Festival traz a música e a gastronomia paraenses para a Arena da Amazônia

Wanderley Andrade é a atração nacional do Festival Nossa Energia Mova a Amazônia, que vai tomar a Arena da Amazônia de 17 a 19 de novembro

A gastronomia paraense vai dominar a praça de alimentação da sexta edição do festival Nossa Energia Move a Amazônia (Nema), que acontece nos dias 17, 18 e 19 de novembro na Arena da Amazônia. A temática paraense vai permear as 40 operações gastronômicas do festival, que incluem barracas, food trucks e food bikes.

De acordo com o empresário Carlos Júnior, da Mode On Eventos, a praça gastronômica paraense vai funcionar como uma prévia do festival paraense que a empresa vai realizar na cidade em março do ano que vem. Quem for ao Nema, portanto, vai poder degustar iguarias como maniçoba, pato no tucupi, tacacá, entre outros pratos típicos do Pará.

Ícones

Mas não é apenas na gastronomia do Estado vizinho vai estar representada. O cantor Wanderley Andrade, um dos principais ícones da música paraense, está no line up do festival. Ele se apresenta no terceiro dia (domingo, 19), às 20h.

“O público pode esperar aquele Wanderley Andrade eclético, autêntico, que o amazonense curte e gosta”, afirma o cantor. “Vou cantar meus sucessos e muito rock’n’roll. Depois dos shows que fiz no Porão do Alemão, o pessoal roqueiro quer ir pros meus shows em Manaus”, declarou.

O cantor, que tem proposta do deputado David Almeida (PSD) para receber o título de cidadão amazonense, ficou feliz em saber que a culinária paraense vai estar presente no Nema. “A comida paraense é um prato cheio. O Pará tem um tempero que não tem preço”, afirmou.

O evento

Em sua sexta edição, o Festival Nossa Energia Move a Amazônia mudou o formato e agora reúne, além do esporte, da música e da gastronomia – tríade de energia já dissipada na versão anterior – fóruns sociais e culturais, bazar e filantropia. Serão três dias (17, 18, e 19 de novembro) de festa no mais novo cartão da cidade, a Arena da Amazônia.

Criado para fomentar grandes talentos do esporte e da arte, na Região Norte, o evento amadureceu, encorpou e mudou. A energia, que nos move é dinâmica, e o Nema não poderia ser diferente. A energia do festival reúne saúde, diversão e negócios.

Line up

De acordo com Zé Cardoso, da Dixe Produções, responsável pela curadoria musical do Nema, ser novidade no cenário musical brasileiro foi uma dos critérios para a definição do line up dos três dias de festival. “Estamos atentos ao que as pessoas estão ouvindo na Internet, às novidades que caem no gosto do público mais jovem. A curadoria foi feita pensando nesse ponto”, disse o coordenador.

O intercâmbio musical e networking entre bandas locais e de outras regiões do País também foram levados em conta. “A partir desse contato, muitos artistas locais conseguem shows em outros Estados e até mesmo nos grandes centros”, afirmou Zé Cardoso.

Ingressos

Os ingressos para o festival estarão à venda nos dias de apresentação, no local, ao preço simbólico de R$ 5 para cada dia. E, os clientes que abastecerem 15 litros nos Postos Equador poderão trocar seu cupom fiscal por um ingresso para o dia escolhido, na bilheteria do evento, de sexta a domingo (19), até às 20h. Parte dos ingressos terão renda revestida para Associação de Pais e Amigos Excepcionais de Manaus (Apae).

Moeda social

Com a proposta de contribuir com o trabalho realizado pela Associação de Pais e Amigos dos Excepcionais (Apae), o Grupo Rede Amazônica desenvolveu, em parceria com a Equador Petróleo, a moeda social “Auxilium”, que em latim significa ajuda financeira que pode ser dada a alguém.

