Trabalhador que receber menos que o mínimo fará recolhimento complementar de Previdência

O trabalhador que receber menos de R$ 937 ao mês (salário mínimo), ao realizar trabalho intermitente, deverá recolher alíquota de 8% de contribuição previdenciária sobre a diferença entre o que recebeu e o mínimo. O esclarecimento foi feito pela Receita Federal no Ato Declaratório Interpretativo (ADI) RFB nº 6, publicado na edição de hoje (27) do Diário Oficial da União.

A Receita Federal lembra que a reforma trabalhista, efetuada pela Lei nº 13.467 de 2017, trouxe a possibilidade de o segurado empregado receber valor mensal inferior ao salário mínimo, como no caso de trabalho intermitente, que permite o pagamento por período trabalhado, podendo o empregado receber por horas ou dia de trabalho.

O recolhimento complementar será necessário caso a soma de remunerações auferidas de um ou mais empregadores no período de um mês seja inferior ao salário mínimo.

Segundo a Receita, o recolhimento complementar da contribuição previdenciária deverá ser feito pelo próprio segurado até o dia 20 do mês seguinte ao da prestação do serviço. Caso não faça o recolhimento, não será computado o tempo de contribuição para receber os benefícios previdenciários e para o cumprimento do prazo de carência.

Essa complementação já era prevista para o caso do contribuinte individual. No caso de empregado não existia essa previsão.

A Receita Federal esclarece que a Medida Provisória (MP) nº 808, de 2017, estabeleceu essa previsão e criou para o segurado empregado a possibilidade de complementação da contribuição até o valor relativo ao salário mínimo, especificando que a alíquota aplicada será a mesma da contribuição do trabalhador retida pela empresa.

“Todavia, a referida MP não fixou a data de vencimento dessa contribuição, nem deixou claro qual seria a alíquota aplicada, sendo necessária a publicação do ADI [Ato Declaratório Interpretativo]”, diz a Receita. A MP foi editada neste mês para ajustar pontos da Reforma Trabalhista.

Veja também

Arthur manda carta aberta a Alckmin e revela ‘pegadinhas’ da convenção nacional do PSDB... Arthur manda carta aberta ao governador Geraldo Alckmin. Ele demonstrava cara de poucos amigos na convenção do PSDBO prefeito de Manaus, Arthur Virgílio, retorna da Convenção Nacional do PDSB. E envia Carta Aberta ao governador de São Paulo, presidenciável e agora presi...
Tiririca renunciou para favorecer Genoíno. Fato ou boato? Tiririca renunciou para favorecer Genoíno? Confira se isso é fato ou boatoTiririca renunciou para favorecer Genoíno, ex-deputado do PT, que está prestes a ser julgado. Ele precisa, desesperadamente, de foro privilegiado. Daí a manobra da renúncia de Tiririca. Essa é a v...
Prefeitura abre Processo Seletivo para a contratação de agentes de fiscalização com 100 vagas A partir das 9h desta terça-feira, 12/12, a Prefeitura de Manaus, por meio da Casa Civil estará com inscrições abertas para o Processo Seletivo Simplificado (PSS), para a contratação de agentes de fiscalização. As inscrições serão feitas exclusivamente pela internet, no ende...
Carro roubado há seis meses no Parque Dez é encontrado na estrada de Novo Airão A Polícia Civil do Amazonas, por meio da Delegacia Interativa de Polícia (DIP) de Manacapuru, município distante 68 quilômetros da capital, prendeu em flagrante, na manhã desta segunda-feira (11/12), Francisco Saraiva da Costa, 34, por receptação e adulteração de sinal ident...
Comissão de Defesa do Consumidor da Aleam realiza 1º Mutirão de Renegociação de Dívidas Na quinta e sexta-feira (dias 14 e 15), a Comissão de Defesa do Consumidor da Assembleia Legislativa do Estado do Amazonas (CDC-Aleam) realiza o 1º Mutirão de Renegociação de Dívidas Bancárias, que começará a partir das 8h, na Escola do Legislativo.O mutirão vai cont...

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Facebook