Praia do Tupé sedia 2ª Corrida e Caminhada Ecológica Manaus. Inscrições começam nesta terça

O período de vazante revela paisagens de rara beleza nas praias da região amazônica. E esse foi o cenário escolhido para que corredores amadores e profissionais possam participar, no próximo dia 8/12, da 2ª Corrida e Caminhada Ecológica Manaus, na Praia do Tupé, situada na comunidade São João, uma das seis comunidades que integram a Reserva de Desenvolvimento Sustentável (RDS) do Tupé, situada a 25 minutos de Manaus. As inscrições estão abertas a partir desta terça-feira, 7/11, e poderão ser feitas no site www.ticketagora.com.br.

A prova é realizada pela Prefeitura de Manaus, por meio das secretarias municipais de Meio Ambiente e Sustentabilidade (Semmas) e Juventude Esporte e Lazer (Semjel), em parceria com a Associação dos Locutores Esportivos do Amazonas (Aclea).

O trajeto da prova terá aproximadamente três quilômetros, com saída e chegada no Centro de Apoio ao Desenvolvimento Sustentável Professor Roberto Vieira, no lado leste da praia, na parte alta em terra firme. No trajeto, será possível ao corredor ter o contato com a natureza preservada e a adrenalina de superar desafios como areais, trilhas dentro da floresta, trechos de charco e travessia de igarapés. Em visita técnica realizada no último domingo, 5, técnicos da Semmas, juntamente com o professor doutor Gilmar Couto, da Faculdade de Educação Física e Fisioterapia da Universidade Federal do Amazonas (Ufam), fizeram o reconhecimento do trajeto. “O percurso será inesquecível. Para quem participar, é uma oportunidade de conhecer e valorizar uma área preservada do município de Manaus”, explicou Gilmar Couto.

O objetivo do circuito de Corrida e Caminhada Ecológica, lançado em junho deste ano, com a prova realizada nas trilhas do Parque Municipal do Mindu, é exatamente o de fortalecer a gestão das áreas protegidas municipais. “Assim como o Mindu, a Reserva de Desenvolvimento Sustentável do Tupé é um santuário natural de grande beleza e importância estratégica para o mosaico de unidades de conservação existentes no Baixo Amazonas. Ela integra o sistema municipal de unidades de conservação geridas pela Prefeitura de Manaus, razão pela qual decidimos incluí-la nessa estratégia de fortalecimento da gestão por meio da realização de atividades que levem esporte, lazer e cultura para as comunidades locais”, afirmou o secretário municipal de Meio Ambiente e Sustentabilidade, Antonio Nelson de Oliveira Júnior, reforçando a disposição do prefeito Arthur Virgílio Neto em manter essas áreas protegidas e criar novas unidades de conservação municipais.

O número de vagas para a 2ª Corrida e Caminhada Ecológica – Etapa Tupé é limitado. Serão 300 vagas. Os participantes sairão da Marina do Davi, às 6h30, em cinco embarcações, cada uma com capacidade para 50 pessoas. “Essa iniciativa é uma nova alternativa de levar as pessoas para conhecer a região do Tupé e apoiar a Prefeitura de Manaus no processo de gestão da reserva, estimulando cada vez mais atividades que levem a grande massa para dentro das reservas, fazendo com que entendam, conheçam e valorizem as áreas protegidas”, afirmou o diretor de Áreas Protegidas da Semmas, Márcio Bentes.

O presidente da Aclea, jornalista Eduardo Monteiro de Paula, destacou a importância do evento para quem pratica o esporte e para os moradores da reserva. “A corrida vai movimentar também a comunidade e dar oportunidade para os moradores mostrarem seu artesanato e cultura, fomentando a geração de renda para as famílias, que tem no turismo de base comunitária a sua principal rentabilidade”, lembrou.

A RDS do Tupé fica localizada na confluência do Rio Negro com o igarapé Tarumã, numa área de 11.973 hectares, gerida pela Prefeitura de Manaus, por meio da Semmas. As seis comunidades que integram a reserva têm no turismo de base comunitária e na agricultura familiar as principais fontes de renda. As comunidades são: São João, Julião, Livramento, Agrovila, Tatu e Colônia Central. Elas contam hoje com aproximadamente 5 mil moradores.

Histórico de Criação

Durante sua primeira gestão como prefeito, na década de 90, Arthur Virgílio Neto já tinha as atenções voltadas para a importância da preservação ambiental da região do Lago do Tupé. Em 1990, ele declarou o local como Área de Relevante Interesse Ecológico (Arie). Por meio da Lei Municipal 321, toda a área hoje abrangida pela reserva foi declarada como Unidade Ambiental do Tupé – UNA Tupé.

 

Veja também

Prefeitura vai ajudar Musa a aumentar número de visitantes e se consolidar como atração turística... O prefeito em exercício, Marcos Rotta, no lago das vitórias régias, no MUSA. Foto: Alexandre Fonseca/Seminf.Acompanhado do secretariado municipal, o prefeito em exercício e secretário municipal de Infraestrutura (Seminf), Marcos Rotta, visitou na manhã deste sábado, 20/...
Homens furtam quase 200 óculos de grifes de ótica na zona Leste. Assista o vídeo Imagem do assaltante registrada por câmeras de vigilância. Foto: ReproduçãoTrês homens entraram na madrugada deste sábado, 20/01, na Mega Ótica, localizada na Av. Autaz Mirim, bairro São José, zona Leste, e levaram quase 200 óculos de grife, armações e outros objetos da...
Preso mais um suspeito de matar esportista britânica. Polícia procura por irmão Emma Kelty, 43 anos, foi morta no dia 13 de setembro de 2017, na Ilha do Boeiro, Comunidade Lauro Sodré, em Coari. Foto: ReproduçãoErinilson Ferreira da Silva, 24, conhecido como “Nilsinho”, foi preso em cumprimento a mandado de prisão preventiva, na manhã deste sábado....
Amazonino anuncia que vai intensificar a entrega de títulos de imóveis na capital e interior A secretária de Política Fundiária, Paula Kanzler, e o governador Amazonino Mendes entregam o titulo definitivo de imóvel a uma das beneficiadas. Foto: Clóvis Miranda/SecomO governador do Amazonas, Amazonino Mendes, anunciou que vai intensificar a entrega de títulos def...
Cardápio pró-imunidade: veja quais alimentos podem turbinar sua saúde e afastar doenças O poder de determinados alimentos em estimular o sistema de defesa do organismo é um fato cada vez mais corroborado pela ciênciaJá dizia a sabedoria popular: “somos o que comemos”. A relação entre alimentação e saúde nunca esteve tanto em evidência, sobretudo em tempos ...

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Facebook