Deputados aprovam lei que inclui TJ-AM, TCE-AM e MPE-AM no Amazonprev

O Projeto de Lei nº 12/2007, que institui a adesão do Ministério Público do Estado do Amazonas (MPE), Tribunal de Contas (TCE) e Tribunal de Justiça (TJ-AM) ao Sistema Único Previdenciário do Estado, foi aprovado com votos favoráveis de 18 parlamentares, na sessão plenária da Assembleia Legislativa do Amazonas (Aleam),  nesta quarta-feira (1).

O presidente da ALE-AM, deputado David Almeida destacou que a adesão ao Sistema Único de Previdência está prevista na Emenda Constitucional nº 41/2003, e que a discussão já se arrastava há 14 anos. Ele lembrou que caso não houvesse a adesão, o Amazonas teria dificuldades em receber o Certificado de Regularidade Previdenciária (CRP), documento expedido pelo Governo Federal, que atesta a regularidade previdenciária do Estado. Permitindo assim que sejam celebrados convênios e movimentações financeiras.

“Essa discussão é de longa data e hoje vivemos um dia histórico. Logo que assumi o governo, soube que ia vencer o CRP do Estado e teríamos dificuldades em receber repasses constitucionais. Nós precisávamos resolver o problema e quando soube dele nos primeiros 15 dias da minha administração comecei a conversar. Fomos ao TJ, MP  e TCE e nos reunimos com os representantes desses órgãos. Essas discussões se deram em várias reuniões. Quando se quer vencer um desafio, ele é resolvido. Foi na nossa curta gestão como governador que avançamos nisso e fico feliz em estar participando como parlamentar desse momento”, declarou.

O presidente do Fundo Previdenciário do Estado do Amazonas (Amazonprev), Márcio Rys Meirelles, esteve presente no plenário Ruy Araújo para acompanhar a votação. Ele explicou que a partir da aprovação, os órgãos assinarão um termo de adesão junto ao Amazonprev, que passa a controlar as questões previdenciárias das instituições.

“Após a assinatura do termo de adesão, parte-se para a sequência de ações que é a migração de informações desses regimes para um único local, que é a Amazonprev. Isso vai envolver a Sefaz, Prodam, Amazonprev, além das instituições. Hoje é um dia feliz. Após muito tempo de discussão o projeto foi aprovado”, afirmou.

Serafim parabeniza envolvidos

O deputado Serafim Corrêa (PSB),  relator da matéria, parabenizou os órgãos pela adesão e fez uma menção à articulação de David Almeida para o êxito no processo.

“Foi uma construção coletiva, mas destaco a participação do deputado David Almeida, que na época era governador interino, nesse processo. É claro que não se faz isso sozinho. Houve a participação do Flávio Pascarelli (presidente do Tribunal de Justiça), do Fábio Monteiro (procurador-geral do Ministério Público) e do Ari Moutinho (presidente do Tribunal de Contas) e dos servidores do Amazonprev. Todos os que participaram disso estão de parabéns. Esse é um passo importante para a sobrevivência do sistema previdenciário do funcionalismo público amazonense”, destacou.

Veja também

Em ano eleitoral, presidente do TRE faz abertura de ano letivo da Escola de Contas A programação de abertura do ano letivo da Escola de Contas Públicas será dividida em três dias. Foto: Ana Cláudia Jatahy/TCECom a presença de várias autoridades, servidores e gestores das prefeituras municipais e governo do Estado, a Escola de Contas Públicas do Tribun...
Contratos temporários de órgãos públicos estão na mira do TCE TCE intensifica fiscalizações sobre admissões realizadas via contrato temporário por parte de gestores públicos. Foto: ArquivoCom o objetivo de impedir a burla ao instituto constitucional do concurso público, por parte dos gestores públicos, no processo de admissão de p...
Motorista que atropelou e matou dois homens no Centro tem prisão preventiva decretada, em Manaus Na audiência de custódia realizada no domingo, o juiz plantonista converteu a prisão em flagrante do homem, em prisão preventiva. Foto: Divulgação TJAMO Tribunal de Justiça do Amazonas converteu a prisão em flagrante de Wellington Silva de Almeida, de 31 anos, o suspeit...
Juiz mantém condenação a ex-prefeito de Caapiranga por crime de responsabilidade Justiça negou provimento a embargos da defesa do ex-prefeito de Caapiranga, Antônio Ferreira Lima, e manteve condenação pelo crime de responsabilidade. Foto: Divulgação TJAMO juiz titular da Vara Única de Caapiranga, Glen Hudson Paulain Machado, negou provimento a embar...
Ex-gestor da Cema é multado em  R$ 3 milhões pelo TCE. Amazonastur também tem contas reprovadas Foto: Divulgação TCE O colegiado do Tribunal de Contas do Amazonas (TCE-AM) reprovou as contas da Central de Medicamentos do Amazonas  - Cema, referentes ao exercício de 2011, de responsabilidade do então ordenador de despesas do órgão, José Duarte Filho, que terá de devol...

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *