Boi Caprichoso vai mostrar a história da arte cabocla no festival 2017

O Caprichoso vem para levar o título de campeão de 2017 e promete apresentar surpresas na sua apresentação no Bumbódromo. Uma delas será a participação do maior ilusionista do Brasil, Issao Imamura, no espetáculo. A informação foi do presidente do Caprichoso, Babá Tupinambá, durante coletiva para a imprensa, na manhã de quarta-feira (28/06), na Chácara Aninga. O dirigente azulado estava acompanhado dos membros do Conselho de Arte e afirmou que há um mês o bumbá trabalha na preparação de surpresas para serem reveladas na arena.

O boi-bumbá Caprichoso traz “A Poética do Imaginário Caboclo”, que será apresentada em três atos: Tecedura – A Gênese da Cultura Cabocla; Encantaria – O Imaginário Caboclo; Arte – Criação Cabocla.  O coordenador do Conselho de Arte, Ericky Nakanome, explicou o projeto aos jornalistas do Amazonas e do Brasil, com a presença dos itens.

Na primeira noite do Festival Folclórico de Parintins 2017, o Boi Caprichoso chega na arena com uma gigantesca alegoria, rica em estética e acabamentos, assinada pelo artista Juarez Lima para demonstrar quais as influências e como a cultura cabocla foi forjada. Reverenciar o cineasta Silvino Santos e o índio com a alegoria “Cine Teatro Brasil de Parintins” será o segundo momento do espetáculo do Boi Caprichoso.

A alegoria, confeccionada pelo artista Glaucivan Silva, vai ser cenário para a encenação da Figura Típica Regional “O Ribeirinho da Amazônia”. A história do Eldorado contada a partir de uma outra ótica, com referência a três cidades encantadas, retratará a Lenda Amazônica “Templos de Ouros”, com alegoria do artista Márcio Gonçalves. O Ritual Antropofágico Tupinambá, com alegoria do artista Júnior de Souza, fecha a primeira noite, com olhar do índio para o colonizador.

Na segunda noite, o Boi Caprichoso aposta no viés afro descendente com pés fincados na força da encantaria. O bumbá começa com a alegoria do artista Jucelino Ribeiro, a Lenda Amazônica “Dom Sebastião”, um touro negro e a estrela de ouro, história que se passa nas praias dos lençóis maranhenses, com ênfase na cidade encantada representada por Parintins, na visão do Boi Caprichoso.

O Boi Caprichoso deixa uma marca no festival ao apresentar a segunda lenda da noite: O Curupira, com alegoria do artista Algles Ferreira, que vai parir na arena do Bumbódromo o ente da floresta para revelar a encantaria a partir da ancestralidade dos povos da Amazônia. O Vaqueiro da Várzea será a Figura Típica Regional, com alegoria de Francinaldo Guerreiro, cuja o ápice é um mergulho nos desafios e nas encantarias como a crença nos ‘bichos do fundo’.

A lenda dos Kupe-Dyep da Serra do Roncador, do Brasil Central, descritos por sertanistas e místicos, é a sustentação ao rito de passagem cerimonial marcada por uma batalha sobrenatural para abertura de um portal, com alegoria do artista Kennedy Prata. Será um dos momentos em que o Boi Caprichoso, em forma de mágica, vai apresentar revoadas de seres no Bumbódromo. Na última noite, o Boi Caprichoso consolida o projeto 2017 pautado na emoção.

O bumbá abre o terceiro ato do espetáculo com uma Figura Típica Regional autêntica do Boi Caprichoso, “O Calafate”, os carpinteiros navais construtores das embarcações do bairro da Francesa, reduto azulado, com alegoria do artista Ney Meireles. A mesma alegoria vai se transfigurar em exaltação folclórica sobre a história da construção da Catedral de Nossa Senhora do Carmo em razão do Festival Folclórico de Parintins.

Confeccionada pelos artistas Ferdinando Carivardo, Nonoca Costa, Tárcio e Marcel Vieira, a Lenda Amazônica “Tesouros da Cabanagem” aborda a revolução dos negros e índios contra o Imperador Dom Pedro, compreendido pela visão tétrica de um cavaleiro do apocalipse, fundamentado nos relatos caboclos. Outra alegoria será Icamiabas, feita pelo artista Pojó Carvalho. Para encerrar a terceira, o Boi Caprichoso apresenta o ritual de Transcendência Tariana, com alegoria do artista Ozéas Bentes.

 

Veja também

Manaus vai sediar encontro da ANS sobre regulação de Planos de Saúde A Agência Nacional de Saúde Suplementar (ANS) está preparando mais uma edição do Encontro ANS, evento direcionado aos agentes do setor para discutir temas relacionados à regulação do mercado de planos de saúde. A atividade ocorrerá nos dias 21, 22 e 23 de novembro, em Ma...
Amazonas é destaque no encerramento da COP23, na Alemanha  O “Amazonas for the planet program”, lançado pelo Governo do Amazonas na 23ª Conferência das Nações Unidas sobre Mudança Climática (COP23), em Bonn, na Alemanha, foi destaque nesta sexta-feira (17/11), no encerramento do evento. Com a participação de 197 países empenhad...
Governo do Amazonas inicia processo de licitação para construir três novos presídios no interior do ... Foto: Stéfany Seixas/ SeapPor determinação do governador Amazonino Mendes, a Secretaria de Estado de Administração Penitenciária (Seap) encaminhou à Comissão Geral de Licitação (CGL) processos para abertura de certame visando a contratação de empresas especializad...
Uma surpresa Eis senão quando, vejo-me “autor”. Conto como ocorreu o fenômeno: agindo à sorrelfa, numa trama digna de “thriller” cinematográfico, meus quatro filhos reuniram alguns destes escritos que eu cometo semanalmente, convenceram uma editora e publicaram o conjunto em forma de um ...
Arthur defende liberação da maconha, homossexuais e privatização. E pode renunciar em abril Arthur está de boltanao belho estilo que polemiza e inquietaA Revista Exame, da Editora Abril, coloca o prefeito Arthur Virgílio entre os que renunciarão em abril de 2018. O jornal espanhol El País é mais contundente. Mostra um Arthur que defende da privatização total à...

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Facebook