Três toneladas de pirarucu manejado serão comercializadas no fim de semana no Parque Dez

Pescado será vendido por manejadores ribeirinhos da RDS Mamirauá, na sede da Fundação Amazonas Sustentável (FAS). Foto: Divulgação

Pescadores da Associação de Moradores e Usuários da Reserva Mamirauá Antônio Martins (Amurmam), distante 632 quilômetros de Manaus, estarão nesta sexta-feira (3) e domingo (5) na Fundação Amazonas Sustentável (FAS) realizando mais uma edição da venda de pirarucu manejado.

A ação terá início às 7h na sede da fundação, na rua Álvaro Braga, 351, Parque Dez de Novembro, zona Centro-Sul da cidade. As três toneladas de pirarucu fresco provém de lagos naturais do Rio Solimões, frutos de projetos de manejo sustentável.

O quilo do filé do peixe será vendido por R$ 18, enquanto que o quilo da ventrecha (barriga) custará R$ 14. Já a carcaça do peixe terá o quilo vendido por R$ 5, e o charuto (peixe inteiro) terá o quilo por R$ 8,50.

Feira urbana

No domingo, os pescadores continuarão com a venda dentro da Feira Urbana de Alternativas (FUÁ), evento cultural que acontece na FAS reunindo gastronomia, música e arte. A ação inicia às 7h.

Segundo o manejador Edson Souza, a feira tem por objetivo trazer os estoques do Solimões para abastecer as festas de fim de ano na capital, valorizando o produto sem atravessadores.

“Nosso objetivo é trazer um pescado de qualidade e com preço competitivo ao consumidor, sem atravessadores. Uma chance para valorizar o nosso trabalho, com um peixe 100% de rio e legalizado, e que tem muitas utilidades no cardápio do caboclo amazonense”, destaca.

Manejo do Pirarucu

O manejo do pirarucu é uma atividade sustentável que acontece sob a supervisão do Instituto Brasileiro de Meio Ambiente e Recursos Naturais Renováveis (Ibama), o qual controla a quantidade de peixes que devem ser pescados nos lagos da Unidades de Conservação (UCs).

Os peixes são criados livres em lagos, onde se alimentam de forma natural e só podem ser capturados quanto atingem o tamanho mínimo de 1,50 m.

A venda do pescado manejado é apoiada pelo  subprograma de Geração de Renda do Programa Bolsa Floresta, em parceria com o Fundo Amazônia/BNDES e o Banco Bradesco  e beneficiará diretamente cerca de 30 famílias que vivem na RDS Mamirauá.

Veja também

MPF denuncia 25 proprietários de dragas por extração ilegal de ouro no Madeira MPF denunciou 25 proprietários de dragas por atividades de exploração mineral sem licença no rio Madeira, em Humaitá. Foto: ReproduçãoO Ministério Público Federal denunciou 25 proprietários de dragas por desenvolverem atividades de exploração mineral sem licença ambient...
Justiça Federal suspende liminarmente licenças de operação para garimpo no Rio Madeira Há pouco mais de um mês, a cidade de Humaitá viveu momentos de tensão depois que garimpeiros destruíram a sede do ICMbio após operação de fiscalização. Foto: Divulgação Corpo de BombeirosA 7º Vara da Justiça Federal do Amazonas deferiu tutela de urgência requerida em aç...
Operação Tucandeira faz apreensão de madeira ilegal explorada em terra indígena no Estado Um trator e 17 metros cúbicos de madeira em tora e serrada foram apreendidas em operação do Ibama e Ipaam. Foto: Divulgação Um trator, uma serra portátil e 17 metros cúbicos de madeira em tora e serrada foram apreendidos durante a Operação Tucandeira II, realizada na r...
Receita Federal e Ibama fazem apreensão de 280 toneladas de madeira irregular Dez contêineres com 280 toneladas de madeira cortada foram alvo de fiscalização e apreensão da Receita Federal no Amazonas nesta sexta-feira (15). O material estava embarcado num porto da zona Sul, e seria transportado ilegalmente para a Bahia. Mais de 100 outros contêine...
Justiça mantém nula licença do Ibama para obra do linhão entre Manaus e Boa Vista Foto: Divulgação EletrobrasO Ministério Público Federal (MPF) no Amazonas conseguiu na Justiça a anulação da licença prévia expedida pelo Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis (Ibama) para as obras da linha de transmissão de energia el...

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Facebook