A moeda social será entregue no momento da aquisição do ingresso. Com isso, o cliente terá desconto imediato de R$ 2 na compra de produtos no stand da Apae, instalado no bazar do evento. Na cédula haverá espaços destinados a nome, telefone e e-mail, que serão utilizados para sorteios de brindes durante a programação. Vale ressaltar que só participarão do sorteio, as “Auxiliun’s” que forem entregues no stand da instituição.

Segundo o gerente de marketing da Equador Petróleo, David Freidzon, a iniciativa contempla uma das vertentes adotadas pelo Nema na edição deste ano.

“Além dos nossos carros-chefes que são o esporte, a gastronomia e a cultura, nesse ano teremos um forte apelo social com a “Auxilium”, que é uma ótima iniciativa. Em paralelo a isso, também destinaremos uma parcela da quantia arrecadada com os ingressos, que custarão apenas cinco reais, para Apae”, afirmou.

Line up

17/11 – Sexta

19h – República Popular (AM)

20h – Marcia Novo (AM)

21h – Luneta Mágica (AM)

22h – Kilotones (SP)

23h – Alaídenegão (AM)

18/11 – Sábado

19h – Mezatrio (AM)

20h – Fleeting Circus (RJ)

21h – Capela (SP)

22h – Os Tucumanus (AM)

23h – Casa de caba (AM)

00h – Francisco El hombre (MEX/BRA)

19/11 – Domingo

18h – Banda Seletiva

19h – MB4 (AM)

20h – Wanderley Andrade (PA)

21h – Alderia (AM)

22h – Ventre (RJ)

23h – Mombojó (PE)

 

Serviço

Festival Nossa Energia Move a Amazônia (NEMA)

Quando: Dias 17 e 18, às 19h e dia 19, às 18h

Onde: Arena da Amazônia

Ingressos: R$ 5, à venda no local nos dias dos shows. Ou, um cupom fiscal, equivalente a 15 litros de combustível abastecidos nos Postos Equador, dá direito a um ingresso.

Veja também

Arena da Amazônia não era limpa há 1 ano e 4 meses e passa por faxina com retirada de 24 toneladas d... O material coletado é referente a eventos ocorridos no estádio, que não recebia um serviço de coleta de lixo há mais de um ano. Foto: DivulgaçãoVinte e quatro toneladas de lixo foram retiradas da área interna da Arena da Amazônia, na zona Centro-Sul de Manaus, nesta sex...
Governo busca fortalecer o turismo gastronômico ao realizar a 2ª edição do FIGA Turismo gastronômico é opção de fomento de geração de emprego e renda, segundo objetivo das empresas de turismo e fomentadores. Foto: Valdo Leão/ SecomO turista que visita o Estado do Amazonas e sua capital Manaus gasta cerca de 70% de sua receita diária com alimentação...
Belém sedia Encontro Mundial das Cidades Criativas da Gastronomia, promovido pela Unesco, em novembr... Chef Thiago Castanho, do Remanso do Bosque, é a estrela da gastronomia paraenseEncontro Mundial das Cidades Criativas da Gastronomia, reunindo 18 cidades, de 15 países, acontece em Belém, de 7 a 11 de novembro. O projeto é da Organização das Nações Unidas para a Educaçã...
Queijo Serra da Estrela: um manjar português totalmente artesanal O queijo Serra da Estrela tem uma casca de consistência mais dura e o interior é derretido e apetitoso. Fotos: DivulgaçãoAo visitar Portugal, o turista irá descobrir que as riquezas gastronômicas vão muito além do tradicional bacalhau ou do ilustre pastel de nata. Prova...
O papel do chef Massimo Bottura é exemplo de chef que teria fechado o restaurante não fosse o empurrão da mídia, do marketingO chef de cozinha vai além do simples elaborador de cardápio ou mesmo do cozinheiro. Ele tem que ser isso e muito mais.Nos primórdios, o papel do chef ganhou...

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Facebook