Quinta-feira, 26 de abril de 2018

Em último comício da campanha, Amazonino promete defesa incansável do povo amazonense

“Eu não descansarei. Primeiro para arrumar a casa, porque ela está desarrumada. Segundo para repor os empregos. Nossa luta será em Brasília (DF), será aqui, subindo e descendo barrancos, caminhando nas ruas. Será gritando pelos nossos direitos, discutindo a nível nacional, em todos os cantos. Lá estará o Negão defendo o seu povo”. O discurso acalorado do candidato Amazonino Mendes (PDT) encerrou, na noite desta quinta-feira (24), o último comício da campanha, realizado na rua São Lourenço, bairro Terra Nova 2, Zona Norte.

Diante de milhares de pessoas, Amazonino agradeceu ao apoio recebido pela população amazonense durante os dois meses da eleição suplementar. O ex-governador enfatizou que irá lutar pela geração de empregos no Estado.  “Ouçam o que vou falar: Nós temos 300 mil desempregados no Amazonas. Imaginem 300 mil famílias sofrendo com a falta de recurso, sem poder pagar as contas, sem poder botar comida na mesa, ajudar os filhos. Essa vai ser a minha grande tarefa. Essa será a razão da minha luta e do meu grande companheiro Bosco Saraiva”, comentou.

O candidato Amazonino destacou que se candidatou novamente ao cargo de governado do Amazonas para cumprir uma missão. “Não quero bens materiais. Estes cabelos brancos falam por si mesmos. Tudo já passou na minha vida. Vaidade de eu ser governador? Claro que não! Fui três vezes governador. Não mexe comigo esta vaidade”, declarou. “Quero que quando eu partir, que meu povo todo se lembre que teve um amazonense, filho do interior, humilde, de cor morena, chamado de ‘Negão‘, que não faltou ao respeito e nem o seu amor a sua gente querida”, completou.

Amazonino Mendes salientou aos moradores sobre as condições em que assumirá o Estado, caso seja eleito no próximo domingo (27). “Eu sei o que me espera. Sou consciente. O estado está desarrumado! Brincaram com a coisa pública. Jogaram fora, as suas conquistas. Os hospitais que fizemos já não te recebem mais, praticamente fecharam as portas. Há uma falência do serviço público. Eu vou arrumar a casa, colocar ordem e recuperar”, finalizou.

Estiveram presentes no último comício da coligação “Movimento pela reconstrução do Amazonas”, o candidato a vice, deputado Bosco Saraiva, o prefeito de Manaus, Arthur Neto, e o vice-prefeito Marcos Rotta, ambos do PSDB, a primeira-dama Elisabeth Valeiko, o senador Omar Aziz (PSD), prefeitos do interior do Estado, parlamentares e lideranças comunitárias.

Veja também

Segundo corpo é achado no Brasileirinho em dia sinistro Foto: Divulgação Em avançado estado de decomposição e com sinais de tortura, um segundo corpo foi encontrado no ramal do Brasileirinho, no Jorge Teixeira, zona Leste de Manaus. O corpo era de um homem e estava em uma área mata de difícil acesso. Segundo policiais mili...
Dupla de assaltantes se passa por clientes em loja e mantêm família refém, no Alvorada Foto: Reprodução Dois homens armados se passaram por clientes de uma loja de móveis e fizeram uma família refém nesta quinta-feira (26), em uma casa na antiga rua 3, bairro Alvorada, zona Oeste de Manaus. A dupla roubou um carro modelo Sandero vermelho, além de jóias da ...
EXCLUSIVO Promotor fala da investigação de Waldívia, que criou rede entre Amazonas e Santa Catarina... EXCLUSIVO Promotor fala da investigação de Waldívia Alencar, ex-secretária estadual de Infraestrutura, que ficou presa por cinco dias O promotor Igor Starling Peixoto, que preside o inquérito da Operação Concreto Armado, está debruçado sobre uma sala de documentos. É o m...
Parque da Criança tem programação voltada à leitura neste fim de semana Foto: Divulgação Uma programação voltada a estimular o interesse das crianças pela leitura e aprimorar as habilidades críticas dos pequenos leitores, fará parte da programação deste fim de semana, sábado (28), e domingo (29), do ParqueCidade da Criança, Aleixo, zona Centro...
Troca-troca no Governo: além da Casa Civil, CGE-AM, Sejusc e Ipem-AM têm novos titulares Diretor-presidente do Ipem-AM, Márcio Brito, deixa o cargo. Foto: Arquivo O governador Amazonino Mendes trocou os titulares da Casa Civil, Controladoria Geral do Estado do Amazonas (CGE-AM), Instituto de Pesos e Medidas do Amazonas (Ipem-AM) e Secretaria de Estado de Jus...

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Facebook