Há mais de 50 anos no Centro, moradora diz que nunca sofreu tanto com falta de água

Sou “bicho do Centro”. Desde que nasci, moro no Centro de Manaus, trocando de Rua, mas continuando no Centro há mais de 50 anos. Acreditem, que desde meus 10 anos de idade jamais passei tanto tempo com problemas d’água como agora. E olhem… já sou “quase sex”!

Brincadeiras à parte, moro na Visconde de Porto Alegre e há mais ou menos um mês (exatamente: mais ou menos 1 mês), estamos regrando além da conta o uso deste precioso líquido, pois ficamos sem água grande parte do dia. A falta é tão grande, que as reservas (os tanques) esvaziam muito rapidamente. Por vezes, como ontem, dia 11/07), às 21h ficamos sem água e somente agora pela manhã ela “ameaça” voltar. Mas é tão “fina”, tão fraca, sem pressão suficiente para encher os tanques. Quando, enfim, isso começa a acontecer, já está no horário de faltar água novamente.

Parece-me que o horário de abastecimento é até as 11 da manhã e depois, somente após as 20h, o que pode ser alterado (eu acho), como aconteceu ontem, que não tínhamos o fornecimento já as 21h. O pior de tudo, é que não há qualquer justificativa ou previsão para normalizar o serviço, que deve ser algo similar à construção das Pirâmides, pois nada justifica o tempo que estamos com irregularidade no fornecimento de água.

 

Heloisa Veiga

 

Veja também

Manaus vai sediar encontro da ANS sobre regulação de Planos de Saúde A Agência Nacional de Saúde Suplementar (ANS) está preparando mais uma edição do Encontro ANS, evento direcionado aos agentes do setor para discutir temas relacionados à regulação do mercado de planos de saúde. A atividade ocorrerá nos dias 21, 22 e 23 de novembro, em Ma...
Amazonas é destaque no encerramento da COP23, na Alemanha  O “Amazonas for the planet program”, lançado pelo Governo do Amazonas na 23ª Conferência das Nações Unidas sobre Mudança Climática (COP23), em Bonn, na Alemanha, foi destaque nesta sexta-feira (17/11), no encerramento do evento. Com a participação de 197 países empenhad...
Governo do Amazonas inicia processo de licitação para construir três novos presídios no interior do ... Foto: Stéfany Seixas/ SeapPor determinação do governador Amazonino Mendes, a Secretaria de Estado de Administração Penitenciária (Seap) encaminhou à Comissão Geral de Licitação (CGL) processos para abertura de certame visando a contratação de empresas especializad...
Uma surpresa Eis senão quando, vejo-me “autor”. Conto como ocorreu o fenômeno: agindo à sorrelfa, numa trama digna de “thriller” cinematográfico, meus quatro filhos reuniram alguns destes escritos que eu cometo semanalmente, convenceram uma editora e publicaram o conjunto em forma de um ...
Arthur defende liberação da maconha, homossexuais e privatização. E pode renunciar em abril Arthur está de boltanao belho estilo que polemiza e inquietaA Revista Exame, da Editora Abril, coloca o prefeito Arthur Virgílio entre os que renunciarão em abril de 2018. O jornal espanhol El País é mais contundente. Mostra um Arthur que defende da privatização total à...

Um comentário para “Há mais de 50 anos no Centro, moradora diz que nunca sofreu tanto com falta de água

  1. Carlos Santana disse:

    Dois Pesos e Duas Medidas – Projeto: PROSAMIM
    Prezado Senhor,
    Gostaria de saber, o porquê do tratamento diferenciado entre os Parques: JEFERSSON PERES – PARQUE RIO NEGRO em relação aos Parques MESTRE CHICO – PONTE ROMANA 1 E 2 ( Sete de Setembro ). Enquanto uns tem segurança 24 horas e é gradeada em toda a sua extensão, os outros, estão abandonados, só serve para morador de rua e tráfico de drogas. Os projetos não tem a mesma finalidade? Com a palavra a UGPI – PROSAMIM / SEC / MPE.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Facebook