David Almeida acusa SSP de armação política com empresas de aluguel de carros

O presidente da Aleam, David Almeida, diz que a estratégia do atual governo é repetir uma mentira até que ela se torne uma verdade. Foto: Arquivo

Na sessão plenária desta quarta-feira, 6, durante o pequeno expediente, o Presidente da Assembleia Legislativa do Estado do Amazonas (Aleam), deputado David Almeida, afirmou ter recebido denúncias de que servidores da Secretaria de Segurança Pública (SSP) estão coagindo donos de empresas de alugueis de carro a gravarem vídeos. Os empresários seriam obrigados a dizer que os contratos de alugueis não foram pagos, quando David esteve à frente do Estado.

No entanto, eles se negaram por não ser uma informação verdadeira. Na última semana, foi divulgado pelo Governo que a gestão de David Almeida deixou um déficit de R$ 9,5 milhões. “Divulgaram que eu deixei de pagar os prestadores de serviços de carros alugados. Eu paguei até o dia 17 de setembro. Eles que deixaram de pagar o mês de outubro e novembro. Agora, soube que estão chamando os empresários para gravarem vídeos falando que não os paguei”, disse.

Ainda segundo Almeida, a denúncia será apurada e se preciso levada a Polícia Federal. “Eu tenho os nomes e vou fazer apuração. Isso é coação, prevaricação e improbidade administrativa de servidor público. Se preciso for vou até a Polícia Federal. Isso não se faz. Tem que tratar a política com verdade, e a verdade é que existiam atrasos que paguei, pagamento de exercícios anteriores para que eles não parassem”, falou.

De acordo com o parlamentar,  a estratégia do atual governo é repetir uma mentira até que ela se torne uma verdade. Na avaliação do deputado, é necessário parar de acusar e começar a trabalhar.

“Os marqueteiros do governador estão usando a ideia de que uma mentira muita vezes dita se torna em verdade. Primeiro foi o rombo na saúde e o Deodato (Secretário de Saúde) veio aqui e disse que não era isso. Depois disseram que o Estado estava falido. O Alfredinho (Alfredo Paes, Secretário de Fazenda) esteve na casa e afirmou que tem R$ 5,3 bilhões de reais nos cofres. Agora é essa história da segurança e mais uma vez eu estou explicando aqui. Está se criando essa mania de acusar e estão esquecendo de trabalhar. Tem mais de 60 dias de governo e precisam dar resposta à sociedade. Há muitos problemas, é verdade, mas ele foi eleito para resolver”, finalizou.

 

Veja também

Usuário de drogas é esquartejado e partes do corpo são jogadas em rua, no AM Conforme a PM, Victor era usuário de drogas e também era envolvido em roubos na cidade. Foto: DivulgaçãoVictor da Silva Barbosa, de 21 anos, foi encontrado morto e esquartejado na madrugada desta sexta-feira (23), no bairro Cidade Nova, em Autazes, a 113 km de distância...
Dois jovens são presos após assaltarem escola no Educandos. Um deles usava farda da instituição Após a prisão, as vítimas compareceram a Delegacia-Geral da Polícia Civil, no Dom Pedro, zona Centro-Oeste, para fazer o reconhecimento e depor sobre o caso. Foto: DivulgaçãoCleiton Leal de Alencar, de 20 anos, e Mateus Siqueira Gomes, de 21 anos, foram presos na noite ...
Arthur Virgílio revela que recusou ligações do governador Alckmin e anuncia que distrito industrial ... Arthur Virgílio revela que recusou ligações do governador Alckimin e diz que, segunda-feira, se estiver melhor, poderá atender. Os dois disputam a candidatura do PSDB a presidente da RepúblicaO prefeito de Manaus, Arthur Virgílio Neto, voltou a criticar as prévias inter...
Colégios da PM liberam alunos mais cedo por falta de professores e Seduc anuncia mais 180 mestres pa... Colégios da PM liberam alunos mais cedo alegando que não podem mais suprir ausências de professores contratando temporários. Na foto, formatura de Ensino Médio do CMPM 3, no Campos Sales, uma das escolas mais destacadas do Estado.O aviso é claro: "Comunicamos aos senhor...
Maus tratos a idosos? Saiba como denunciar em Manaus Nos últimos anos, o Disque Idoso já recebeu 12.060 denúncias. Foto: Semcom/Divulgação São cada vez maiores os índices de maus tratos contra pessoas acima de 60 anos, seja por violência física, psicológica, patrimonial ou negligência. Segundo a Organização Mundial de Saúde ...

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Facebook