Vigilantes terceirizados fazem protesto por atraso de pagamentos

Vigilantes terceirizados cruzaram os braços hoje no hospital Platão Araújo em razão do atraso de pagamento de salários. Foto: Divulgação

Vigilantes terceirizados do Hospital e Pronto Socorro Platão Araújo, na zona Leste, paralisaram suas atividades nesta terça-feira (14), em razão do atraso no pagamento de salários. Segundo a categoria, o atraso passa de três meses.

Segundo o presidente do Sindicato dos Vigilantes, Vanderli Bernardo, os funcionários vão ficar de braços cruzados até a empresa responsável regularizar a situação do pagamento e dos tíquetes alimentação, que também não estão sendo entregues.

Dificuldades

“Também não estão recebendo vale-transporte e sem plano de saúde, por falta de responsabilidade da empresa e dos contratantes, como o Platão Araújo. Infelizmente os trabalhadores que prestam serviços aos órgãos públicos estão passando por esta dificuldade”, falou Bernardo.

Caso não ocorra uma solução para a situação, o presidente sindical informou que os terceirizados vão deixar os postos até o pagamento. “É um risco o hospital ficar sem segurança, colocando em xeque a segurança dos funcionários e até pacientes, porque estamos numa área zona vermelha de Manaus”, disse.

Ainda segundo o presidente do Sindicato, a situação se repete em outras unidades de saúde, como João Lucio, Serviço de Pronto Atendimento Alvorada, e inclusive, na Secretaria de Estado da Saúde (Susam).

Nota Susam

Por meio de nota, a Susam informa que liberou na semana passada aproximadamente R$ 40 milhões referentes ao pagamento das empresas que prestam serviços nas unidades da rede estadual de saúde, conforme acordado com seus representantes. O compromisso das mesmas é que priorizem o pagamento de seus funcionários.

No caso das empresas de vigilantes, a Secretaria de Estado de Fazenda (Sefaz) informou ontem que liberou parte do pagamento de todas as empresas terceirizadas que prestam serviços para o Estado nas áreas de conservação, limpeza e vigilância na última sexta-feira, 10 de novembro e os demais pagamentos pendentes na Sefaz para os fornecedores que integram estas categorias estavam sendo liberados nesta segunda-feira, 13.

Calendário

Além disso, foi constituído um calendário para regularizar prioritariamente as despesas de até R$ 50 mil. As ordens bancárias para efetivar os créditos começam a ser enviadas para os bancos ainda esta semana. Os demais pagamentos dependem de fluxo de caixa para serem efetivados.

A Sefaz esclarece que os valores em aberto referem-se a exercícios anteriores ou à administração passada. O Governo do Amazonas, respeitando a Lei de Responsabilidade Fiscal, vem adequando os gastos de acordo com a realidade financeira e orçamentária. As respectivas liquidações ocorrerão em consonância com o ingresso de receita.

Veja também

Paralisação de empresa deixa 10 mil pessoas sem ônibus na zona Norte Aproximadamente 10 mil pessoas foram prejudicadas nesta terça-feira (16) com a paralisação da empresa Açaí Transportes desde às 4h30.Por volta de 6h o serviço foi normalizado. Os ônibus foram impedidos de sair das garagens por membros do Sindicato dos Rodoviários. A empr...
FCecon realiza cirurgia inédita na rede pública do Estado Cirurgião oncológico Marcelo Henrique explica que as chances de cura são de até 90% com a cirurgia inédita. Foto: DivulgaçãoA Fundação Centro de Controle de Oncologia do Estado do Amazonas (FCecon), unidade vinculada à Secretaria de Estado da Saúde (Susam), realizou, de...
Susam normaliza estoque de insulina na Central de Medicamentos Atual gestão recebeu hoje primeira remessa de insulina Lantus para suprir estoque que estava zerado. Foto: ArquivoA Central de Medicamentos do Amazonas (Cema) recebeu, na tarde desta quarta-feira (10), a primeira remessa de insulina Lantus, adquirida pela atual gestão d...
Paralisação de empresa deixa 20 mil passageiros sem ônibus na zona Norte Rodoviários da empresa Líder que opera linhas do transporte público, na zona Norte, paralisaram 100% das atividades nas primeiras horas desta terça-feira (9). Entre as justificativas para a paralisação estão os salários atrasados. Esta é a primeira paralisação registrada ...
 HPS Platão Araújo volta a oferecer serviço de tomografia A nova gestão da Secretaria de Estado de Saúde (Susam) reativou o serviço de tomografia no Hospital e Pronto-Socorro (HPS) Dr. Platão Araújo, na avenida Grande Circular, no bairro Jorge Teixeira, zona leste de Manaus. O tomógrafo estava sem funcionar há mais de um ano, qua...

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Facebook