Em sua última pesquisa eleitoral para o pleito suplementar, IDP aponta vitória de Amazonino por quase 16 pontos

Se o segundo turno fosse hoje, Amazonino teria 42,9% dos votos, contra 27% de Eduardo, segundo pesquisa da IDP, realizada com 1.600 eleitores em Manaus e no interior. Foto: Divulgação

Se o segundo turno da eleição suplementar para governador do Amazonas fosse hoje, o candidato Amazonino Mendes (PDT), da coligação “Movimento pela reconstrução do Amazonas”, obteria 42,9% dos votos dos eleitores, contra 27% do candidato Eduardo Braga (PMDB) , da coligação “União pelo Amazonas”.

Os dados são da pesquisa realizada pelo Instituto Diário de Pesquisa (IDP). Haveria, ainda, 21,8% de votos em branco ou nulos e 8,3% de indecisos. Registrada na Justiça Eleitoral com o número AM-09298/2014, a pesquisa foi realizada nos dias 21, 22, 23 e 24 de agosto, envolvendo diversos bairros localizados nas 13 zonas eleitorais de Manaus e 12 zonas eleitorais do interior do Estado. Foram entrevistados 1.600 eleitores.

A margem de erro máxima é de 2,45% para mais ou para menos, com um intervalo de confiança a 95%, o que garante que se a pesquisa fosse feita 100 vezes, repetindo-se as mesmas condições, então, em aproximadamente 95 destas vezes, as proporções obtidas em cada resposta, com uma variação de 2,45% para mais ou para menos, estariam estimando o pensamento do Estado.

O levantamento foi domiciliar, sendo entrevistado um único eleitor por domicílio. Os domicílios foram escolhidos por meio de sorteio, tendo todos iguais chances de fazer parte da amostra.

Contabilizando apenas os votos válidos (não somam-se os nulos, brancos e indecisos), Amazonino obteria 61,4% da preferência do eleitorado amazonense, contra 38,6% de Braga. A pesquisa também perguntou aos eleitores se a opção dos votos é definitiva ou pode mudar. O resultado foi que, hoje, 79,1% disseram que a opção é definitiva e 16,7% que ainda pode mudar. Ainda há 4,2% de eleitores que ainda aparecem como indecisos se mudam ou não sua opção de voto.

Os eleitores do Amazonas voltam às urnas neste domingo, dia 27 de agosto. A eleição suplementar foi determinada pela Justiça Eleitoral, que cassou o mandato do ex-governador José Melo (PROS) por compra de votos e decidiu que a eleição do próximo governador deveria ser direta, com o voto dos 2,3 milhões de eleitores do Estado.

Quadro apresenta resultado da última pesquisa do instituto

Veja também

UTI desativada há três anos é reaberta no Pronto Socorro da Criança Zona Sul Pronto Socorro da Criança da Zona Sul passa a dispor de 10 leitos de UTI e mais 8 de enfermaria. Foto: DivulgaçãoApós três anos funcionando de forma improvisada em duas enfermarias, a Unidade de Tratamento Intensivo (UTI) do Pronto Socorro da Criança da Zona Sul (PSC Zo...
‘Dei o que pude em 2017 por ele (Amazonino). Em 2018 é outra conversa’, afirma Arthur. V... Arthur, cercado por populares e jornalistas, aproveitou a festa na Matriz para esclarecer as coisas com AmazoninoO prefeito de Manaus, Arthur Virgílio, esclareceu nesta quarta (15/11) a relação com o governador Amazonino Mendes. Com todas as letras: "Dei o que pude e o ...
Governador entrega 51 viaturas e reforça policiamento na zona Norte com mais 540 homens O governador Amazonino Mendes reforçou o policiamento da zona Norte, que recebe patrulhamento nos moldes do Ronda no Bairro e teve a entrega de 51 viaturas revitalizadas. Fotos: Clovis Miranda / SecomO governador Amazonino Mendes reforçou o policiamento da zona Norte ne...
Liliane Araújo emite nota afirmando que ‘desceu do palanque’ e quer ‘fazer o Amazo... Liliane Araújo emite nota sobre a entrada no governo Amazonino: "Desci do palanque"A ex-candidata ao Governo do Amazonas Liliane Araújo emitiu nota, neste sábado (11/11), sobre a nomeação dela como secretária executiva do Fundo de Promoção Social (FPS). "O momento é de ...
Liliane Araújo, que deixou o PPS quando este apoiou Amazonino, aceita cargo no segundo escalão do Es... Liliane Araújo agora é funcionária do Governo AmazoninoA candidata Liliane Araújo, 64.013 votos na eleição suplementar para governador, agora é funcionária de confiança do Governo do Estado. Ficou à frente, no pleito, de Luiz Castro, Wilker Barreto, Marcelo Serafim ...

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Facebook