Sábado, 21 de abril de 2018

App enviará à CGU denúncias de agressão e discriminação a pessoas LGBTI+

O Ministério da Transparência e Controladoria-Geral da União (CGU) recebe, a partir de hoje (18), denúncias feitas pelo aplicativo TODXS, relativas à discriminação e agressão a membros da comunidade LGBTI+ (lésbicas, gays, bissexuais, travestis, transexuais e transgêneros, intersexuais). O objetivo da parceria com a startup social é a triagem e o correto direcionamento das denúncias aos órgãos púbicos responsáveis pela adoção de providências ou medidas preventivas.

A TODXS é a primeira instituição a aderir ao Me-Ouv, lançado em novembro pelo CGU. A iniciativa permite o acesso automatizado da startup ao Sistema Informatizado de Ouvidorias do Poder Executivo Federal (e-Ouv). Além do tratamento adequado das denúncias, os dados coletados serão utilizados para subsidiar o planejamento e a priorização de ações de governo voltadas à população LGBTI+ em diversas áreas.

Para a CGU, a parceria com o TODXS é uma mudança importante nos paradigmas de comunicação entre governo e cidadão, inaugurando uma forma inovadora de diálogo entre grupos da sociedade e o Estado. O Me-Ouv faz parte do Programa de Avaliação Cidadã de Serviços e Políticas Públicas (Procid), criado pelo CGU em 2016, para coletar dados e produzir informações acerca da satisfação dos usuários de políticas e serviços públicos prestados pelo governo federal.

Aplicativo

Além de coletar denúncias de violência contra a população LGBTI+ e avaliar o atendimento policial, no caso de ter sido feito boletim de ocorrências, com o TODXS  é possível consultar organizações representativas ou de apoio por todo o Brasil.

O aplicativo ainda permite aos usuários consultar leis específicas à comunidade LGBTI+, do local onde se encontra o usuário ou por tema (como família, educação, nome social). O TODXS compila mais de 800 normas jurídicas de todo o país, para que a população LGBTI+ possa conhecer e garantir seus direitos.

Desde que foi lançado, em junho deste ano, mais de 3 mil pessoas baixaram o TODXS. O objetivo da organização é alcançar 10 mil pessoas até o final de 2018, promovendo ações que eduquem a sociedade e reduzam o cenário de violência. Segundo o CGU, o Brasil é considerado pela associação Transgender Europe um dos países que mais mata transexuais no mundo.

Veja também

SSP-AM lança aplicativo para combater assaltos a ônibus. Estilo é botão de emergência Ao acionar uma ocorrência dentro de um coletivo pelo aplicativo, sistema vai rastrear aparelho e repassar informação em tempo real ao CICC. Foto: Bruno Zanardo/ Secom A Secretaria de Segurança Pública do Amazonas (SSP-AM) lançou, nesta quinta-feira (5), o aplicativo "Avi...
Aplicativo ‘MeuDigiSus’ passa a ser adotado para acompanhar consultas e exames no Sisreg A Secretaria Estadual de Saúde (Susam) passará adotar, nas unidades da capital e interior, o aplicativo “MeuDigiSus”, que está sendo lançado pelo Ministério da Saúde (MS). A ferramenta permite ao usuário acompanhar o histórico de agendamento de consultas e exames feitos no...
Jovem é preso por roubar pertences de adolescente, após marcar encontro com a vítima por aplicativo ... Paulo Henrique foi preso em flagrante por roubo majorado e apresentado no 9° DIP Paulo Henrique Costa Saraiva, de 22 anos, foi preso na tarde de quinta-feira (8), pela Polícia Civil do Amazonas, representada pelo delegado Pablo Geovanni, titular do 9° Distrito Integrado de...
MPF acolhe indiciamento da PF e denuncia presos por desvio de recursos da saúde Denúncia contra envolvidos no esquema de desvio milionário da saúde, descoberto na Maus Caminhos, será apresentada nesta terça-feira pelo MPF. Foto: Arquivo Sete dias depois da Polícia Federal ter indicado o ex-governador José Melo, a ex-primeira dama Edilene Oliveira e ...
Aplicativo Matrículas lidera em pedidos de reservas de vaga no Estado Pelo segundo ano consecutivo, pais e responsáveis de estudantes da rede pública de ensino do Amazonas não precisaram enfrentar filas nas portas das escolas para conseguir uma vaga. A expectativa para 2018 era de crescimento nos atendimentos online (site e aplicativo),...

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Facebook