Polícia Federal apura 18 notícias-crimes em Manaus e mais 5 Municípios. Há denúncias de transporte ilegal e compra de votos

O delegado Marcelo Bertolucci, que pela primeira vez está numa eleição no Amazonas, é chefe da Unidade de Repressão a Crimes Eleitorais da PF. Cidades com notícias-crime investigadas são Manaus, Parintins, Tefé, Maués, São Gabriel da Cachoeira e Nhamundá. Foto: PMS

A Polícia Federal recebeu, até às 14h deste domingo, durante o segundo turno do pleito suplementar ao Governo do Amazonas, 18 notícias-crimes, que estão sendo apuradas, passando pela fase de formalização, mas sem nenhuma prisão em flagrante nem Termo Circunstanciado de Ocorrência (TCO) lavrado, incluindo boca de urna, transporte ilegal de eleitores e compra de votos.

As informações são do delegado Marcelo Bertolucci, chefe da Unidade de Repressão a Crimes Eleitorais da Diretoria de Combate ao Crime Organizado da Polícia Federal. “Dentro das atribuições de Polícia Judiciária e Eleitoral no pleito, posso dizer que nas 12 eleições que trabalhei, o Amazonas, hoje, está tendo um sufrágio muito calmo. A praxe é ter centenas de ocorrências. Estamos em céu de brigadeiro”, falou Bertolucci.

Neste sábado (26), a Polícia Federal fez duas ações no interior a partir de denúncias. Em Balbina, em Presidente Figueiredo, policiais atenderam ocorrência de possível compra de votos e transporte de dinheiro, o que não foi confirmado no local.

Na mesma noite, a PF representou ao juiz eleitoral para realizar busca e apreensão numa festa promovida por um vereador, de nome não divulgado, que estava fazendo distribuição de requisições de combustível. As requisições de 5 litros, 10 litros e 20 litros foram apreendidas. Não foi informado quantas requisições foram apreendidas numa propriedade na AM-240.

Atuação

Com aproximadamente 300 homens da PF no Estado todo, atuando em 16 Municípios e na capital. As equipes em geral são formadas por um delegado, um escrivão e agentes. Segundo Bertolucci, existem inquéritos formais em andamento referentes ao primeiro turno de delitos eleitorais.

Após o inquérito policial e eleitoral ser formalizado, a PF tem 30 dias para concluir, podendo ser encaminhado para o juízo eleitoral solicitando mais prazo ao Ministério Público, para complementar as diligências necessárias num prazo máximo de 60 dias.

Veja também

Jovem é preso com 2 kg de maconha enrolados no corpo. Ele tentava embarcar para Brasília Homem estava com 2 kg de maconha enrolados no corpo e foi detido no aeroporto internacional. Foto: Divulgação Com dois quilos de maconha do tipo skunk presos no corpo, com o uso de fita e filme plástico, um jovem de 21 anos, de identidade não divulgada, foi preso em fl...
PF apreende 70 kg de cocaína no aeroporto. Dupla iria viajar para Belém Durante ação de rotina, Polícia Federal localizou 70 kg de cocaína em quatro malas no aeroporto. Foto: DivulgaçãoEm ação de rotina, a Delegacia de Repressão a Entorpecentes da Polícia Federal (DRE) apreendeu, neste sábado (13), no aeroporto internacional Eduardo Gomes, ...
Agendamento eleitoral no TRE-AM já está disponível Com o término do recesso do judiciário, o Tribunal Regional Eleitoral do Amazonas (TRE-AM) retomou o atendimento aos cidadãos que desejam tirar o título ou alterar dados em seu cadastro eleitoral.Os primeiros dias de atendimento tem sido de tranquilidade, mesmo muita...
Tentativa de arrombamento a banco federal é frustrada pela polícia Não há informações sobre quantos infratores entraram na agência. Alarme disparou e polícia foi até o local. Fotos: DivulgaçãoDurante a madrugada e nas primeiras horas desta terça-feira (9), um grupo, ainda não identificado, tentou arrombar caixas eletrônicos do banco Ca...
Juíza que mandou prender Melo e ex-secretários vai coordenar a propaganda eleitoral no TRE-AM Victor Liuzzi, Ana Paula Serizawa e Bartolomeu Azevedo serão os coordenadores da propaganda eleitoral nas eleições gerais de 2018. Foto: ArquivoEm portaria assinada no dia 18 de dezembro de 2017, o presidente do Tribunal Regional Eleitoral (TRE-AM), desembargador Yedo S...

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Facebook