STJ mantém desembargadora investigada no “La Muralla” afastada por mais 6 meses do TJAM

Magistrada é citada em várias denúncias do Conselho Nacional de Justiça por assinar alvarás de soltura, especificamente para presos ligados à facção criminosa FDN. Caso é investigado pela Polícia Federal. Foto: Arquivo

A desembargadora Encarnação das Graças Sampaio Salgado continuará afastada, por mais 6 meses, de suas atividades no Tribunal de Justiça do Amazonas (TJAM). A decisão foi tomada pelo ministro Raul Araújo, do Superior Tribunal de Justiça (STJ), alegando que persistem razões para seu afastamento e por se tratar de uma investigação complexa, e confirmada nesta quarta-feira (28), pela assessoria do TJAM.

A magistrada foi afastada em junho de 2016, conforme decisão contida no processo nº 2015/0303929-3, do STJ. Esta é a segunda prorrogação – a primeira data de dezembro de 2016. Encarnação das Graças é investigada pela Polícia Federal dentro da Operação La Muralla, por suspeita de ligação para beneficiar a facção criminosa Família do Norte (FDN).

A operação apura esquema de venda de alvarás de solturas e prisões domiciliares para traficantes no Amazonas. A FDN é envolvida em uma série de assassinatos, massacre em presídios do Amazonas, roubos e tráfico de drogas. As informações fazem parte do processo, que corre em segredo de Justiça e tem denúncia do Ministério Público Federal.

Mesmo afastada do TJAM, a magistrada continua a receber sua remuneração mensal, no valor de R$ 30.471,11, além de verbas indenizatórias previstas em lei.

Histórico

Em maio de 2016, o ministro Raul Araújo autorizou a PF a fazer buscas no gabinete da desembargadora na sede do TJ, em Manaus, e também no gabinete do juiz de primeiro grau Luís Valois. Em seu pedido, o ministro assinalou, na época, “verificar indícios de graves desvios no exercício das atribuições da desembargadora Encarnação Salgado. Vários são os episódios nos quais o nome da desembargadora é mencionado pelos envolvidos, em interceptações realizadas pela Polícia Federal, com autorização da Justiça, em mensagens cuja confrontação com outros elementos indica sua participação nos fatos investigados nestes autos”.

Veja também

Em Tabatinga, Federal apreende 2 kg de droga escondidos em compressor de ar-condicionado Nesta quarta-feira (17), a equipe da Base Sentinela, do Departamento de Estratégias de Fronteiras (Esfron), fez a apreensão de 2 quilos de entorpecentes durante ação de rotina em Tabatinga (distante 1.105 quilômetros de Manaus).Esconderijo A droga foi encontrada na caix...
Jovem é preso com 2 kg de maconha enrolados no corpo. Ele tentava embarcar para Brasília Homem estava com 2 kg de maconha enrolados no corpo e foi detido no aeroporto internacional. Foto: Divulgação Com dois quilos de maconha do tipo skunk presos no corpo, com o uso de fita e filme plástico, um jovem de 21 anos, de identidade não divulgada, foi preso em fl...
2ª Vara da Fazenda Pública Municipal cumpre 100% metas estabelecidas pelo CNJ A 2ª Vara da Fazenda Pública fechou o ano de 2017 cumprindo e superando em mais de 100% as quatro metas estipuladas pelo CNJ. Foto: William Rezende/ TJAMA 2ª Vara da Fazenda Pública Municipal da Comarca de Manaus finalizou o ano de 2017 cumprindo e superando em mais de ...
TJAM lança edital para estágio na área de Direito com 40 vagas TJAM abriu inscrições para seleção pública de estágio na área de Direito oferecendo 40 vagas e formação de cadastro de reserva. Foto: Raphael Alves/ TJAMO Tribunal de Justiça do Amazonas (TJAM) deu início nesta segunda-feira (15) ao período de inscrição para a seleção p...
PF apreende 70 kg de cocaína no aeroporto. Dupla iria viajar para Belém Durante ação de rotina, Polícia Federal localizou 70 kg de cocaína em quatro malas no aeroporto. Foto: DivulgaçãoEm ação de rotina, a Delegacia de Repressão a Entorpecentes da Polícia Federal (DRE) apreendeu, neste sábado (13), no aeroporto internacional Eduardo Gomes, ...

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Facebook