assistia a uma partida de futebol quando dois homens, não identificados, em uma motocicleta e sem capacetes, chegaram e um deles entrou na área do campo e disparou pelo menos três tiros na direção de Eduardo.

Ele foi atingido na cabeça e não resistiu aos ferimentos, morrendo no local. A suspeita é de crime por acerto de contas do tráfico.

Em frente de casa

Outra vítima de arma de fogo foi o técnico em Informática Lucimário Ferreira Rebouças, 35, assassinado em frente de casa, na rua Natal, bairro Raiz, na zona Sul.

Na hora do crime, Lucimário e a esposa, Marielza Ferreira, 44, estavam sentados no pátio na frente da residência quando um homem a pé e armado simulou um assalto, e disparou pelo menos cinco tiros na vítima.

O homem e um comparsa fugiram em carro modelo Palio, de cor preta, e placas não identificadas. Os casos não tem relação entre si e serão investigados pela Delegacia Especializada em Homicídios e Sequestros (DEHS).

Texto: David Batista

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Facebook