Sábado, 21 de abril de 2018

STJ consolida que sexo com menor de 14 anos é estupro de vulnerável

Sexo ou ato libidinoso com menor de 14 anos, independente de ter havido consentimento, é estupro de vulnerável, conforme entendimento do STJ em súmula. Foto: Arquivo

Sexo ou ato libidinoso com menor de 14 anos é estupro de vulnerável, independente de ter havido consentimento. Este é o entendimento do Superior Tribunal de Justiça (STJ), que solidificou sua jurisprudência em uma súmula, a de número 593.

Além desta, o STJ aprovou mais duas súmulas: uma afirma que o Ministério Público pode para ajuizar ação de alimentos em proveito de criança ou adolescente; outra trata da responsabilidade objetiva das instituições de ensino por cursos não reconhecidos pelo Ministério da Educação.

Os enunciados são o resumo de entendimentos consolidados nos julgamentos e servem de orientação a toda a comunidade jurídica sobre a jurisprudência do tribunal. As súmulas serão publicadas no Diário da Justiça Eletrônico.

Leia abaixo as novas súmulas:

Súmula 593
O crime de estupro de vulnerável se configura com a conjunção carnal ou prática de ato libidinoso com menor de 14 anos, sendo irrelevante eventual consentimento da vítima para a prática do ato, sua experiência sexual anterior ou existência de relacionamento amoroso com o agente.

Súmula 594
O Ministério Público tem legitimidade ativa para ajuizar ação de alimentos em proveito de criança ou adolescente independentemente do exercício do poder familiar dos pais, ou do fato de o menor se encontrar nas situações de risco descritas no artigo 98 do Estatuto da Criança e do Adolescente, ou de quaisquer outros questionamentos acerca da existência ou eficiência da Defensoria Pública na comarca.

Súmula 595
As instituições de ensino superior respondem objetivamente pelos danos suportados pelo aluno/consumidor pela realização de curso não reconhecido pelo Ministério da Educação, sobre o qual não lhe tenha sido dada prévia e adequada informação.

Veja também

Lucro de imóvel para quitar outro é isento de imposto, decide STJ A Primeira Turma do Superior Tribunal de Justiça (STJ) decidiu ser isenta de Imposto de Renda a parte do lucro obtido com a venda de um imóvel que seja usada para quitar dívida com a compra de outro imóvel. No julgamento, o STJ confirmou entendimento anterior do própr...
Ex-ministra do STJ palestra em Manaus, nesta quarta Foto: Divulgação Nesta quarta-feira (11), Manaus recebe o seminário 'Ética & Compliance para uma Gestão Eficaz'. A  jurista, ministra aposentada do Superior Tribunal de Justiça (STJ), Eliana Calmon, confirmou presença no evento. Promovido pela Câmara Brasilei...
STJ determina novo julgamento de embargos no caso do massacre do Carandiru Ministro determinou que os embargados, no caso da morte de 111 presos no Carandiru, sejam novamente julgados no TJ de São Paulo. Foto: Divulgação O ministro do Superior Tribunal de Justiça (STJ) Joel Ilan Paciornik determinou que os embargos de declaração apresentados pe...
Praticar sexo oral com menor de 12 anos é crime consumado de estupro, confirma STJ Atuação do MPF foi pela desproporcionalidade da pena determinada pelo Código Penal para crimes de estupro de vulnerável consumado. Foto: Arquivo Não cabe a juiz ou tribunal reclassificar o tipo penal de um crime de estupro de vulnerável consumado para a modalidade “tenta...
STJ julga hoje pedido para evitar prisão de Lula Quinta Turma do STJ julga hoje o mérito de HC preventivo para evitar prisão de Lula. Foto: Reprodução Agência Brasil A Quinta Turma do Superior Tribunal de Justiça (STJ) julga nesta terça-feira (6) o mérito de um habeas corpus preventivo para evitar a prisão do ex-pre...

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Facebook