Em dez meses, cesta básica em Manaus teve redução de 11,62%. Em outubro valor ficou em R$ 349,19

Foto: Arquivo

Em meio a centenas de reajustes, o consumidor pode não ter percebido, mas nos últimos dez meses, a cesta básica do manauara teve uma redução significativa de 11,62%. É o que aponta o Departamento Intersindical de Estatística e Estudos Socioeconômicos (Dieese) que faz, mensalmente, a Pesquisa Nacional da Cesta Básica de Alimentos. Outras quatro capitais também tiveram uma queda no acumulado como Maceió (11,57%), Cuiabá (10,91%), Belém (10,64%) e Salvador (10,37%).

Nos dados divulgados nesta quarta-feira (1), Manaus também aparece entre as capitais onde houve uma leve queda no valor da cesta básica no mês de outubro. A redução em relação a setembro foi de 1,77% e ficou em R$ 349,19.

Oito produtos apresentaram queda e quatro registraram alta no mês analisado. Houve queda significativa nos preços do feijão, do tomate, do açúcar e do leite. Por outro lado, teve aumento no valor do óleo de soja, do café e da carne, o que influenciou na redução do custo da cesta em Manaus.

A cesta mais cara foi registrada em Porto Alegre (R$ 446,87), seguida por São Paulo (R$ 428,13) e Rio de Janeiro (R$ 421,05). Em sentido oposto, os valores mais baixos foram encontrados em Salvador (R$ 318,31), Natal (R$ 325,09) e Recife (R$ 325,96).

O valor do salário mínimo ideal para que o trabalhador possa custear as suas despesas básicas e de sua família (composta de quatro pessoas) foi calculado em R$ 3.754,16, ou 4,01 vezes o mínimo de R$ 937 vigente. Essa quantia ficou ligeiramente acima da estimada, em setembro (R$ 3.668,55, ou 3,92 vezes o mínimo vigente), mas com um valor abaixo do indicado no mesmo mês de 2016 (R$ 4.016, 27 ou 4,56 vezes o salário mínimo daquele período que era de R$ 880).

 

Veja também

Manaus vai sediar encontro da ANS sobre regulação de Planos de Saúde A Agência Nacional de Saúde Suplementar (ANS) está preparando mais uma edição do Encontro ANS, evento direcionado aos agentes do setor para discutir temas relacionados à regulação do mercado de planos de saúde. A atividade ocorrerá nos dias 21, 22 e 23 de novembro, em Ma...
Amazonas é destaque no encerramento da COP23, na Alemanha  O “Amazonas for the planet program”, lançado pelo Governo do Amazonas na 23ª Conferência das Nações Unidas sobre Mudança Climática (COP23), em Bonn, na Alemanha, foi destaque nesta sexta-feira (17/11), no encerramento do evento. Com a participação de 197 países empenhad...
Governo do Amazonas inicia processo de licitação para construir três novos presídios no interior do ... Foto: Stéfany Seixas/ SeapPor determinação do governador Amazonino Mendes, a Secretaria de Estado de Administração Penitenciária (Seap) encaminhou à Comissão Geral de Licitação (CGL) processos para abertura de certame visando a contratação de empresas especializad...
Uma surpresa Eis senão quando, vejo-me “autor”. Conto como ocorreu o fenômeno: agindo à sorrelfa, numa trama digna de “thriller” cinematográfico, meus quatro filhos reuniram alguns destes escritos que eu cometo semanalmente, convenceram uma editora e publicaram o conjunto em forma de um ...
Arthur defende liberação da maconha, homossexuais e privatização. E pode renunciar em abril Arthur está de boltanao belho estilo que polemiza e inquietaA Revista Exame, da Editora Abril, coloca o prefeito Arthur Virgílio entre os que renunciarão em abril de 2018. O jornal espanhol El País é mais contundente. Mostra um Arthur que defende da privatização total à...

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Facebook