Operação ‘Estado de Emergência’ apreendeu carros, relógios e R$ 390 mil em espécie. Dinheiro estava no sítio e nas empresas da ex-primeira dama Edilene

Momento em que o ex-governador José Melo chegava na sede da PF acompanhado de agentes federais. Foto: Divulgação

Durante a operação ‘Estado de Emergência’, deflagrada nesta quinta-feira (21) pela Polícia Federal, foram apreendidos R$ 390 mil em espécie, dos quais R$ 90 mil estavam no sítio do ex-governador localizado no Ramal do Banco, no município de Rio Preto da Eva e o restante, R$ 300 mil nas empresas da ex-primeira dama e na residência do casal, no bairro Flores.

Além do dinheiro, os agentes apreenderam carros e relógios de propriedade de Melo e Edilene.

O governador José Melo continua detido na sede da Polícia Federal e será encaminhado nesta tarde ao IML para fazer exame de corpo de delito. Ele deverá ser levado para o Centro de Detenção Provisória Masculino, onde estão os ex-secretários Afonso Lobo da Sefaz, Pedro Elias e Wilson Alecrim da Susam, o irmão Evandro Melo e o ex-chefe da Casa Civil, Raul Zaidan.

Melo teve a prisão temporária decretada porque além de seu nome aparecer nas conversas do empresário Mouhamed Moustafa como sendo beneficiário da propina oriunda dos recursos da saúde do Amazonas, a investigação analisou a evolução patrimonial do ex-governador. A Controladoria Geral da União (CGU) identificou uma discrepância entre o salário de R$ 30 mil como governador e as movimentações nas contas correntes e supervalorização dos bens, como um imóvel no valor de R$ 7 milhões, além das altas despesas necessárias para manter a propriedade que conforme a PF, não condizem com os ganhos mensais de Melo a partir de 2014, quando foi eleito governador do Amazonas.

Atos do decreto estão sendo investigados

O delegado Alexandre Saraiva responsável pela Operação ‘Estado de Emergência’ disse ainda que todos os atos do ex-governador José Melo e do comitê de gestão integrada formado em decorrência do decreto que decretou Estado de Emergência estão sendo investigados, visto que os ex-secretários que formavam o comitê já estão presos.

Ramal foi asfaltado com recursos públicos

A investigação da Polícia Federal confirmou ainda que o Ramal do Banco, onde está localizado o sítio do ex-governador, no município de Rio Preto da Eva, foi asfaltado com recursos do Governo do Estado e que a melhoria foi somente para beneficiar a propriedade de Melo.

Caseiro preso

Ainda durante a prisão de Melo, o caseiro do sítio que não teve o nome revelado durante a coletiva, também foi preso por estar portando ilegalmente uma arma de fogo

 

Veja também

Mais de 430 kg de skunk e um fuzil são apreendidos em porão de balsa no Japurá Entre carga de seixo e botijas de gás, policiais encontraram, durante revista de rotina, 438 kg de maconha skunk e um fuzil, ambos de origem colombiana. Fotos: DivulgaçãoMais de 438 quilos de maconha do tipo skunk e um fuzil calibe 7.62 com diversas munições foram apree...
Polícia Federal conclui inquérito da operação Custo Político que prendeu cinco ex-secretários de Jos... A Polícia Federal concluiu o inquérito referente às investigações da Operação Custo Político, deflagrada em 13 de dezembro de 2017 e que resultou na prisão dos ex-secretários de Estado da Saúde, Wilson Alecrim e Pedro Elias, da Fazenda, Afonso Lobo, de Governo Evandro Me...
José Melo desviou os 30% da saúde federais. E o resto? Cadê a investigação do dinheiro do Estado?... José Melo desviou os 30% da saúde federais, mas o que saiu dos cofres estaduais é maior e a sensação do contribuinte é de que essa parte não tem fiscalizaçãoSabe um cipoal de números, tabelas e rubricas? É o portal da transparência do Governo do Amazonas. Outro, pouco m...
Em Tabatinga, Federal apreende 2 kg de droga escondidos em compressor de ar-condicionado Nesta quarta-feira (17), a equipe da Base Sentinela, do Departamento de Estratégias de Fronteiras (Esfron), fez a apreensão de 2 quilos de entorpecentes durante ação de rotina em Tabatinga (distante 1.105 quilômetros de Manaus).Esconderijo A droga foi encontrada na caix...
Jovem é preso com 2 kg de maconha enrolados no corpo. Ele tentava embarcar para Brasília Homem estava com 2 kg de maconha enrolados no corpo e foi detido no aeroporto internacional. Foto: Divulgação Com dois quilos de maconha do tipo skunk presos no corpo, com o uso de fita e filme plástico, um jovem de 21 anos, de identidade não divulgada, foi preso em fl...

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Facebook