Por falta de efetivo, PF adia transferência de ex-secretários para presídio comum

Três ex-secretários estão desde o dia 31 na carceragem da PF. No dia seguinte, Pedro Elias se entregou. Sob custódia da Federal só ficará o ex-governador José Melo. Foto: Divulgação

Os ex-secretários de Estado Afonso Lobo (Sefaz), Wilson Alecrim (Saúde), Evandro Melo (Sead) e Pedro Elias (Saúde) devem ser transferidos nesta quarta-feira (3) para a triagem do Centro de Detenção Provisória Masculino (CDPM).

Em nota, a Superintendência da Polícia Federal no Amazonas informou que em razão dos trabalhos desenvolvidos pelo órgão e diante do reduzido efetivo policial, a transferência para a triagem não foi realizada ontem, conforme anunciado, devendo ocorrer apenas hoje.

Apenas o ex-governador José Melo permanecerá sob custódia da Polícia Federal, em razão de determinação da Justiça Federal.

Os ex-secretários estão na carceragem da PF desde o dia 31 de dezembro, em razão da decretação de prisão preventiva para os mesmos. Ainda não há horário para a transferência.

Prisões

O ex-governador e mais os ex-secretários Afonso Lobo (Sefaz), Wilson Alecrim (Saúde) e Evandro Melo (Sead) estão presos na PF desde a véspera de ano novo. O ex-secretário Pedro Elias se entregou nesta segunda-feira.

A Justiça acatou parcialmente recurso do Ministério Público Federal (MPF). Até às 14h20 de hoje, a Secretaria de Administração Penitenciária (Seap) ainda não tinha a confirmação da entrada dos presos no sistema.

A transferência será realizada por escolta da Federal, conforme informou a assessoria da Seap.

Sistema

Provavelmente vão retornar para o Centro de Detenção Provisória Masculino II (CDPM II), no KM 8 da BR-174 (Manaus-Boa Vista), onde ficaram detidos logo após as operações da Polícia Federal.

José Melo foi detido na Operação Estado de Emergência e os outros ex-secretários na Custo Político. As duas operações são desdobramentos da Maus Caminhos, que investiga desvio de mais de R$ 110 milhões da área da saúde.

Federal

A juíza federal Ana Paula Serizawa acatou parcialmente os recursos no qual o MPF-AM pedia a revogação da prisão domiciliar dos quatro.

Ana Paula Serizawa é a juíza federal que está de plantão até o dia 1° de janeiro e também relatora do processo da Maus Caminhos.

Veja também

Polícia Federal conclui inquérito da operação Custo Político que prendeu cinco ex-secretários de Jos... A Polícia Federal concluiu o inquérito referente às investigações da Operação Custo Político, deflagrada em 13 de dezembro de 2017 e que resultou na prisão dos ex-secretários de Estado da Saúde, Wilson Alecrim e Pedro Elias, da Fazenda, Afonso Lobo, de Governo Evandro Me...
Violação de direitos de imigrantes venezuelanos no Brasil será tema de missão do CNDH Conselho Nacional dos Direitos Humanos (CNDH) irá em missão aos estados do Pará, Amazonas e Roraima para verificar a situação dos direitos humanos dos imigrantes venezuelanos que têm ingressado no território. Foto: DivulgaçãoDe 18 a 26 de janeiro, o Conselho Nacional do...
Parceria entre Cetam e Seap oferece curso de ressocialização a detentos e egressos do sistema prisio... O Centro de Educação Tecnológica do Amazonas (Cetam), em parceria com a Secretaria de Estado de Administração Penitenciária (Seap), deu início, nesta segunda-feira (15/01), ao curso de “Manipulação de Alimentos” para 42 detentos do regime aberto da Casa do Albergado de Man...
Sifuentes entra em férias e liminar pedida por José Melo será decidida por Leão Alves Melo e Edilene estão no presídio comum, em celas isoladas. Foto: DivulgaçãoA desembargadora Monica Sifuentes, do Tribunal Regional Federal da 1ª Região de Brasília (TRF1), relatora do Habeas Corpus do ex-governador José Melo e da sua esposa, Edilene Oliveira, entrou de ...
MPF pede condenação da ex-superintendente da Suframa Flávia Grosso e outros cinco réus MPF-AM pediu condenação de Flávia Grosso por improbidade administrativa. Ele pediu exoneração da Suframa em 2011, quando foi feita a denúncia. Foto: DivulgaçãoO Ministério Público Federal (MPF) no Amazonas pediu a condenação de Flávia Skrobot Barbosa Grosso, ex-superint...

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Facebook